[#Review] Shirô, de Danilo Beyruth

Shirô é a nova obra do brasileiro Danilo Beyruth produzida aqui. Apesar de ter adicionado, durante sua carreira, as aclamadas Graphic MSP do Astronauta, um agenciamento pela gigante Chiaroscuro Studios e trabalhos para a Marvel, o quadrinista continua produzindo material independente – e sua qualidade só melhora.

Em sua nova obra, Shirô, Beyruth nos faz mergulhar em uma trama intrigante com a Yakuza, samurais e o bairro da Liberdade, em São Paulo. Desta vez ele está em parceria com a Darkside Books, que preza pela qualidade gráfica e editorial de cada um de seus lançamentos. Novamente não decepcionaram, já que a edição é primorosa.

Sobre a história, ela está muito relacionada com a chegada dos japoneses no Brasil, o que se deu há cerca de 120 anos. Tradicionalíssima principalmente em São Paulo, a cultura dos japoneses espalha-se em mais de 1,5 milhão de nikkeis vivendo no país atualmente. Some-se isso ao quanto animes e mangás são populares por aqui e temos uma mescla da nossa cultura com a japonesa como existe em poucos lugares do mundo. Provavelmente, isso propiciou um terreno muito fértil para Beyruth criar Shirô. Tanto que a própria obra tem um formato híbrido – ela se parece com uma HQ americana, mas a arte tem diversas influências do mangá. Sua qualidade em lidar com o preto e branco só reforça esse aspecto visual da obra.

Capa de Shirô, de Danilo Beyruth.
Capa de Shirô, de Danilo Beyruth.

Na história, uma jovem chamada Akemi perdeu o avô recentemente e está tocando sua vida na capital paulista. Logo em seguida ela se envolve em problemas sérios, que envolve organizações criminosas e um passado misterioso no Japão. Apesar de sua dificuldade para confiar em alguém, quando conhece um jovem desmemoriado – que ela batiza de Shirô – Akemi começa a desvendar muito de seu passado e das coisas que estão acontecendo com ela. O jovem também guarda seus segredos, ainda que não se lembre deles. Contudo, o leitor nota que há algo tão interessante nele quanto nela, pois sua capacidade de se meter em brigas – e vencê-las, com técnica e habilidade – é impressionante.

Tudo culmina em uma trama no melhor estilo de filmes de ação japoneses, mas com muito de sua cultura sendo mostrada ao leitor da melhor forma possível. Estão claras aqui as influências não apenas de vários desses longas, mas também de homenagens americanas bem-sucedidas, como Kill Bill. Como se isso não bastasse, ver locais conhecidos de São Paulo retratados na HQ e funcionando tão bem com suas contrapartes japonesas dá um gostinho ainda mais especial.

Página de Shirô de Danilo Beyruth.
Página de Shirô de Danilo Beyruth.
Página de Shirô de Danilo Beyruth.
Página de Shirô de Danilo Beyruth.

Shirô é um thriller de primeira e mais uma grande vitória para os quadrinhos nacionais. Ela não apenas estabelece a Darkside como uma fonte de ótimos lançamentos, mas também reforça o lugar especial que Danilo Beyruth conquistou entre os fãs e a indústria brasileira.

[Compre Shirô aqui, com nosso desconto da Amazon!]

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com