[CCRS 2017] Escalpo, Red Son, Hanna-Barbera: confira os anúncios da Panini

No último fim de semana, a sede da Ulbra Canoas recebeu mais uma edição da Comic Con RS. No domingo, Levi Trindade, editor sênior da Panini, apresentou o cronograma de lançamentos da editora para o restante de 2017, com o auxílio de Vinícius, do canal Dois Quadrinhos. E o anúncio foi bastante recheado, contando com grandes novidades de Marvel e DC. Dentre os quadrinhos anunciados, estão clássicos como A Morte do Capitão Marvel, Entre a Foice e o Martelo e as tradicionais reimpressões de Reino do Amanhã, Marvels e Watchmen. Dentre as novidades, estão Guerra Civil 2, parte da linha Hanna-Barbera e anúncios do Millarworld.

O Terra Zero preparou tópicos para mostrar os lançamentos por editoras americanas. Confira abaixo!

Marvel

O primeiro anúncio do painel foi o já esperado lançamento de Guerra Civil 2, que começa já em setembro. De acordo com Levi Trindade, o quadrinho será lançado no formato minissérie mensal, com cada edição nacional compilando duas americanas. O nosso editor Igor Tavares resenhou todas as edições da mini original, e você pode conferir os textos aqui.

A linha Biblioteca Histórica Marvel teve dois anúncios: Torneio dos Campeões e mais uma edição de Tumba do Drácula. Como o Torneio possui apenas uma edição, não chegará as bancas com o tradicional box. Levi não anunciou com precisão as datas destes lançamentos.

Um clássico da Marvel também foi anunciado durante o painel: A Morte do Capitão Marvel. A história traz um dos momentos mais importante dos quadrinhos daquela época, que foi a morte do Capitão Marvel original, Mar-Vell, que, ao contrário do esperado de um herói dos quadrinhos, não padeceu em uma batalha cósmica contra seus inimigos alienígenas e, sim, em uma silenciosa luta contra o câncer. O histórico quadrinho receberá uma edição de luxo, em formato semelhante ao visto em outros clássicos, como Deus Ama, o Homem Mata e Doutor Estranho: Shamballa.

 

Primeira edição de A Morte do Capitão Marvel no Brasil, que foi lançado na linha “Graphic Novel” da editora Abril.

Brian Michael Bendis marcará presença nas bancas não apenas por conta de Guerra Civil 2. O Demolidor vai receber mais uma edição de luxo, que além de finalizar a fase do careca, vai iniciar a de Ed Brubaker. A compilação vai receber o nome de “Decálogo”. Também aproveitando a popularidade da personagem Jessica Jones graças à série da Netflix, a Panini anunciou o relançamento da Alias de Bendis e Gaydos. Ao contrário da primeira vez, Alias será lançado num formato apropriado para as livrarias.

Neil Gaiman também será contemplado nos lançamentos da Casa das Ideias. 1602, a sua reimaginação do Universo Marvel no período da inquisição, ao lado de Andy Kubert, ganha uma edição com todo o requinte que merece. Ainda não há uma data específica, mas ainda neste ano as livrarias receberão o material.

Um importante quadrinho de Frank Miller chegará a tempo de ser comercializado na CCXP. Elektra Vive será lançado em formato de luxo. É a primeira reimpressão desse material em mais de 20 anos.

Fechando os anúncios da Marvel, Levi Trindade garantiu que encadernados de Star Wars chegarão ás bancas. Serão o arco “Showdown on the Smuggler’s Moon”, que traz Luke Skywalker com R2D2 em uma aventura na lua. Uma minissérie de Darth Vader também chegará as bancas em formato compilado. O Pantera Negra receberá ainda dois encadernados, seguindo a estratégia da Marvel de popularizar o personagem pelo mundo a tempo do seu filme solo, em 2018.

DC

O primeiro quadrinho da Editora das Lendas a receber atenção no painel foi Liga da Justiça vs Esquadrão Suicida. Serão dois volumes compilando as quatro edições americanas. Justice League of America também foi anunciada, em uma edição que vai compilar todos os tie-ins e a primeira edição da série. No formato encadernado, Batgirl, Superwoman e Aves de Rapina também chegarão às bancas, fechando assim a roda de anúncios do Renascimento DC.

Após meses de espera, finalmente a linha Hanna-Barbera chegará ao Brasil. Os Flinstones de Mark Russell e Steve Pugh, e Future Quest, de Jeff Parker, Evan Shaner e Steve Rude chegam ainda em 2017. Ambos receberão uma edição encadernada, compilando os primeiros arcos de cada título. Segundo Trindade, Scooby Apocalypse e Corrida Maluca estão no radar para 2018.

A marcante fase de Geoff Johns frente ao Lanterna Verde (pré-Flashpoint) chegará ao seu fim. A Noite mais Densa receberá uma edição de luxo, compilando a última fase do guardião esmeralda antes do reboot dos Novos 52. Quem também chega ao fim é Gotham Central, que traz a quarta e última edição da série de Greg Rucka e Ed Brubaker.

Após uma pesquisa da Panini, foi constatado que Entre a Foice e o Martelo, a reimaginação do Superman soviético feito por Mark Millar, era um dos maiores desejos dos leitores da DC. Atendendo a esse anseio, a Panini lançará uma edição de luxo do material. Ainda neste ano, nas bancas e livrarias.

Na virada dos anos 1990 para os 2000, Paul Dini e Alex Ross se juntaram para celebrar os maiores heróis do Universo DC em edições de luxo, captando a essência das figuras mitológicas modernas. Mais de dez anos depois de seu primeiro lançamento no Brasil, a Panini irá relançar esse material, em uma caprichada edição. The World’s Greatest Superheroes é um dos lançamentos da Panini para a DC em 2017.

Falando em Paul Dini, o seu mais recente trabalho com o Homem Morcego, a emocional e potente Dark Night:: a True Batman Story chega a tempo da CCXP. A autobiográfica obra de Dini foi anunciada com exclusividade pelo Terra Zero há alguns anos, em entrevista com Eduardo Risso, e resenhada pelo site no ano passado.

 

Capa de Dark Knight: A True Batman Story em arte de Eduardo Risso.
Capa de Dark Knight: A True Batman Story em arte de Eduardo Risso.

Vertigo

A Vertigo teve cinco importantes lançamentos divulgados no evento gaúcho. A primeira notícia é que Escalpo, seminal trabalho de Jason AaronR.M. Guéra, chegará ás livrarias no mesmo formato que Y: O Último Homem. Segundo Levi Trindade, serão cinco edições que trarão a obra em sua íntegra.

Outros anúncios do selo foram a continuação de Xerife da Babilônia, Promethea e Vampiro Americano. A novidade fica por conta de Clean Room, que no Brasil receberá o título de Sala Imaculada. O quadrinho de Gail Simone traz a história de Astrid Mueller, uma famosa e influente guru dos ramos empresarial e psicológico. Quando o marido da jornalista Chloe Pierce morre lendo um dos livros de Astrid, ela passa a investigar quais segredos tal Sala Imaculada dos livros guarda.

Millarworld

O popular roteirista britânico terá quatro quadrinhos de seu universo particular (adquirido pela Netflix em um anúncio bombástico feito hoje) publicados no Brasil em 2017. Serão eles: MPH (na trama, quatro adolescentes de Detroit que descobrem uma droga que lhes dá supervelocidade durante sete dias), Starlight (homenagem de Millar a Flash Gordon), Chrononauts (dois gênios da ciência americanos embarcam, sob os olhos de todo o mundo, no primeiro experimento de viagem no tempo empreendido pela humanidade) e Círculo de Júpiter (prequela de O Destino de Júpiter, contando a história dos super heróis americanos dos anos 1930).

Outras editoras

Basicamente, o Stout Club terá a HQ Open Bar lançada na CCXP, e o último volume de Valente, de Vitor Cafaggi, foi adiado para maio do ano que vem.

Reimpressões

Seguindo o cronograma de reimpressões dos clássicos dos quadrinhos, ainda neste ano Watchmen, Reino do Amanhã serão relançados.


O Terra Zero ainda trará mais materiais da CCRS durante esta semana. Fique ligado!

  • Cinéfilo da Terra 2

    Nossa, muita coisa boa. Se somarmos isso com algumas coisas do Lendas e da Fase Rebirth…adeus dinheiro.

  • Leandro Silva

    Venhamos e convenhamos, né! “Red Sun” nem precisava de pesquisa nenhuma pra Panini saber que é praticamente o maior desejo de lançamento dos colecionadores, visto a tonelada de pedidos dos leitores há mais de 5 anos em seu site!!! Muito engraçado isso de “Após uma pesquisa da Panini…” rsrs
    No mais, um semestre bastante variado para os colecionadores, com ótimas opções de leitura. Muito bom.

    • Ed Oliver

      Ótimas? rsrsr! Voce esta sendo muito, mas muuuuito bonzinho Leandro!

      • Leandro Silva

        Desculpa, não entendi a ironia: vc quer dizer que não são ótimas leituras? achei bem válido os futuros lançamentos, principalmente pra quem ainda não conhece esse material rs. Mas, me desculpe minha simplicidade!

  • Josh W.

    Nada sobre Multiverso do Morrison desde do ano passado com adiamentos isso pois ela é um HQ recente.

    • Neo

      Bem lembrado. Falaram que era pro segundo semestre. Fora quando anunciam no hotsite e depois simplesmente apagam o post.

  • sergio reis

    Só pra ser chato…inumanos do Paul Jenkins nunca,Goldem Age também não,Starman é lenda Urbana….coisas da image como Descender,Injection,Black Science nem em pesadelo!!!é só a panini sendo Panini mesmo!só não é uma desgraça total pq depois de ZILHÕES de anos(e uma pesquisa de facebook)com resultado óbvio resolveram acabar com a espera de Red Son…

  • PCB

    “novidades”

  • VIDEOGAMEPLUS

    O artigo mais informativo sobre os anúncios da CCRS 2017.

  • Anderson

    LIGA DA JUSTIÇA VS. ESQUADRÃO SUICIDA NÃO FORAM 6 EDIÇÕES AMERICANAS??

    • Robert Roger Grosch Neto

      Sim, e cada edição da Panini trará 3 edições americanas.

  • Neo

    Caraca, que emoção em saber que A noite mais densa terá um encadernado de luxo!

  • Quanta informação errada, atrapalhada e mal cuidada!
    Só um exemplo, a fase de Jonhs com o Lanterna Verde pré-Flashpoint não se encerra com A Noite Mais Densa, na forma como a Panini vai publicar, pois a Panini republicará apenas as sete edições mensais da minissérie central, faltando ainda as sete edições do título mensal Green Lantern, no mínimo.