[#CrisisOnInfiniteEarths] Crise nas Infinitas Terras: Review da Parte Um

Desde que foi anunciada no final do ano passado, após o crossover Elseworlds, a Crise nas Infinitas Terras televisiva tornou-se o assunto da vez entre os fãs do Arrowverse e da DC. Não importa se estas pessoas estavam otimistas, pessimistas ou até com um certo grau de indiferença; adaptar o principal crossover de quadrinhos que a DC já publicou em outra mídia, com atores de carne e ossos, é colossal por si só.

Nos anos 1980, Crise nas Infinitas Terras foi um quadrinho sem precedentes, que quebrou tabus e mostrou novas formas de lidar com os super-heróis e sua complexa teia de universos. Marv Wolfman (roteiro) e George Pérez (arte), autores da obra, estavam no auge de suas carreiras, provando por “a+b” que ainda tinham muitas cartas na manga. O que passamos a chamar de multiverso da DC era, editorialmente, um elefante branco naquela época. De 1938, quando o Superman surgiu, até aquele ponto, a DC instituiu e expandiu o conceito de Terras paralelas, tanto com seus próprios personagens como com outros, adquiridos de editoras que encerraram suas atividades, como a Charlton, de onde vieram Questão, Besouro Azul etc.

Arte de George Pérez para a Crise nas Infinitas Terras original.
Arte de George Pérez para a Crise nas Infinitas Terras original.

A Crise nas Infinitas Terras unificou a DC em um único universo, o que durou pelos próximos 20 anos. Em seguida, o multiverso foi reinstituído, o que dura até hoje.

Felizmente, as pessoas que não acompanham quadrinhos se habituaram ao conceito com facilidade. O multiverso apareceu nas séries de TV da DC e, mais recentemente, nos filmes do Marvel Cinematic Universe. Com isso em mãos – e também com uma necessidade, dadas as devidas proporções, de pôr ordem em seu multiverso televisivo – o canal CW começou a traçar planos para sua própria Crise. O primeiro episódio foi exibido na noite de ontem, foi o nono da quinta temporada de Supergirl. E dá pra dizer já de cara: este início foi muito empolgante!

Ao assistir ao episódio, deve-se ter em mente que as séries, reunidas, não estão adaptando a Crise como um todo; seria impossível lidar com aquela quantidade de personagens, Terra e conceitos. No entanto, neste primeiro episódio tivemos as presenças de Monitor, Precursora, Pária, céus vermelhos, Anti-Monitor, a torre cósmica e muitas outras coisas que jamais imaginamos ver na TV.

A galera da Crise nas Infinitas Terras televisiva.
A galera da Crise nas Infinitas Terras televisiva.

Os episódios mais recentes de cada série (Supergirl, Batwoman, Arrow, The Flash e DC’s Legends of Tomorrow) foram mostrando a chegada da Crise. Cada um à sua forma. Mas mesmo assim, este início de saga é acessível a fãs de primeira viagem. O objetivo dela fica claro logo nos primeiros minutos, e o que vem a seguir é típica fórmula de ação, drama e mensagem que compõe todas essas séries.

Falando em trama, outra coisa que funciona no episódio é a posição de cada uma das peças que compõem o tabuleiro desta adaptação. Se havia dúvidas sobre o destino de alguns heróis e vilões nestas últimas semanas, personagens-chave do Arrowverse estão com suas jornadas seladas – mas não é porque sabemos onde cada um vai chegar que se perde a graça de acompanhar cada trajetória. Nossos queridos Oliver Queen, Barry Allen e Kara Danvers estão passando pelas maiores mudanças de suas vidas, e foi bem bacana ver tudo sendo colocado em movimento logo no primeiro episódio sem que o telespectador fique confuso.

Além disso, o episódio está repleto de easter eggs. Tirando os óbvios, que remetem à própria Crise dos quadrinhos, temos uma cena inicial arrebatadora, com as presenças ilustres de Robert Wuhl (repetindo seu papel de Alexander Knox, feito em Batman – O Filme, de 1989), Curran Walters (o Jason Todd / Robin da série Titans, trajado), Alan Ritchson (o Hank Hall / Rapina de Titans, também trajado) e o queridíssimo Burt Ward, o eterno Robin do clássico seriado Batman ’66. A cena foi liberada pela CW e pode ser vista logo abaixo:

Com um início como este, a expectativa para os próximos episódios fica alta. Amanha e quarta-feira falaremos sobre as próximas duas partes, que ainda serão exibidas nesta semana. Os próximos só passaram em janeiro do ano que vem.

Até amanhã!

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com