ComicPod #359 – Trailers da Liga da Justiça, Homem-Aranha e a polêmica da Marvel

What’s up, Comiqueiros! Nessa edição muito especial do ComicPod, Vlad “Focus”, Brunão, Dico Didiraja, Erika Atayde e Diego Bachini debatem sobre alguns acontecimentos das últimas semanas. Inciando sobre trailers da Liga da Justiça e Homem-Aranha: De volta ao Lar e por último discutindo a polêmica do encontro da Marvel Comics com lojistas.

AVISO: O Feed do ComicPod no iTunes mudou! O Novo Feed é: https://itunes.apple.com/br/podcast/terra-zero-portal-sobre-quadrinhos/id983115208

Duvidas, sugestões e correções no e-mail: contato@terra0.com.br

Links Comentados:

APOIE O PADRIM!!!!

padrim-texto

Ficha Técnica:

Merchan:

Terra Zero e ComicPod nas Redes Sociais:

twitter cpfbt0cpytt0cpfbfdatwitter t0tmblrt0

  • IDRIS ELBA RAMALHO

    Ainda não ouvi o pod, mas com o Vlad e a Erika vou ouvir com certeza.

    Sobre essa coisa da diversidade… acho muita sacanagem quando vejo algumas pessoas dizer que a Marvel tá sendo panfletária.
    Hoje temos muitos gibis com diversas etnias, e boa parte deles tem qualidade.
    Lembrado que a a DC lançou a Batgirl reformulada depois da Ms.Marvel, a Kamala Khan foi muito importante.
    O Miles é foda, caiu nas graças do público, e ele é negro e latino (e não, isso não é “exagerar na diversidade”).
    Os campeões, do Mark Waid, são um grupo de minorias e é foda nas vendas também!
    Diversidade sempre foi o tema da Marvel, desde seu início.
    E eles estão reforçando isso aos poucos.

    Quando dizemos que é “diversidade demais”, estamos colocando limites.
    E sinceramente, isso é triste de se ouvir, principalmente no século 21.

    • Turambar

      Eu não acho que a diversidade seja o problema, o Miles, a Kamala e a Thor Jane Foster estão aí para mostrar que com a diversidade também vem boas histórias, o problema são os personagens que vieram nessa onda de “vamos colocar mais diversidade nos nossos gibis” e até agora não tiveram uma história acima de mediana. Os maiores exemplos são o Amadeus Cho e agora a Riri Williams, o Capitão Sam Wilsom começou bem, mas hoje em dia as histórias dele são bem caídas. O problema da Marvel é que ela tem muitos títulos medianos e ruins e poucos títulos que valham a pena ler, e muita gente usa esses novos personagens como bode expiatório.

      • IDRIS ELBA RAMALHO

        “O problema da Marvel é que ela tem muitos títulos medianos e ruins e poucos títulos que valham a pena ler”.
        Verdade, mas acho que nunca foi muito diferente disso.
        A DC também tá nessa, de título realmente bons a gente tem o Super do Tomasi e Detective Comics (melhor HQ da bat-família nesse Rebirth).
        Tem vários que são legaizinhos, Batman do Tom King e Mulher Maravilha do Rucka, por exemplo. Mesmo assim, nenhum título realmente marcante, que a gente vai lembrar daqui a alguns anos e dizer “Puta que pariu, que foda!”

        Tenho lido mais coisa da Marvel, mas só mesmo os gibis que não são ligados aos mega eventos, esses são os melhores. Como a nova HQ da Jessica Jones, Pantera Negra (muito fodaaaa!), Garota Esquilo, Demolidor, Vingadores do Waid, Viuva Negra (também do Waid, com o Samnee), Velho Logan, Mercenário e por aí vai…

  • Adilson Alves

    Como sempre um podcast com análises muito pertinentes. Esse lance de diversidade é fundamental para a indústria, pois traz renovação.Terra Zero, esse dinheiro do Padrim tá sendo bem empregado. Parabéns!

  • Saia Jeans

    Gente, eu não pago nada pra ouvir o podcast. Então, não me sinto no direito de cobrar.

    Então, encarem meu comentário como sugestão.
    Se vocês melhorassem o áudio do podcast seria bem bacana, principalmente o Dico.

    Abraços!

  • Gilberto Santos Junior

    cagando o pau para o miles, mas o miles SÓ faz sucesso pq é o Peter na escola.