[#NYCC Dia 2] Superman: Reunião de Johns/Donner e HQ inédita de Siegel/Shuster

Além da saraivada de novidades que a DC divulgou no início da NYCC deste ano, ela também divulgou planos comemorativos para o Superman. Em 2018 o herói fará 80 anos e sua principal revista, Action Comics, chegará às 1000 edições. É o maior feito no mundo super-heroico até hoje e a editora não vai deixar uma oportunidade dessa passar.

Mas o que realmente haverá durante o ano que vem todo? Ainda não sabemos, contudo já temos detalhes da Action Comics #1000 e de seu impressionante conteúdo.

Vamos a eles?

Primeiramente, ela está agendada para sair em março de 2018. Portanto, a solicitação e as capas variantes devem ser reveladas ainda neste ano. Em termos de artistas, a comemoração dos 80 anos do Superman terá histórias inéditas de Dan Jurgens e Peter Tomasi, nomes muito associados ao personagem há alguns anos e que dispensam apresentações aos fãs do azulão. No entanto, não é este o verdadeiro chamariz de Action Comics #1000.

Paul Levitz, lendário autor e ex-presidente da DC, será o editor da revista. Além disso, ela será acompanhada de uma versão em capa dura de Action Comics #1, de 1938, acompanhada de ensaios autorados pelo próporio Levitz e pelo cenógrafo, cartunista e autor Jules Feiffer. Haverá histórias que passarão pelos maiores momentos da longa vida do Homem de Aço, apresentando Supergirl, Brainiac e a Fortaleza da Solidão.

E não é só isso.

Geoff Johns e Richard Donner em evento de lançamento do Superman II - The Richard Donner's Cut em 2006.
Geoff Johns e Richard Donner em evento de lançamento do Superman II – The Richard Donner’s Cut em 2006.

Em Action Comics #1000, Geoff Johns e Richard Donner farão uma reunião para uma história curta do Superman. Ambos trabalharam juntos nos anos 1990, quando Johns era assistente do lendário cineasta; a parceria foi repetida na década passada quando ambos fizeram histórias inéditas para a publicação Action Comics, muito anos do advento dos Novos 52.

Fechando o volume com chave de ouro estará uma história inédita de Jerry Siegel e Joe Shuster, arquivada na DC, segundo a editora, desde os anos 1960. Portanto, ela não deve ser o conto que seria publicado em Superman #7, The K-Metal from Krypton. Nela, a dupla apresentaria o que se tornaria a kryptonita no futuro e revelaria a identidade do Superman para Lois Lane, o que mudaria toda a relação deles. Isso em 1941! Contudo, a DC vetou a história e ela se perdeu com o passar dos anos.

Na década de 1980, Mark Waid, então um estagiário e arquivista da editora, descobriu algumas páginas originais de Shuster e tentou reviver o conto, tendo até ajuda de Alex Ross. Mas não conseguiram. Nos últimos anos, alguns artistas independentes (e até Jon Bogdanove, que trabalhou anos no título do Superman nos anos 1990) conseguiram reconstruir a história.

Mais sobre isso foi discutido no livro deste que vos fala, Fazendo O Homem Acreditar, lançado via Catarse em 2014.

  • Daniel Rocha

    Ai sim hein! O azulão merece, depois tantas cagadas nesses últimos anos. Espero que a panini faço algum lançamento especial quando sair aqui.

  • Camilo Lelis Ferreira da Silva

    Tomara que os Fãs Comprem muito a Action Comics 1000 para o Azulão voltar a ter o mesmo valou que seu companheiro endeusado…

  • Felagund

    As historias do Johns e Donner no Super são até hoje algumas das minhas favoritas do personagem. Ultimo filho, Legião, Mundo Bizarro.

    Grandes expectativas.