DC: Com semelhanças a Marvel Legacy, No Justice tem Kirby e Trindade

É inegável que a DC está preparando algo grande para o pós-Metal, saga que se estendeu por quase um ano e que está acabando agora nos Estados Unidos. Com No Justice, HQ em quatro partes feita principalmente por Scott Snyder, Joshua Williamson e Francis Manapul, a editora das lendas irá institucionalizar uma nova leva de conceitos para o futuro de seu universo.

Podemos começar falando de uma semelhança que o CBR notou entre No Justice e Marvel Legacy, publicada ano passado. Como se já não fosse grandioso o fato da Atlântida ter emergido, tivemos o vislumbre de seres cósmicos em armaduras kyrbianas, muito semelhantes aos Celestiais da Marvel. Isso aconteceu porque, como é comum em quadrinhos de super-heróis, o bem venceu, mas não sem liberar uma série de outras coisas que terão consequências nada agradáveis para o universo – ou para o multiverso, no caso.

Em um painel em particular, desenhado pelo brasileiro Ivan Reis, estas entidades kyrbianas observam a Terra como se estivessem decidindo sobre o destino de nossa existência.

O futuro de No Justice e da DC em página de Metal feita por Ivan Reis.
O futuro de No Justice e da DC em página de Metal feita por Ivan Reis.

Elas são Entropia, Sabedoria, Maravilha e Mistério (sim, você leu direitinho: o Mapa do Multiverso continua sendo ativamente explorado!). Os leitores da Marvel sabem que algo semelhante aconteceu em Marvel Legacy #1, do ano passado, dando sequência a um Celestial enterrado aparecer na Terra e convocar um “Hospedeiro Final”. Todas essas entidades têm visuais “kirbyanos” muito parecidos, em ambas as editoras. Isso não significa que elas estejam contando a mesma história, é claro – em Metal, o que sabemos até agora é que essas entidades foram liberadas quando a Liga da Justiça abriu a brecha que está ilustrada no destaque do post em arte de Francis Manapul.

É sabido que uma nova Trindade será formada a partir daí, comandada por John Stewart, Moça-Gavião e Caçador de Marte. Seus papéis dentro da dinâmica das agora três equipes de Liga da Justiça ainda não estão definidos, mas a DC anunciou no fim da semana passada que quer dar destaque a eles. A escolha é interessante, pois cada um destes personagens representa um momento diferente das diversas eras da DC: Caçador de Marte é da Era de Prata; John Stewart é da Era de Bronza; Kendra Saunders é da Era Moderna. Tanto suas representações como suas respectivas naturezas e habilidades e defeitos podem dar uma nova cara à liderança dos super-heróis DC. Tudo pelo que eles passaram, segundo Snyder, será importante para o que vem por aí.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com