Amálgama #011 – O que aconteceu na Marvel e na DC nesta semana

Bem-vindos à nova edição de Amálgama! Nesta seção você encontra resumões dos principais eventos da semana nos quadrinhos Marvel e DC, publicados às quartas-feiras nos Estados Unidos. Nesta semana, para quadrinhos lançados em 22/08/2018, Igor Tavares e Morcelli falam de:

  • Action Comics #1002
  • Detective Comics #987
  • West Coast Avengers #1
  • The Punisher #1

Vamos lá?

Action Comics #1002 (Brian Michael Bendis / Patrick Gleason)

Bendis continua sua história urbana em Action Comics com arte cada vez mais espetacular de Patrick Gleason. No segundo capítulo da trama de máfia que o autor está contando, descobre-se a causa dos incêncios em prédios de Metrópolis (que vinham desde a minissérie Man of Steel) e para que elas serviram.

Capa de Action Comics #1002 por Patrick Gleason.
Capa de Action Comics #1002 por Patrick Gleason.

O escritor também começa a se aprofundar mais no drama que Clark está vivendo como repórter, pessoa e super-herói, retomando velhas amizades, fazendo-o questionar seu estado atual e mostrar sua mais profunda frustração com a ausência da família destruindo meteoritos no espaço.

Gleason continua a fazer desenhos de encher os olhos. O jogo de sombreamento que ele oferece à arte insere o Superman em um conceito inédito para novos leitores, mas que tem tudo a ver com suas origens nos anos 1940. Bendis também está pegando o jeito de como lidar com alguns aspectos exclusivos do Superman, fazendo desta revista, provavelmente, sua melhor até agora.

Detective Comics #987 (Bryan Edward Hill / Miguel Mendonca)

A volta dos Renegados!

Hill encerra sua passagem por Detective Comics com algumas previsibilidades, mas cumpre o desejo seu e do editorial da DC de criar a ponte para o surgimento dos novos Renegados. Todo o contexto do arco On the Outside referenciou a velha equipe do Batman. Além das participações ativas de Raio Negro e Katana, o mercado negro da Markóvia marcou presença, relembrando os leitores dos tempos em que Geoforça estava no time original. Portanto, o final oferecido por ela nessa revista não poderia ser diferente.

Capa de Outsiders #1 por Tyler Kirkham.
Capa de Outsiders #1 por Tyler Kirkham.

É verdade que faltou a Hill oferecer um encerramento melhor para Karma, a ameaça do arco. Por outro lado, ele tem mostrado uma faceta do Batman que não é comumente vista, principalmente em sua leitura moderna. Portanto, o personagem grande destaque na história é o Raio Negro, que lidera o time em condições de crise em alguns momentos e arrebenta! Com uma série de TV renovada para outra temporada, o momento para o personagem não poderia ser melhor.

West Coast Avengers #1 (Kelly Thompson / Stefano Caselli)

Uma relutante Kate Bishop percebe que a Costa Oeste dos Estados Unidos está severamente fragilizada. Tudo isso graças a ameaças sobrehumanas. Fica a cargo da Gaviã Arqueira recrutar uma nova equipe de Vingadores da Costa Oeste. Com a “ajuda” de seu namorado Johnny Watts, de sua amiga America Chavez e de Clint Barton, Kate começa o recrutamento em uma edição que alterna entre um começo muito movimentado e divertido para cenas que são puramente um sitcom sobre super-heróis.

Capa de West Coast Avengers #1 por Stefano Caselli.
Capa de West Coast Avengers #1 por Stefano Caselli.

Com diálogos muito afiados e situações que unem personalidades totalmente incompatíveis (Quentin Quire e Gwenpool por exemplo), além de uma arte muito rica de Stefano Caselli, West Coast Avengers tem tudo para ser o novo quadrinho jovem da Marvel que cativará o nicho de leitores de franquias como Fugitivos e Jovens Vingadores. Um começo bem empolgante.

The Punisher #1 (Matthew Rosenberg / Szymon Kudranski)

Frank Castle largou a armadura de Máquina de Combate e parte para uma guerra em larga escala contra adversários muito mais poderosos que meros traficantes. Matthew Rosenberg finalmente tem espaço para começar a contar um arco do Justiceiro em moldes um pouco mais “normais”.

Capa de The Punisher #1 por Greg Smallwood.
Capa de The Punisher #1 por Greg Smallwood.

O resultado já é uma trama internacional envolvendo figurões do universo Marvel e um assassinato que vai impactar o panorama político da editora daqui para frente. A edição tem um ritmo de thriller político um pouco lento, mas ao final engrena. Apesar de provavelmente não agradar a todo tipo de leitor, traça um começo promissor para este primeiro arco do novo volume do quadrinho do Justiceiro.


O que você leu de Marvel e DC nesta semana, Zeronauta? O que mais gostou? Comente abaixo, e até a próxima Amálgama!

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com