[Universo em Crise] As Regras Escritas da Fawcett (3)

Esta é a terceira e última parte da tradução de um texto publicado no Fawcett Companion, a informação contida nele foi retirada do arquivo de Will Lieberson, o Editor Executivo da Fawcett Comics. Infelizmente não teremos uma parte sobre a Mary Marvel porque a papelada com essas regras provavelmente são próximas da criação da heroína (dezembro de 1942). Esta parte, portanto, é dedicada aos outros personagens da Fawcett, além da Família Marvel.

Caso você não tenha lido as partes anteriores e deseja lê-las: Parte 1 e Parte 2.


CONTRA-ESPIÃO

spysmasher1

O Contra-Espião pode operar em qualquer lugar no mundo, mas sua base de operações é Washington, DC. Ele combate agentes inimigos, espiões e sabotadores. Tempo é o presente.

O Contra-Espião é o alter ego de Alan Armstrong, um jovem e atlético ricaço de Virginia. Um desocupado com boas conexões sociais que tem um apartamento em Washington, assim como um lar em Virginia. Quando Armstrong suspeita de espionagem acontecendo, ele se torna o Contra-Espião. Como Contra-Espião, ele não tem habilidades sobre-humanas, mas é caracterizado por astúcia e ação frenética.

spysmasher2

O meio de transporte exclusivo do Contra-Espião é o Gyrosub, o veículo de um passageiro que pode atuar como avião ou submarino com a mesma facilidade, e pode se mover numa velocidade incrível. O Gyrosub é pequeno, no formato de uma lágrima com o fim arredondado na frente; ele tem um propulsor na proa, base larga, asas no meio do corpo que vão se afinando e são cortantes, um leme comparativamente alto na popa, direcionando-se para cima, e três trens de pouso. Normalmente, o Contra-Espião mantém o Gyrosub estacionado no terraço do edifício em que ele mora.

Eve Corby é a noiva de Alan Armstrong, e a única pessoa que sabe que Alan Armstrong e o Contra-Espião são a mesma pessoa. O Contra-Espião trabalha sozinho, entretanto; Eve Corby não atua como parceira dele ou assistente.

spysmasher3

Almirante Corby, o pai de Eve, é um Vice-Almirante e parte da Inteligência Naval dos EUA. Ele sempre usa um uniforme. Ele conhece e confia em Alan Armstrong, e às vezes discute problemas acerca de espionagem com ele num tom confidencial; deste modo, o Contra-Espião talvez consiga alguma informação sobre seu próximo caso.


ÍBIS, O INVENCÍVEL

ibis

Íbus é um príncipe do Egito antigo que foi trazido de volta à vida após 4 mil anos para travar uma guerra contra o mal. Sua companheira é a princesa Taia, que também tem 4 mil anos de idade (mas não parece ter).

O adereço de Íbis é a vara-íbis, uma varinha que o permite realizar magia, o avisa sobre perigo iminente por vibrar, e age como se fosse um detector de mentiras quando Íbis está interrogando alguém. Se Íbis deixar de segurar a Vara-Íbis, ele perde seus poderes mágicos. Se alguém mais segurar a Vara-Íbis e ordená-la para ferir Íbis, contudo, a varinha infligirá sobre o seu usuário o ferimento desejado contra o seu verdadeiro dono.

ibis2

Íbis combate crimes de qualquer tipo, espiões, e seres malignos sobrenaturais. Ele opera em qualquer lugar do mundo.


FLECHA DOURADA

golden-arrow

A ambientação do Flecha Dourada é o Velho Oeste, mas a história é contada no presente. A combinação de tempo e ambientação é consequentemente mítica, como todavia se o Oeste de 1870 existisse hoje.

Assim, automóveis, telefones, rádios, e energia elétrica nunca deveriam ser usados nas histórias do Flecha Dourada. Poços de petróleo e o telégrafo podem ser usados, mas devem ser tratados como uma modernidade e tratadas ceticamente por pessoas “sensatas”. Trens antiquados são usados com moderação; diligências, foras da lei com armas entalhadas, propriedades rurais e índios selvagens são tudo parte da vida cotidiana. Em geral, a ambientação deve ser mantida autêntica, como se fosse de 1870 a 1880.

golden-arrow2

O Flecha Dourada nunca usa uma arma de fogo – somente um arco e flechas douradas. Ele monta seu cavalo, Vento Branco, sem sela alguma, porém usa uma rédea. Uma fala característica dele, endereçada ao seu cavalo, é: “Wahoo, Vento Branco, arranhe o solo!”.


LANCE O’CASEY

lanceocasey

Lance O’Casey é um aventureiro e herói náutico (lembra-se de “Rei Tom” Lingard de Conrad?) . O ambiente é o Pacífico Norte e Sul. As aventuras podem estritamente ser locais, ou podem ser conectadas com a guerra.


SR. ESCARLATE

mrscarlet4

O ambiente é uma cidade estadunidense não nomeada. O Sr. Escarlate combate somente o crime. O tempo é o presente.

Brian Butler é um advogado. Um promotor público, que mantém seu próprio escritório. Quando ele encontra dificuldade em termos de capacidade em colocar atrás das grades seu adversário original, ele se torna o Sr. Escarlate. E como o Sr. Escarlate, ele vai e consegue qualquer evidência de que necessite.

O Sr. Escarlate não tem superpoderes ou engenhocas. Ele é simplesmente atlético, durão e inteligente.

mrscarlet

Duas pessoas sabem que Brian Butler é o Sr. Escarlate: Pinky, um garoto órfão de 14 anos de idade de quem Brian Butler tem a custódia; e a Srta. Wade, a secretária de Brian Butler.

A Srta. Wade não toma parte nas atividades de combate ao crime do Sr. Escarlate. Pinky, todavia, normalmente (porém, nem sempre) vai junto para ajudar o Sr. Escarlate nas suas aventuras.

mrscarlet2


HOMEM-BALA

bulletman2

O território do Homem-Bala é uma cidade estadunidense que não é nomeada; dependendo da ocasião, contudo, ele pode operar em algum local específico – Hollywood, ou digamos, Nova York – se isso ajudar a história para ele, então que seja. Mas ele está sempre em tal local como um visitante.

Ele luta contra bandidos e assassinos. Às vezes, até agentes inimigos, entretanto isso é excepcional. Somente o crime é a regra. O tempo é o presente.

bulletman3

Jim Barr era um fracote que foi rejeitado para serviço de campo na força policial de sua cidade natal porque ele estava fisicamente abaixo dos padrões. Se voltando pra ciência, ele se tornou um químico do laboratório policial.

Em busca de um novo soro, Jim Barr tomou uma dose de uma combinação química única, que não somente aumentou sua força física imensamente da noite para o dia, como também o tornou tão inteligente que ele foi capaz de inventar o capacete antigravidade, através do qual ele pode voar. Assim, ele se tornou o Homem-Bala. Os membros da força policial normal, todavia, ainda vêem Jim como um fracote.

bulletman4

O capacete antigravidade não somente permite que seu usuário voe, mas também tem a capacidade de atrair para ele as balas disparadas contra seu usuário, que ricocheteiam de volta inofensivamente, pois o capacete é a prova de balas. Jim Barr consegue construir o capacete antigravidade instantaneamente, em qualquer momento.

A parceira do Homem-Bala, também equipada com um capacete antigravidade, é a Garota-Bala, também conhecida como Susan Kent, a única pessoa que sabe que Jim Barr é o Homem-Bala. Susan tomou uma dose do soro da força e tem as mesmas habilidades que o Homem-Bala.

bulletman

O pai de Susan Kent é o Sargento Kent da força policial uniformizada, que opera fora da delegacia onde Jim Barr trabalha no laboratório. O Sargento Kent é um policial comum, um pouco desdenhoso, mas aceita Jim, pelo bem de Susan.


14875822_10211115819880333_4212410_o

A Fawcett ainda tinha outros personagens, mas nem todos estavam comentados nessas regras escritas. Bem, espero que tenha gostado, Zeronauta! Até a próxima!

4 Comentários

Clique para comentar

um × 5 =

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com