[#Superman80Anos] Quando Superman enfrentou o Capitão Trovão!

[Nota: Este artigo integra o Superespecial Superman 80 Anos, que fará parte do site até dezembro deste ano. Acompanhem todos os artigos deste especial clicando aqui!]


Superman e Capitão Marvel se enfrentaram algumas vezes. Poxa, isso aconteceu até nas animações! E ao que tudo indica, se não fosse por problemas de agenda, Henry Cavill pelo menos apareceria no vindouro Shazam. Seria bacana, né. Mas engana-se quem acha que começou assim. Na verdade, quando a “rivalidade” entre eles dentro do Universo DC começou, o Superman encarou um cara um pouquinho diferente do bom Capitão que conhecemos… você já ouviu falar no Capitão Trovão?

Todo mundo conhece a história ou parte dela. O Capitão Marvel original surgiu nos anos 1940 e passou a vender mais que o Superman – muito mais! Isso incomodou a então National Publications, que arrastou um processo contra a Fawcett até 1953. Enfim, a editora cessou a publicação do Capitão e ele permaneceu desaparecido até 1973. Vinte anos depois, o herói voltou aos quadrinhos – pela própria DC, ex-National! Contudo, sua primeira aparição foi um pouco diferente do que os fãs imaginavam…

O surgimento do Capitão Trovão. Arte de Curt Swan e Bob Oksner.
O surgimento do Capitão Trovão. Arte de Curt Swan e Bob Oksner.

Quando a DC conseguiu licenciar o personagem (a compra total veio em seguida), Elliot S! Maggin bolou uma história de realidades alternativas para provocar o primeiro embate. À época, ele arrebentava como escritor do Superman e foi incumbido de colocar Azulão e “Queijão” juntos. Como a DC queria que o bom o Capitão e seus aliados ficassem em uma Terra paralela, Maggin partiu desse princípio, mas com uma ordem editorial ainda mais específica que essa.

A verdade é que a DC não sabia se era uma boa ideia ter o Marvel dentro de casa. Então decidiram fazer um “teste” com ele. Para tal, Maggin criou uma versão do herói, Capitão Trovão, para um primeiro encontro com o Azulão em Superman #276 (1974). Ele contou ao Krypton Chronicles certa vez que a ideia era fazer algo que respeitasse as tradições da Fawcett. Ou seja, tanto proposta de história como estilo de arte seriam calcados naquela época:

O grau de suspensão de descrença era maior com o Shazam do que com o Superman. Nunca acreditei que os dois pertencessem à mesma história. Nem Julie [Schwartz, editor]. O Capitão Trovão era uma especulação de como seria o Capitão Marvel se ele vivesse no “mundo real”.

Capitão Trovão enfrenta a Liga dos Monstros pelas dimensões. Arte de Curt Swan e Bob Oksner.
Capitão Trovão enfrenta a Liga dos Monstros pelas dimensões. Arte de Curt Swan e Bob Oksner.

Portanto, na história, Willie Fawcett estava enfrentando a Liga dos Monstros em 1953 dimensões. Percebam que tudo isso é referência a alguma coisa do Capitão original. Contudo, ele acabou na Terra-1, lar principal dos heróis da DC. E cada vez que se transformava no Capitão Trovão, não conseguia reter as memórias do que fez como seu alter ego poderoso. Os dois heróis caem no braço, mas o Superman dá um jeito de acertar a situação.

História muito bacana, que serviu de base para o retorno triunfal do Capitão original em 1976. No Brasil a história chegou logo, saindo em Superman (Em Cores) n° 43, da Ebal, em outubro de 1974.

Superman e o Capitão Trovão se enfrentam. Arte de Curt Swan e Bob Oksner.
Superman e o Capitão Trovão se enfrentam. Arte de Curt Swan e Bob Oksner.

Pra fechar, uma curiosidade: Capitão Trovão era o nome que Bill Parker queria dar ao herói quando o criou. E na concepção original, ele seria formado por seis jovens que invocariam seu poder. Já vimos isso em algum lugar…

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com