[Review] Wytches, de Snyder e Jock

Histórias sobre bruxas é sempre carregadas de horrores e dramas. Existem tantas relatos e contos populares sobre esses seres horripilantes que são rodeados de mistérios e que fazem o imaginário popular ser seduzido para obras que relatam essas mulheres. Em Wytches, de Scott Snyder e Jock, não é muito diferente, já que essa HQ tem um poder de sedução em suas páginas como poucas. Aqui, temos um conto de terror poderoso sendo relatado.

Wytches é uma das primeiros títulos a ser trazido para o Brasil pela editora Darkside, estreando o selo Darkside Graphic Novel. A editora, que ficou conhecida no mercado nacional pelo alto cuidado editorial em seus livros, entrega um trabalho acima da média e surpreende pelo excelente tratamento do material de Snyder e Jock.

A história da HQ explora os Rooks, uma família que acabou de passar um grande trauma e está de chegada na cidade de Litchfield, onde busca recomeçar a vida. Porém, sempre sabemos que essas mudanças não são fáceis, já que todos tem que se adaptar.

O pai Charlie está tentando fugir de um bloqueio criativo para escrever seu novo livro infantil, Lucy é a mãe que está se adaptando a viver em uma cadeira de rodas, após um acidente de carro, e Sailor, a filha, acabou de passar por um trauma psicológico pesado por conta do bullying que estava sofrendo na antiga escola e pelo seu desfecho horripilante.

Tudo parece que está indo bem com a família até o momento que Sailor é visitada por uma mulher que diz que ela precisa fugir ou vai virar alimentos das Bruxas. Neste ponto de virada da história, passamos a acompanhar Charlie indo até seu limite para entender os mistérios que se escondem na floresta e nos habitantes de Litchfield.

Wytches é uma HQ bastante densa. O grande acerto desse título é pegar uma vertente batida de terror como bruxas e dar uma nova roupagem. Scott Snyder sai da sua praia e parte para seu trabalho mais intenso, é perceptível em seu texto, o quanto ele gosta e entende sobre o assunto que está escrevendo. O quadrinho tem uma trama episódica que faz que o leitor fique preso durante toda a leitura, conseguindo transmitir a tensão dos personagens para quem está como espectador na história.

Apesar da história trazer todos os clichês de filmes e livros sobre bruxas, a forma que os protagonistas são apresentados faz que você sinta afeição por eles, e as motivações vão aflorando. Podemos também perceber o quanto Jock tem peso na narrativa dessa história. O desenhista britânico, parceiro de longa data do roteirista, teve também que sair da sua zona de conforto, buscando deixar sua arte mais assustadora. Sua diagramação de páginas acaba ficando mais cinemática e se aproximando das películas de terror clássicas. A influência de filmes como Bruxa de Blair, Bruxas de Salém e até ecos de Carrie, A Estranha são encontradas nessa HQ.

O material ainda vem com extras excelentes para os fãs de bastidores. Nessa parte do álbum, você vai encontrar textos de Scott Snyder comentando um pouco sobre sua vida e sua curiosidade com bruxas, além do processo de construção dos personagens de Jock.

Wytches é, óbvio, um título para os fãs de quadrinhos de terror. Uma história de bruxas, que consegue usar os clichês ao seu favor e criar uma história competente para os ávidos leitores de HQs, sempre tão carentes de bons títulos explorando os terrores humanos, e viúvos da EC Comics.

3 Comentários

Clique para comentar

vinte − 13 =

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com