Elseworlds? Coringa pode ter filme solo com Martin Scorsese na produção

Não é a maior surpresa do mundo que a DC tenta investir em spin-offs do Batman, inclusive com o Coringa, seu maior inimigo, mas por essa ninguém esperava. Martin Scorsese está para produzir um filme solo do Palhaço do Crime, de acordo com nota publicada há pouco tempo no Deadline. No projeto estariam Todd Phillips (Se Beber Não Case) e Scott Silver (8 Mile – Rua das ilusões).

Segundo a nota, a ideia deste projeto é mostrar uma história de origem do Coringa não intercalada com suas versões cinematográficas anteriores. Ou seja, interpretações memoráveis como as de Jack Nicholson e Heath Ledger (e as não memoráveis, como a de Jared Leto), estariam fora de questão. É esperado que Leto repita o papel na sequência de Esquadrão Suicida (e até em The Batman), mas, neste novo projeto, o que a Warner quereria é investir em uma versão mais jovem.

Jared Leto como Coringa em capa da revista Empire.
Jared Leto como Coringa em capa da revista Empire.

A notícia ainda informa que a intenção do trio envolvido com o Coringa é fazer um filme hard-boiled situado nos anos 1980. Em Gotham City, é claro, mas com caras da Nova York que Scorsese mostrou em Taxi Driver e Touro Indomável.

O que é interessante nesta informação (ainda não confirmada pela Warner) é que o objetivo deste filme é dar vida a um novo braço do uso cinematográfico de propriedades da DC. Se o tal novo Coringa não tem relação com o que foi previamente lançado, tampouco conecta-se aos filmes atuais do chamado DC Extended Universe, isso só pode significar uma coisa: Elseworlds (ou Túnel do Tempo, em português).

Para os leitores mais novos, Elseworlds era um selo que a DC usava para lançar histórias com versões diferenciadas de seus personagens, versões que não tinham conexões com a cronologia oficial. Isso foi fundado poucos anos depois da Crise nas Infinitas Terras, que deu fim ao Multiverso, obrigando quadrinistas a lançarem histórias diferenciadas com os heróis da DC sob este selo. Foi daí que vieram Batman: Chuva Rubra, Superman – Entre a Foice e o Martelo e Mulher-Maravilha: Amazônia, por exemplo.

O Coringa de Heath Ledger. O ator morreu pouco depois de acabar as filmagens e faturou um Oscar no ano seguinte por sua interpretação.
O Coringa de Heath Ledger. O ator morreu pouco depois de acabar as filmagens e faturou um Oscar no ano seguinte por sua interpretação.

Como o filme solo do Flash foi oficializado como uma adaptação de Flashpoint durante a SDCC deste ano, é possível que ele abra leques infinitos de possibilidades para a Warner, lançando filmes de super-heróis com e sem cronologia. Ou seja, dentro ou fora do DCEU.

Está empolgado com a notícia, Zeronauta? Comente abaixo!

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com