[#Superman80Anos] Mais uma vez: Parabéns (e obrigado), Superman!

[Nota do autor: Sejam bem-vindos aos 80 anos do Superman! No decorrer de todo 2018, teremos textos inéditos e reedições dos maiores textos que o Terra Zero já fez sobre o personagem, para celebrar mais uma década de sua vida reluzente e inspiradora. Não percam!]

“Você é um arquiteto, Clark. Você está construindo um futuro. Eu sou um bombeiro. Apago incêndios o melhor que posso. Em seguida, vou para o próximo. Construa seu futuro, Kent. Eu tenho trabalho a fazer.” — Batman

Aconteceu de novo. O Superman está completando mais uma década de vida e continua construindo um futuro melhor para todos nós. Com nada menos que 80 anos, como ele consegue ser relevante ainda hoje? Outros personagens que surgiram na mesma época – ou até um pouco antes dele – não tiveram a mesma sorte. Marketing? Sempre ajuda, é claro, assim como a exposição na mídia com cinema, séries de TV, animações etc. Contudo, há algo mais importante que isso. Algo acima disso: o valor humano. A vontade de fazer o bem. O altruísmo. Abraçar a humanidade como um de nós. Incorporando o melhor de nós.

Superman, o símbolo da esperança.
Superman, o símbolo da esperança.

Hoje, dia do lançamento de Action Comics #1000, faz exatamente 80 anos que Action Comics #1 foi publicada nos Estados Unidos contendo histórias escritas por Jerry Siegel e desenhadas por Joe Shuster, criadores do personagem. O espírito do que eles conceberam naquela época permanece vivo até hoje. O personagem pode ter sido moldado para os novos tempos, ter sido puxado e esticado até onde não podia mais em determinados momentos de sua carreira, mas, no fim das contas, a invulnerabilidade de seu espírito é o que o mantém vivo na cultura e amado pelos fãs.

Quando o Superman completou 75 anos de carreira, o Terra Zero estava bem estabelecido e senti-me compelido a fazer algo por ele. Desde a minha infância o personagem não me decepcionou. Não importa se fizeram filmes ruins, se ainda se publica quadrinhos de qualidade duvidosa estrelados por ele. O que é importa é quem ele é e a mensagem que me passa desde que eu era pequeno. Desde que vi aquela tosqueira chamada Superman IV – Em Busca da Paz.

O que nasceu como uma ideia de ser uma exposição sobre o personagem transformou-se em um livro analisando toda sua trajetória através das décadas, desde a definição do arquétipo do super-herói, após seu nascimento, até sua transformação no protetor messiânico e contemporâneo que temos hoje. Assim nasceu Fazendo O Homem Acreditar, que financiei no Catarse naquele mesmo ano com a ajuda de todos vocês e diversos artistas que acreditaram nesta ideia!

Capa de Fazendo O Homem Acreditar, o livro que dediquei ao Superman. Capa de Daniel HDR.
Capa de Fazendo O Homem Acreditar, o livro que dediquei ao Superman. Capa de Daniel HDR.

É um dos maiores orgulhos que tenho na vida – acreditem, ver seu livro impresso pela primeira vez faz o coração palpitar. Ainda é pouco perante tudo que o Superman fez por todos nós – toda as vezes em que ele mostrou que poderíamos ser melhores através dos olhares de seus maiores escritores. Em qualquer mídia. Mas foi feito com carinho.

Contudo, o ápice disso tudo aconteceu dois anos depois, quando Mark Waid veio ao Brasil. Sua importância e seu amor pelo Superman são inquestionáveis e mundialmente famosos. Enquanto fazíamos nossa entrevista com ele, expliquei que tinha sido a primeira pessoa no Brasil a escrever um livro sobre o personagem e queria entregar um exemplar a ele. Disse: “Sei que você não sabe português, mas faço questão de te dar este livro de presente. Falei muito de você aí”. O cara não só ficou super empolgado, como pediu que eu autografasse a bagaça! Saquem as provas do crime:

Autógrafo para Mark Waid no livro Fazendo O Homem Acreditar.
Autógrafo para Mark Waid no livro Fazendo O Homem Acreditar.
Mark Waid e Felipe Morcelli na CCXP 2015.

Mark Waid e Felipe Morcelli na CCXP 2015.

Autógrafo para Mark Waid no livro Fazendo O Homem Acreditar.

Jamais conseguiria isso sem o Terra Zero, mas, acima de tudo, jamais conseguiria isso sem o Superman. E jamais conseguiria tantas outras coisas que mudaram minha vida desde que nos conhecemos.

Portanto, feliz aniversário, meu velho amigo. Eventualmente todos aqui iremos embora. Você permanecerá. Continue salvando o mundo que deixaremos para você.

[Fiquem ligados no Terra Zero nos próximos dias para mais artigos de 80 anos do personagem e uma cobertura completa da nova fase do Superman, escrita por Brian Michael Bendis!]

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com