Terra Zero

comic pod

Retrospectiva Novo Krypton: Brainiac Parte 3


Postado em 26/11/2009, por Morcelli // em: Destaque, Review // 1 comentário(s)




[O Último Filho] / [Terceiro Kryptoniano] / [Interlúdio – Quem é Atlas?] / [A História Original de Novo Krypton] / [Brainiac – Parte 1] / [Brainiac – Parte 2]

Parte 3: GREETINGS [Saudações]
(Publicação: Action Comics #862 – Superman nº 79, da Panini)

action868-grandeComo temos falado aqui no Multiverso DC, Geoff Johns introduziu o “verdadeiro” Brainiac em seu arco Brainiac, de 5 capítulos publicados na revista Action Comics. Brainiac já é um vilão bem conhecido dos leitores, mas se você pensar que todas as versões anterires eram apenas robôs fica fácil compreender a cronologia atual e o que Johns está propondo.

Independente do plot ser uma boa idéia ou não, sua execução é impecável e isso já é o suficiente para que tenhamos mais um clássicos do Homem de Aço em mãos. Se nas edições anteriores tínhamos um Homem de Aço relembrando antigas pelejas com o Coluano, hoje vemos nosso herói frente a frente com seu grande inimigo em uma luta desenhada com dinamismo e muito bom gosto por Gary Frank - a quem Johns deu o título de “Curt Swan dos nossos tempos”. É difícil qualificar um artista de certa forma novo com alguém que passou boa parte de sua vida reformulando um dos mais queridos personagens da DC Comics, mas a qualidade e criatividade de Frank são inegáveis.

Dentre os momento memoráveis dessa edição pode-se citar o instante em que Superman acorda numa mesa de experimentos dentro da nave de Brainiac e percebe em que lugar inóspito e diferente acaba de se encontrar. A descoberta da cidade de Kandor engarrafada e sua batalha contra o grande vilão também são inesquecíveis.Mais que isso, o momento que os pais Kent percebem que um grande problema está chegando à Terra serve de presságio para uma tragédia sem precedentes: a nave de captura de Brainiac chegou à Terra e seu maior herói não está lá para protegê-la.

noseua07 noseua08 noseua10

As gags engraçadinhas estão presentes nesta edição também. Há um quadro muito divertido em que a Supergirl, inocente como é, observa uma quantidade de “plástico” fora do comum nos seios de Cat Grant e acredita ser nocivo, deixando a repórter extremamente nervosa e com uma feição de raiva impagável =D

Muitos têm criticado a volta desses personagens antigos do Planeta Diário à cronologia atual, mas deve-se ressaltar que um protagonista é feito, também, de bons coadjuvantes, e é isso que o autor Geoff Johns tem tentado, com muito sucesso, trazer para o leitor.

Voltando ao vilão, o verdadeiro Brainiac não é tão diferente de seus antecessores. Ele é verde, tem pontos em sua cabeça, é esperto. Mas é uma ameaça física muito mais perigosa ao Superman do que qualquer uma de suas encarnações anteriores – ele é grande, aparentemente mais forte que o próprio herói e seu aspecto de “Matrix” com todos os tentáculos e outras ligações tecnológicas físicas fazem dele um personagem de presença cativante e ameaçadora. Aproveitando tudo isso, Johns consegue criar um elo psicológico profundo ao ligar o vilão ao passado de Krypton, o planeta natal do herói – o que o torna um problema específico ao Superman.

Deve-se frisar que dos três capítulos abordados até agora esse tende a ser o mais fraco, o que não significa que sua qualidade não esteja acima da média. “Brainiac” mal saiu e já se tornou um clássico.

Na próxima edição: The Bottle City of Metropolis!



Tags: , , , , , ,

Um Trackback

  1. […] Atlas?] / [A História Original de Novo Krypton] / [Brainiac – Parte 1] / [Brainiac – Parte 2] / [Brainiac – Parte 3] / [Brainiac – Parte […]

Publique um comentário

Seu email jamais será publicado ou compartilhado. Campos obrigatrios *

*
*

Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>