[Terra Dez] Dicas de Quadrinhos para a Sexta Negra

O Terra Zero quer ajudar todo mundo nessa Black Friday, ou “Sexta Negra”. A equipe do site fez algumas indicações de quadrinhos legais para você conhecer e quem sabe adquirir. Veja a lista abaixo:


Delfin:

  • Coleção histórica do Tintim (Globo Livros)
    Porque conhecer o princípio de carreira do mais famoso autor de quadrinhos europeu, Hergé, é fundamental para qualquer fã verdadeiro da nona arte.
  • Watchmen (Panini)
    Sim, você sabe: na dúvida, um clássico. Como é o único quadrinho na famosa lista de 100 melhores livros em língua inglesa da revista Time, você ainda tem um bom argumento. E você sempre pode dizer que a HQ é melhor que o filme.
  • O Soldador Subaquático (Mino)
    Essa é para você que vai dar uma hq para um fã avançado. Jeff Lemire aqui aparece antes da fama, mostrando por que sempre foi um cara foda. Um presente belo e ousado.
  • Wimbledon Green, A Bolha
    Para o verdadeiro fã de quadrinhos. Esta obra de Seth vai lembrar você porque os quadrinhos são importantes. Possivelmente você vai comprar dois. Ou comprar para si e não presentear ninguém. Mas não faça isso: compre dois.
  • Repeteco (Quadrinhos na Cia)
    Uma segunda opção para você que não curtiu nenhuma das anteriores. Bryan Lee O’Malley em estado puro, com cores lindas, em uma história muito legal. Seu filme de natal portátil, para ler quando você se cansar das maratonas da Netflix e, depois, ficar só no repeteco.
  • Flash Gordon no Planeta Mongo (Pixel)
    O clássico de Alex Raymond resiste ao tempo e chega ao século 21 com esta edição luxuosa e colorida, baseada na edição inglesa da Titan Books. Ficção científica da melhor qualidade, para você que acha que o imortal existe. E existe, nas páginas da maior aventura espacial concebida nos quadrinhos clássicos.

 

Leandro Damasceno:

  • Bidu – Juntos (Panini)
    Por que não nepotismo? Afora isso, Juntos é a melhor Graphic MSP de todas, com o melhor trabalho de arte feito em qualquer lançamento nacional do ano.
  • O Mundo de Dentro (Nemo)
    Uma espécie de continuação espiritual de Quando Tudo Começou, essa nova parceria entre Lu Cafaggi e Bruna Vieira continua falando sobre o mundo adolescente, onde Bruna construiu a maior parte do seu público. Se você tem um sobrinha, prima, irmã da namorada, que está vivendo os temíveis quinze a adjacências, esta é a melhor pedida. E é um quadrinho lindo!
  • Wilson (Quadrinhos na Cia)
    Para quem não tem medo de mergulhar de cabeça na bad vibe e ir uns quinze metros fundo do poço abaixo. Vai virar filme agora, com Woody Harrelson no papel principal. Então, assim, leia para depois poder dizer que HQ é melhor do que o filme. Ou vice-versa.
  • Spirou – O Diário de um Ingênuo (SESI-SP Editora)
    A SESI-SP Editora está lançando um monte de coisa legal. Escolhi esta edição de Spirou entre tanto material incrível porque Émile Bravo.
  • Sopa de Salsicha (Quadrinhos na Cia)
    Demorou dois séculos para sair, mas finalmente foi lançado. Eduardo Medeiros, um dos mais engraçados quadrinistas brasileiros, faz aqui um trabalho longo, cheio de referências e de empatia. Difícil não se identificar com alguma situação vivida por Medeiros e pela “Baixinha”. Bônus: Medeiros desenha muito!
  • Lumberjanes (Devir)
    Disparado a maior surpresa de 2014, ano em que foi lançada a primeira edição nos Estados Unidos. Se você acha que aquela meio parente adolescente é meio casca grossa e não vai se identificar com o livro da Bruna e da Lu, Lumberjanes é pra ela. A história mostra um grupo de amigas vivendo aventuras impossíveis numa colônia de férias. Tem muito de Gravity Falls, um bocado de Kate Beaton, de Goonies, e um monte de coisas que são só de Lumberjanes mesmo.

Brunão:

Igor Tavares:

  • Preacher – A caminho do Texas (Panini)
    É uma recomendação bem óbvia. Afinal é um dos maiores clássicos da Vertigo de todos os tempos e dá início ao meu quadrinho favorito de todos os tempos. No entanto, especificamente aqui no Brasil este volume da publicação é extremamente problemático e difícil de se encontrar em lojas. Portanto, a dica de compra é pertinente, devido a dificuldade de se encontrar este material em um preço acessível.
  • Hora da aventura – Edição Matemática (Panini)
    Um quadrinho tão leve e divertido que funciona como presente para praticamente qualquer tipo de leitor. O autor Ryan North (atualmente trabalhando no sucesso Garota Esquilo, da Marvel) consegue contar uma história divertida, veloz e inteligente que não restringe o público alvo de seu trabalho.
  • Incal – Volume 1 (Devir)
    Talvez uma das maiores obras em quadrinhos escritas pelo genial Alejandro Jodorowsky. Incal é o filho bastardo do projeto cinematográfico do cineasta para a adaptação do romance Duna, de Frank Herbert, que nunca viu a luz do dia. Muitas das ideias originais de Duna foram incorporadas ao Incal que tem a arte única de Moebius. Obra essencial para entender a parceria entre dois artistas inigualáveis.
  • Juiz Dredd – Nas garras do Juiz Morte (Mythos)
    Num mundo em que a própria vida foi declarada crime, somente um tipo de juiz pode existir: o Juiz Morte! Lendas da 2000 AD como John Wagner, Frazer Irving e Brian Bolland nos trazem a primeira aparição de um dos piores inimigos de Dredd assim como a primeira aparição da Juíza Anderson. Imperdível.
  • Saga (Devir)
    O quadrinho que redefiniu e norteou toda uma nova leva de novas publicações independentes pela Image Comics já tem três volumes publicados no Brasil e é uma dica certeira de compra. A space ópera erótica de Brian K. Vaughan e Fiona Staples é um dos trade paperbacks mais vendidos nos Estados Unidos e Canadá até hoje e um dos quadrinhos mensais mais premiados dos últimos anos.

Pablo Sarmento:

  • Paper Girls (Image)
    Uma HQ de aventuras com jornaleiras, misturando ficção cientifica e amizade. Além de ter Brian K. Vaughn e Cliff Chiang fazendo uma parceria épica.
  • Bulldogma (Veneta)
    Talvez a melhor HQ que li durante 2016. Uma história introspectiva, mostrando que o mundo nunca é exatamente o que você pensa e que alguns mistérios não devem ser desvendados. Roteiro e arte de de Wagner Willian.
  • Vision Vol. 1: Little Worse Than A Man (Marvel)
    Largue tudo que está fazendo e leia esse título. Você nunca esperou que a Marvel pudesse produzir algo tão especial quanto esse trabalho em Visão. Roteiros de Tom King e arte de Gabriel Hernandez Walta.
  • Superman – Grandes Astros (Panini)
    A melhor história do Superman de todos os tempos! Sem mais. Morrison e Quitely nos melhores momentos das suas carreiras.
  • Do Inferno (Veneta)
    Alan Moore e Eddie Campbell numa obra linda. A dupla de artistas foi responsável pela reabertura do caso do Jack, O Estripador por conta desse trabalho. Isso deve ajudar vocês a quererem entender o motivo desse série ser tão importante.

Felipe Morcelli

Aproveite sua sexta feira negra com vários gibis!

photo483245643015497859

  • O Gato Socialista

    brunão e morcelli manjam mais dos gostos da galera que frequenta o site mais do que os outros!

  • Murpf

    Paper Girls é foda!