Aquaman nada, Venom salta e tudo muda em 2018

A semana anda agitada no meio cinematográfico. Após as recentes modificações e evoluções no DC Extended Universe anunciadas até quarta-feira (15) foram ofuscadas pelo que saiu ontem à noite: Aquaman teve sua data de lançamento alterada e o vilão Venom ganhará um filme solo que sairá exatamente na data que antes pertencia ao herói aquático da DC.

Adiar o filme do Rei dos Sete Mares não é nada surpreendente, mas a oficialização de Venom, um filme que está no limbo há cerca de dez anos, é um evento notável. Como tal, vamos falar dele primeiro.

Arte conceitual de Venom para o filme. Créditos: Constantine Sekeris.
Arte conceitual de Venom para o filme. Créditos: Constantine Sekeris.

Quando Sam Raimi ainda estava no comando dos filmes do Homem-Aranha, o que começou há mais de quinze anos, a ideia era fazer um quarto filme do Cabeça de Teia e, em seguida, dar ao Venom pelo menos um longa próprio. Na pele do vilão ainda estaria Topher Grace, que teria como inimigo o Cletus Kasady/Carnificina de ninguém menos que Jim Carrey. Quem tinha os direitos deste universo (e na época era mesmo um universo, chamado até de The Amazing Spider-Man Universe) era a Sony, e as coisas entre ela e Raimi ficaram tensas. Os desentendimentos causaram rompimento da parceria profissional e o encerramento da franquia, enterrando o filme do Venom.

O que espanta é a quantidade de pessoas que já estavam envolvidas na pré-produção desse longa. Entre os contratados estavam Gary Ross na direção; Jacob Aaron Estes, Paul Wernick e Rhett Reese no roteiro; Christopher Young na trilha sonora; Avi Arad na produção, como de praxe; Grace e Carrey no elenco principal. É muita gente, e foi tudo jogado fora.

O Venom do selo Marvel NOW divulgado em 2016.
O Venom do selo Marvel NOW divulgado em 2016.

Contudo, assim que Sony e Marvel Studios/Disney oficializaram uma parceria em 2015 para usar o Homem-Aranha nos filmes dos Vingadores e afins, surgiu novamente o interesse pelo vilão. Na época, isso até foi falado no Terra Zero. Ao que tudo indica, agora as coisas vão andar normalmente.

Pode parecer estranho, a princípio, que a Sony invista em um filme vivido por um vilão que não terá relações com o herói que o gerou. Explicando, tudo indica que o caminho a ser tomado pela Sony é o de manter Venom e Homem-Aranha separados. Enquanto o jovem Cabeça-de-Teia se pendura pelos prédios de Nova York e ajuda os Vingadores, o vilão fica em seu próprio universo sem que um interfira no outro. Apesar de o acordo ceder o Aranha e os personagens de seu universo para a Marvel Studios, ficou decidido que a Sony tem autonomia para criar seus próprios produtos derivados da franquia. Como o Venom ainda não cabe no Universo Cinematográfico Marvel (o Aranha dele é muito jovem e está no começo de carreira), o chamado “estúdio pai” tem liberdade para fazer algo com ele. Se isso é bom ou ruim, o julgamento caberá aos fãs.

Com roteiro e direção de Alex Kurtzman (Alias, Fringe, Star Trek e o novo A Múmia), Venom pode começar a ser produzido muito em breve. Seu lançamento foi agendado para 5 de outubro de 2018, mesma data que pertencia ao Aquaman. Portanto, o vilão não terá uma grande concorrência do meio para atrapalhar sua bilheteria. Só resta saber qual a abordagem que a Sony tomará. Como o personagem é bem violento e tem histórias solo nos quadrinhos bem mais sombrias que seus embates com o Aranha, existe a possibilidade de o estúdio querer um filme para maiores de 18 anos. Afinal, com Deadpool e Logan dando certo neste formato, Hollywood vai tentar usar a fórmula até que ela esgote.

Cena de Homem-Aranha 3 com Tobey Maguire (Homem-Aranha) e Topher Grace (Venom).
Cena de Homem-Aranha 3 com Tobey Maguire (Homem-Aranha) e Topher Grace (Venom).

Algo que não deve ser descartado é a possibilidade de o filme referenciar o Aranha de alguma forma, pois, como Venom será lançado meses após o próximo Vingadores, que lidará com forças alienígenas, universos paralelos e mudanças na realidade causadas pelas mãos do superpoderoso vilão Thanos, tudo é válido. Depende apenas de como o estúdios se arranjarem. Portanto, fiquem ligados para maiores novidades.

Enquanto isso, no reino marítimo, está tudo bem. A Warner aproveitou-se de que James Cameron adiou sua aguardada sequência de Avatar, previamente agendada para 21 de dezembro de 2018, e jogou o Aquaman para esta data. Com isso, o estúdio tem chances de faturar bem mais por ser uma época de festividades e de muito frio no Hemisfério Norte, o que faz com que muita gente prefira entretenimentos mais confortáveis. Como uma sala de cinema, por exemplo. E o melhor: não haverá Star Wars em dezembro de 2018, já que o filme de Han Solo sairá em maio. Ainda nesta semana, o diretor James Wan divulgou algumas fotos das localizações em que o filme do Aquaman será rodado. São lugares impressionantes:

This ain't Skull Island. #locationscout

A post shared by James Wan (@creepypuppet) on

Location scouting paradise #2

A post shared by James Wan (@creepypuppet) on

Location scouting paradise #1

A post shared by James Wan (@creepypuppet) on

Aquaman começará a ser filmado muito em breve. No elenco estão Jason Momoa (Arthur Curry/Aquaman), Patrick Wilson (Mestre do Oceano), Willem Dafoe (Vulko), Yahya Abdul-Mateen (Arraia-Negra) e Amber Heard (Mera).

3 Comentários

Clique para comentar

vinte − 13 =

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com