Valiant: “A chegada” das Armas Secretas em 2017

Logo no início de 2017, a Valiant Entertainment fez uma série de anúncios divulgando seus planos editoriais para 2017. Além do retorno de X-O Manowar em uma nova série regular em março, a editora anunciou uma parceria com o roteirista Eric Heisserer, indicado ao Oscar este ano pelo filme A Chegada, em uma nova minissérie chamada Secret Weapons, com o ilustrador de Wrath of the Eternal WarriorRaúl Allen.

Secret Weapons #1. Arte: Raúl Allen

Secret Weapons é uma franquia super-heroica da Valiant publicada durante a década de 1990 que consistia em um grupo heterogêneo de superseres liderados pelo Geomancer (indivíduo designado para proteção do planeta Terra com poderes e acesso às forças da natureza), Geoff McHenry. A equipe era composta originalmente pelos psióticos dissidentes da fundação HarbingerAmanda McKee Edward T. Sedgewick e teve adições de membros como Sonar, Para-Man, Tank e Mach posteriormente, ao ser liderada por Colin King, o Ninjak.

Na versão 2017 de Secret Weapons, Heisserer focará a história em Amanda McKee, codinome Livewire. A psiótica fundadora da primeira equipe de heróis da Valiant, Unity, e única humana a derrotar X-O Manowar em combate, agora recruta jovens psióticos rejeitados pela fundação Harbinger por terem poderes aparentemente inúteis para o combate. Na minissérie veremos uma moça que se comunica com pássaros e um jovem que tem o poder de fazer objetos brilharem enfrentando um vilão clássico da antiga Valiant chamado Rex-O. Heisserer afirma que se viu interessado especificamente em Livewire ao trabalhar nos roteiros de adaptações cinematográficas das franquias da Valiant nos últimos anos e propôs ao editorial da empresa um quadrinho para trabalhar esta personagem.

Ainda no primeiro semestre de 2017 – especificamente no final de maio, a Valiant anunciou o retorno de um de seus mais queridos personagens: Shadowman, em uma mini série em quatro partes que o reúne a Ninjak. O evento escrito por Matt Kindt (DivinityMind MGMT) e desenhado por CAFU (Quantum & Woody) se chamará Rapture e colocará os dois aliados mais a bruxa Punk MamboTama, a nova Geomancer do universo Valiant e todo o elenco místico da editora em uma batalha espiritual contra as forças malignas da entidade Babel. Segundo o editor-chefe da Valiant, Warren SimonsRapture é a maior exploração da mitologia de Shadowman até o momento na editora. O CEO da editora, Dinesh Shamdasani, descreve Rapture como O Senhor dos Anéis no universo Valiant. Uma jornada “Tolkieniana” que reúne os heróis místicos da editora contra uma horda bárbara de seres malígnos.

Rapture #1. Arte: Mico Suayan

Ainda em maio, o escritor Robert Venditti retorna às histórias de Gilad, o Guerreiro Eterno, após a conclusão do título Wrath of the Eternal Warrior em uma história especial em formato único chamada Eternal Warrior: Awakening com o artista Renato Guedes (OMAC). Awakening é um conto único sobre uma das primeiras aventuras de Gilad e uma celebração dos 25 anos da criação do personagem por Jim Shooter John Dixon. Segundo Venditti, na história, Gilad sofre de amnésia e aos poucos descobre quem é e qual sua missão assim como um leitor que nunca leu nada do personagem.

Eternal Warrior: Awakening. Arte: Robert Gill

Portanto, este é o planejamento da Valiant para oprimeiro semestre de 2017. Além da intensa companha de divulgação do novo título de X-O Manowar, a empresa ainda tem na manga a vindoura websérie Ninjak vs the Valiant Universealém de seus títulos mais populares, como Faith Harbinger Renegadesustentando sua linha de quadrinhos este ano.