Caçador de Marte Vs Marvin, o Marciano

Looney Tunes: DC abre nova linha de quadrinhos

Depois do sucesso que foi trazer os personagens de Hanna e Barbera para a modernidade e criar crossovers entre eles próprios e entre os super-heróis da DC, a editora fará algo semelhante com outras propriedades intelectuais que o conglomerado Warner possui. Ninguém menos que os personagens da linha Looney Tunes figurarão em revistas especiais no meio deste ano.

Com Hanna-Barbera a DC criou uma versão muito crítica dos Flintstones, um Scooby-Doo pós-apocalíptico, uma versão Mad Max da Corrida Maluca, um Leão da Montanha gay e poeta gótico e até a Future Quest, uma união de vários dos heróis do estúdio. Agora as coisas ficam ainda maiores com a chegada de Hortelino, Coiote Coió, Papa-Léguas, Marvin e muitos outros. Porém, diferente do que foi feito com a linha anterior, esta começará diretamente ao lado da DC, como as capas abaixo podem mostrar:

Jonah Hex Vs Eufrazino Puxa-Briga
Jonah Hex Vs Eufrazino Puxa-Briga
Caçador de Marte Vs Marvin, o Marciano
Caçador de Marte Vs Marvin, o Marciano
Lobo Vs Papa-Léguas
Lobo Vs Papa-Léguas
Batman Vs Hortelino Troca-Letras
Batman Vs Hortelino Troca-Letras

As capas, que também servem de peças de marketing, foram reveladas hoje pela editora no evento ComicsPRO. Todas colocam juntos personagens de temática semelhante, mas as coisas podem ir ainda mais longe. Nada impede o Coiote Coió de se encontrar com o Coiote simbólico da clássica história do Homem-Animal feita por Grant Morrison, ou que o Demônio Azul caia numa porradaria feia com o Diabo da Tasmânia. Aliás, tudo isso deixa uma pergunta curiosa no ar: para Hortelino, quem seria o roedor mais satisfatório de caçar, um Homem-Morcego ou um Toelho Desplezível? A DC promete responder isso muito em breve.

Novas revistas e encontros entre estes personagens devem ser anunciados em breve pela editora. Isso mostra que diversificar sua linha editorial e se aproveiter das marcas disponíveis e da diversidade do público só pode trazer bons frutos. É importante que grandes talentos sejam responsáveis por isso – é o que os leitores querem – mas a iniciativa por si só mostra uma preocupação ímpar da DC com o mercado, como foi comentado ano passado no Terra Zero quando Warren Ellis foi anunciado como cabeça da volta da WildStorm e Gerard Way à frente da linha estranha e indie Young Animal. O mercado está mudando e a DC está fazendo de tudo para ficar – e continuar – na frente.

Resta saber quem será a pessoa por trás dos Looney Tunes.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com