[#CCXP2017 #Review] Hell No!, HQ de Leo Finocchi, é diversão pura

Hell No! é o mais novo quadrinho de Leo Finocchi, figura carimbada no mercado nacional por participar de projetos como Pequenos Heróis, MSP Novos 50 e também criar seus próprios quadrinhos, como Nem Morto, e trabalhar no mundo da animação. Finocchi se lança aqui às profundezas das trevas para mais uma narrativa infernal.

Finocchi conta em Hell No! a história de Lúcio, um filho do Diabo com uma humana, ou seja, um híbrido, que precisa ir à escola todos os dias – no Inferno! Com dois irmãos demoníacos puros e nada alegres e tê-lo como similar, Lúcio tem uma vida de merda engraçadíssima, recebendo a culpa por tudo que dá errado à sua volta e tendo como amigo um demônio que gosta de Deus, da Bíblia e de Jesus. Ironia pouca é bobagem.

Capa de Hell No! de Leo Finocchi.
Capa de Hell No!, de Leo Finocchi.

Lúcio passa por adversidades que a maioria de nós passou na escola. É o típico zoado da escola brasileira, que é um pouco diferente do que acontece nos Estados Unidos. Na verdade, Finocchi até coloca um certo clichê americano com o irmão fortão e esportista do protagonista, mas ele tem muito mais a ver com os bombados de academias brasileiras que arquétipos narrativos estadunidenses. Ou seja, Hell No! tem identidade própria, tal qual seus personagens singulares e detestavelmente amáveis.

Financiado no Apoia.se e no Catarse, o projeto foi adotado e colocado no mercado pela Balão Editorial, que fez um trabalho profissional e deu total liberdade criativa para o artista contar sua história. Ponto positivo para a editora pela atitude e por enxergar o potencial da HQ.

Não se enganem: apesar de ter o Diabo e seus asseclas como protagonista, Hell No! é um dos lançamentos mais divertidos, diferenciados e redondos da CCXP 2017, capaz de oferecer entretenimento na medida certa. De satânico, sombrio e demoníaco a HQ não tem nada; Finocchi está afiado tanto em traço como em roteiro, oferecendo graça e divertimento com um quadrinho honesto e bem feito.


Sinopse/Ficha Técnica:
Título: Hell No! Meu Pai é o Diabo
Roteiro e Arte: Leo Finocchi
Páginas: 32
Publicação: Balão Editorial (Novembro de 2017)
Idioma: Português
Preço de Capa: R$ 18,00

Sua família, seu colégio, sua vida, tudo é um inferno quando seu pai é o Diabo! Hell No! Meu Pai é o Diabo conta a primeira parte da história de Lúcio, filho bastardo do Diabo em pessoa, que tem que te lidar com sua condição de semi-demônio em uma escola para demônios, no qual sua principal preocupação são os malas dos seus dois meio-irmãos. Mas o jogo de poder no Inferno está prestes a mudar.



Obs: A versão original deste texto dizia que a HQ de Leo Finocchi era baseada em Hell, um dos colaboradores do site Melhores do Mundo, e que a equipe do site teria tido participação na produção do conteúdo. Esta informação estava incorreta e foi corrigida: a obra toda é de Finocchi e o auxílio do MdM foi na divulgação da obra.