[#SDCC2018] Heroes in Crisis, Velocistas e Mega-Evento em 2019

Diz a tradição que um velocista deve morrer em uma Crise no Universo DC. Heroes in Crisis pode trazer isso. Ou pelo menos é o que foi revelado por Dan DiDio, editor da nova grande história de Tom King, em um painel na San Diego Comic Con dedicado à saga. Mas antes disso, o autor, que estava acompanhado de um guarda-costas após receber ameaças de morte por causa de Batman #50, apresentou a nova saga da DC em um barco no evento. Todo decorado com máscaras e roupas brancas, o “Santuário” montado para receber jornalistas deu o tom do que vem por aí.

Como se sabe, Heroes in Crisis explorará traumas em super-heróis. Causados por eventos trágicos do passado ou pela violência da vida que escolheram. Os heróis terão tratamento no tal Santuário, um lugar criado pela Trindade da DC e construído pelo Batman com tecnologia kryptoniana. As máscaras fazem parte da opção do herói pelo anonimato ao circular dentro do local.

Capa da primeira edição de Heroes in Crisis por Clay Mann.
Capa da primeira edição de Heroes in Crisis por Clay Mann.

King diz que não se vê como criador do Santuário, mas sim a pessoa que o descobriu. Ele quer tratar o local como se já estivesse lá e os heróis fizessem uso dele há algum tempo. Ainda segundo o autor, Gladiador Dourado e Arlequina serão os principais suspeitos do crime a ser cometido na primeira edição (em que todo o Santuário será atacado, matando quase todos heróis nele instalados). Ele porque é o “rei das boas intenções”, segundo King; ela porque ela é uma sobrevivente.

Páginas e a sinopse da primeira edição também foram reveladas:

Há uma nova crise para os heróis do Universo DC e o evento mostrará como um super-herói lida com Estresse Pós-Traumático. Conheça o Santuário, um hospital ultra-secerto para heróis que estão traumatizados por conta de batalhas cósmicas e lutas contra o crime. Porém, algo inexplicavelmente dá errado quando diversos pacientes aparecem mortos, com dois conhecidos operadores se destacam como os principais suspeitos: Arlequina e Gladiador Dourado. Agora, cabe a trindade da DC formada pelo Superman, Mulher-Maravilha e Batman investigar”.O lançamento está programado para setembro nos EUA.

A saga começará a ser publicada em setembro nos Estados Unidos e terá sete edições. E se ela realmente trouxer a tradição de um Flash morrer, como acontece em toda Crise, não é como se faltassem opções no momento para King e Clay Mann. Inclusive Zoom, como descobrimos recentemente – aliás, é bem provável que seja ele, caso um Flash morra de verdade. Se for outro velocista, o leque de opções fica um pouco maior.

Além disso,

Scott Snyder, que atualmente está escrevendo a Liga da Justiça, revelou em um painel que em 2019 haverá um grande crossover no Universo DC. “Estamos trazendo tudo de volta”, afirmou. “Os Omega Titans, Barbatos, a Forja, tudo. Nosso objetivo é recompensá-los por tudo que vocês leram até hoje. Tudo culminará daqui a um ano em um evento no estilo de Metal. Não sei se deveria ter contado isso, mas pronto. Contei.”, conluiu.

O que será que pode ser, Zeronautas?

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com