Firefly: Obra televisiva de Joss Whedon vai para a BOOM! Studios

Quase todas as criações autorais de Joss Whedon foram para os quadrinhos. O mesmo aconteceu com Firefly, sua série de ficção científica com western e distopia criada em 2002. Ela foi licenciada pela Dark Horse em 2005 para que tivesse continuação em quadrinhos, pois durou apenas uma temporada e um filme, Serenity – A Luta Pelo Amanhã, lançado no mesmo ano.

Firefly estreou nos Estados Unidos na Fox em 20 de setembro de 2002, sendo cancelada após somente 11 dos 14 episódios produzidos terem sido exibidos. Na história, que acontece durante o ano de 2517, os humanos chegam a um novo sistema solar, e os telespectadores acompanham as aventuras daqueles que estão a bordo da nave renegada Serenity, da classe Firefly. Lá, estes nove personagens enfrentam problemas sociais, morais, políticos e éticos semelhantes aos que vivemos hoje.

A tripulação de Firefly em arte de Georges Jeanty.
A tripulação de Firefly em arte de Georges Jeanty.

Agora Firefly terá novos quadrinhos, pela BOOM! Studios. Assim como acontece nas HQs de Buffy e Angel, Whedon supervisionará a produção das novas histórias. Afinal, elas dão sequência direta ao trabalho que ele criou. “Veremos a história completa do encontro de Mal e Zoe e a missão na Guerra da Unificação – o bom e o ruim que a pressão da guerra traz a eles, assim como suas consequências”, afirmou o produtor, roteirista e cineasta em anúncio oficial à imprensa.

Os novos quadrinhos serão produzidos por Greg Pak (conhecido por Superman e Hulk) e pelo desenhista Dan McDaid. Segundo o anúncio, as revistas explorarão a Guerra da Unificação e as experiências dos membros da nave naquela época.

Como a BOOM! Studios agora tem a licença da franquia, os antigos quadrinhos da Dark Horse serão reimpressos por ela. Esta é a terceira grande franquia que a editora perde para outra empresa nos últimos. Star Wars e Conan, que ficaram anos com a Dark Horse, voltaram para a Marvel. Contudo, isso não indica que a companhia esteja mal das pernas; na verdade, ao que parece o foco dela é em quadrinhos autorais, mais lucrativos para ela e seus artistas. Vide maior espaço dado para nomes como Mike Mignola, Jeff Lemire e a recém chegada lendária editora Karen Berger.

Firefly #1 será lançada em novembro.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com