Amálgama #001: O que aconteceu na Marvel e na DC nesta semana!

Bem-vindos à nova seção do Terra Zero: Amálgama! Ela reunirá resumões dos principais eventos da semana nos quadrinhos Marvel e DC publicados às quartas-feiras nos Estados Unidos. Nesta semana de estreia, para quadrinhos lançados em 13/06/2018, Igor Tavares e Morcelli falam de:

  • Thor #1
  • Marvel Rising Alpha #1
  • S.H.I.E.L.D. #6
  • Hawkman #1
  • Plastic Man #1
  • Man of Steel #3
  • The Flash #48

Vamos lá?

Thor #1 (Jason Aaron / Mike Del Mundo & Christian Ward)

Jason Aaron é o arquiteto do universo Marvel atualmente. Com o título principal dos Vingadores em suas mãos e vários planos grandiosos na cabeça para 2018, Aaron é mantido no quadrinho do deus do trovão mesmo após a morte de Jane Foster. E convenhamos que de Thor o sujeito entende.

Capa de Thor #1 por Mike Del Mundo.

Odinson está de volta neste novo volume de Thor e tem que lidar com todas as repercussões do volume anterior. A primeira edição não tem a quantidade de amarras que se imagina com eventos passados e Aaron retoma ainda um de seus temas favoritos em uma história extra: o velho Thor. Com artes de Mike Del Mundo e Christian Ward, é uma estreia muito consistente na Marvel esta semana

Marvel Rising Alpha #1 (Devin K. Grayson / Georges Duarte)

Marvel Rising Alpha #1 não é uma nova série mensal, tampouco uma nova minissérie da Marvel. Então por que você deveria se preocupar em ler isso esta semana? Justamente por esses dois motivos. Por se tratar de uma edição única que promove uma colaboração entre as duas heroínas jovens mais importantes da Marvel atualmente (Garota Esquilo e Ms. Marvel), a história fechada se torna um ótimo material para conhecer e acompanhar o direcionamento que a editora dará a seus heróis jovens.

Capa de Marvel Rising Alpha por Gurihiru.
Capa de Marvel Rising Alpha por Gurihiru.

A revista é parte da campanha de promoção da nova animação Marvel Rising: Secret Warriors, a ser lançada ainda neste ano. Além disso, aa edição marca o retorno da roteirista Devin K. Grayson à Marvel. Grayson ficou conhecido por suas ótimas histórias com a Viúva Negra e contribuiu em arcos de Batman, Asa Noturna e na revista Detective Comics. Com a arte do brasileiro Georges Duarte, que mistura doses de realismo com toques cartunescos, Alpha é uma leitura leve e relevante que não exige conhecimento prévio e diverte.

S.H.I.E.L.D. #6 (Jonathan Hickman / Justin Weaver)

Você esperou sete anos pela conclusão da minissérie de ficção histórica de Jonathan Hickman e Justin Weaver. Finalmente a sexta parte de S.H.I.E.L.D., um dos melhores trabalhos de Hickman na Marvel, tem sua conclusão nesta semana.

Capa de SHIELD #6 por Gerald Parel.
Capa de SHIELD #6 por Gerald Parel.

Se você não conhece S.H.I.E.L.D., trata-se de uma reimaginação da organização da editora com figuras históricas, como Nostradamus e Nikola Tesla e ancestrais de alguns de seus personagens. Agora, finalmente temos Newton contra Michelangelo. A batalha final está aqui. Leia desde a primeira edição e divirta-se com esta louca história de Hickman

Plastic Man #1 (Gail Simone / Adriana Melo)

Eel O’Brien está de volta em aventuras solo nas mãos de Gail Simone e da brasileira Adriana Melo! Nesta edição de estreia o passado é relembrado; o Homem-Borracha surgiu de um acidente, mas não foi o acaso que o tornou parte benfeitor, parte agente do (bom) caos.

Homem-Borracha em arte de Aaron Lopresti.

Eel recebe a visita de Obscura, uma agente da Espiral que precisa de seus poderes elásticos para se infiltrar numa organização. Enquanto isso, o herói da trama recebe uma ligação do velho amigo Benny, apenas para encontrá-lo morto. Coisas sinistras estão acontecendo!

Revista divertida e com o espírito do personagem. Simone mais uma vez mostra sua versatilidade como escritora ao fazer humor de qualidade.

Man of Steel #3 (Brian Michael Bendis / Ryan Sook & Jason Fabok)

Brian Michaels Bendis parece estar à vontade escrevendo o Superman. Contudo, seus vícios narrativos ainda o impedem de desenvolver uma trama atraente para os fãs do Homem de Aço, tão acostumados a ver o super-herói passar pelas mais diversas situações.

Capa de Man of STeel #3 por Ivan Reis.

Bendis retoma a cidade engarrafada de Kandor (algo que não aparecia há anos na cronologia tradicional da DC) apenas para resumi-la a pó após um ataque do monstruoso Rogol Zaar. Ao lado da Supergirl, o Superman chorou com a destruição de tantos kryptonianos (“os verdadeiros últimos filhos de Krypton”) e agora o pau vai quebrar! Enquanto isso, os incêncios estranhos que dominam Metrópolis recebem a ajuda do Batman para serem resolvidos.

Revista mediana, com um Bendis pouco ousado e sem sair de suas zonas de conforto. Destaque para a arte de Ryan Sook, apoiado por uma página dupla de Jason Fabok.

Hawkman #1 (Robert Venditti / Bryan Hitch)

Em uma estreia bem diferente do que foi feito com o Gavião Negro nas últimas décadas, a dupla formada por Robert Venditti e Bryan Hitch cria uma versão do personagem como nunca vista antes. Em vez do batedor hiper masculinizado de outrora, o novo Carter Hall parece mais um Indiana Jones com asas do que o clássico Gavião Negro que conhecíamos. Ele é mais amistoso e equilibrado que o homem violento e impulsivo mostrado no passado, principalmente na antológica revitalização feita por Geoff Johns na década passada.

Capa de Hawkman #1 por Stejpan Sejic.
Capa de Hawkman #1 por Stejpan Sejic.

Vindo diretamente dos eventos de Dark Nights: Metal, o novo Cartel Hall está vivo, mas sem deixar de lado sua complicada bagagem do passado. A revista reapresenta o personagem de forma diferente, mas não se esquece de tudo que ele já foi um dia. O que pode-se dizer é que sua selvageria foi transformada em equilíbrio, um que cabe perfeitamente no ambiente social em que vivemos atualmente.

Os destaques não vão só para a baita aventura trazida na revista e as mudanças drásticas feitas no personagem: não há menções à Kendra Saunders, o que não é necessariamente ruim. Levando-se em conta que o objetivo no momento é restabelecer Carter Hall entre os fãs, deixá-lo sozinho por um tempo, mesmo que a relação entre eles seja importantíssima, é o mais recomendado. E a arte de Bryan Hitch também não faz mal a ninguém, não é mesmo?

The Flash #48 (por Joshua Williamson / Howard Porter)

Flash War Parte 2! Barry Allen e Wally West!

Barry Allen e Wally West foram levados para o futuro para serem julgados pelo assassinato de Eobard Thawne. A Galera de Vilões do século 25 é formada por super-heróis, não por supervilões, como na versão tradicional da cronologia da DC. E o que aconteceu na revista do Flash nos últimos tempos está tendo repercussões nesta guerra.

Capa de The Flash #48 por Howard Porter.
Capa de The Flash #48 por Howard Porter.

Os velocistas foram enganados por Zoom, e agora Barry Allen, Iris West e Kid Flash tentam desfazer a bagunça e salvar o Flash Wally West. Enquanto isso, Zoom faz a cabeça de Wally sobre como ele pode trazer sua família de volta entrando na Força de Aceleração. Mais alguém ouviu Flashpoint 2 aí?


O que você leu de Marvel e DC nesta semana, Zeronauta? O que mais gostou? Comente abaixo, e até a próxima Amálgama!

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com