Terra 53 – S01E00 Piloto: Paternidade no Renascimento DC

Sim, Zeronautas, sejam bem-vindos à Terra 53! Neste episódio piloto da nova atração em vídeo do Terra Zero falamos sobre um tema recorrente no início do DC Renascimento: a paternidade! O conteúdo destes primeiros meses da nova fase da DC é discutido aqui com exemplos e pensamentos sobre os números iniciais dos principais lançamentos da DC desde que o Renascimento começou!

Importante: este é um episódio piloto. Detalhes técnicos como captação de som e iluminação serão melhorados com o passar dos episódios.

Importante 2: A continuidade da atração depende da recepção de vocês! São os likes, dislikes e comentários que vão nos apontar para o caminho certo com o Terra 53. Participe! Opine!

Importante 3: Este vídeo foi gravado antes da chegada dos volumes encadernados de Supergirl e Batgirl & Aves de Rapina às bancas.

Ficha Técnica:

  • Montagem de Pauta: Morcelli
  • Apresentação: Morcelli
  • Edição: Load, do canal Black Pipe
  • Design: Brunão

Merchan:

Inscreva-se em nosso canal!

Terra Zero e ComicPod nas Redes Sociais:

twitter cpfbt0cpytt0cpfbfdatwitter t0tmblrt0

  • Da Roça

    Muito boa a iniciativa, e muito rica a observação. Eu não coleciono mais mensais, só compro encadernados. Como consequência “passo batido” em muita coisa, subtexto então, nem tem como opinar, por isso achei bem interessante propor uma discussão não sobre aquilo que é o mote central da história, mas sim, as metáforas, subtextos e histórias paralelas que compõem o todo. O formato “curto” e pautado por um único tema, também é digno de elogios, fugindo completamente da análise geral de determinadas obras, que hoje é abrangida pelo site, em outros formatos como o Comicpod.

  • VictorMex

    Muito bom, parabéns Morcelli, que venham muito mais.
    Só ressaltando que havia reparado nessa “temática” mais paterna, desde Superman, em que ele lida em como ser um exemplo, não somente para o mundo, mas principalmente para seu filho, Jonathan; Em Batman e Flash, no arco “The Button” (que é um evento importantíssimo), Bruce – não quero dar spoilers aqui – se reencontra com uma pessoa muito especial, que vai mudar seus pensamentos e a moldar seu caráter.
    No próprio Renascimento, Barry trata Wally como um filho ao se recordar de sua essência – é um momento muito bacana e emocionante (pelo menos para mim).
    Mais do que isso tudo, acredito que a manobra da DC, ao final disso tudo, seja a de resgatar o sentido de legado, de criar conexões com esses novos personagens e/ou antigos, por exemplo:
    – Dick Grayson é amado por muitos;
    – Wally é o Flash definitivo, mas Barry é importantíssimo também;
    – Jon, putz, que personagem fantástico.
    Afinal de contas a Sociedade da Justiça está a porta, eles são os pioneiros, a Liga da Justiça, teoricamente, é seu maior legado, talvez todo esse “rememorar” (no sentido mais platônico possível) seja sobre como antagonizar com os personagens de Watchmen, pois são opostos da mesma essência.
    Enfim, já escrevi demais…. parabéns novamente TerraZero.
    Abraços.