Asa Noturna será o astro da minissérie The New Order

Nem um pouco relacionada com a banda que surgiu na mesma época que o personagem, uma nova minissérie do Asa Noturna foi confirmada ontem pela DC. Intitulada The New Order, a história marca os retornos do escritor Kyle Higgins e do artista Trevor McCarthy às histórias do herói, e será lançada a partir de 23 de agosto deste ano com um total de seis edições mensais.

The New Order acontece dez anos no futuro da atual cronologia da DC, o que torna a história possível ou não de ser canonizada – tudo dependerá de como as coisas se desenvolverão a partir de agora na cronologia de Dick Grayson.

Primeira página de Nightwing: The New Order #1 feita pelas mãos de Trevor McCarthy.
Primeira página de Nightwing: The New Order #1 feita pelas mãos de Trevor McCarthy.

A sinopse oficial da mini diz:

Nightwing: The New Order á uma história que se passa em um futuro sem “armas”, um em que superpoderosos foram eliminados e considerados foras da lei. O homem responsável? Ninguém menos que Dick Grayson, o Asa Noturna, agora líder de uma força-tarefa governamental chamada Crusaders. Eles são responsáveis por caçar os Supers.

Quando reviravoltas fazem os Crusaders mirarem na própria família de Grayson, o ex-menino prodígio deve se voltar contra o sistema que ele ajudou a criar com ajuda das pessoas que ele vem caçando há anos: os últimos meta-humanos que restam no Universo DC.

Página de Nightwing: The New Order #1 feita pelas mãos de Trevor McCarthy.
Página de Nightwing: The New Order #1 feita pelas mãos de Trevor McCarthy.

Para quem não se lembra, Kyle Higgins foi o escritor que comandou o retorno de Dick Grayson à sua identidade de Asa Noturna quando do advento dos Novos 52. Com experiência em diversas outras revistas do universo do Batman, Higgins refez o personagem e o instituiu com algumas novidades, inclusive seu uniforme, na época com o logotipo em vermelho. Hoje ele voltou a usar seu azul tradicional.

No anúncio, Higgins deu algumas declarações sobre as razões de criar The New Order e como ele enxerga o personagem hoje: “Meus títulos favoritos da DC são aqueles que pegam os personagens que amamos e os jogam em futuros que são tanto familiares quanto aterradores, amarrados a questões morais que não são maniqueístas ou facilmente resolvidas. São histórias que dizem algo sobre nosso mundo e é isso que quero fazer com esta minissérie, contá-la sob as lentes de futuras gerações de heróis.”

Página de Nightwing: The New Order #1 feita pelas mãos de Trevor McCarthy.
Página de Nightwing: The New Order #1 feita pelas mãos de Trevor McCarthy.

Há quem acredite que esta minissérie tenha relação com o que a Marvel está fazendo com o Capitão América desde o ano passado. Não parece ser o caso. Na verdade, o máximo de semelhanças que podem haver até o momento é que ambos estarão, por razões diferentes, agindo contra aqueles que foram seus colegas de trabalho super-heroico e, em alguns casos, melhores amigos. Ainda há de se explicar por que Grayson virará as costas para estas pessoas.

De fato, a história parece se assemelhar, em termos de massacre, à hoje infame edição especial Punisher kills the Marvel Universe, de 1995, escrita por Garth Ennis e ilustrada por Doug Braithwaite, na qual, como o nome da história diz, o Justiceiro mata todos os heróis da Casa das Ideias, incluindo ele mesmo. Os motivos de Frank Castle, claro, parecem ser bem diferentes do de Dick Grayson. Ou sera que não? A história foi publicada no Brasil em 2001 pela Pandora Books com o título Justiceiro massacra o Universo Marvel.

Fiquem ligados no Terra Zero para maiores novidades sobre Nightwing: The New Order.