DC Comics Destaque Marvel Comics Outras Editoras Plantão

[#Breaking – Atualizado] Morre Steve Dillon

Escrito por Delfin

[Atualizado em 24/10 às 13:45] Garth Ennis se pronunciou no Facebook sobre o falecimento de seu amigo:

Steve gostava de uma bebidinha ou duas e, verdade seja dita, foi assim que a maioria de nós o conheceu. Talvez seja mais apropriado dizer que Steve gostava de ir aos pubs, pois é lá que se vai para conhecer gente, e Steve amava as pessoas. Ele sempre achou as pessoas interessantes, estava sempre feliz por falar com qualquer um.

Ele mudou minha vida de algumas formas. A primeira foi um telefonema lá pra idos de 1991: “Velho, olha só, estou pensando em ir para Nova York ano que vem, talvez para ficar por um longo fim de semana. Topa?” O segundo foi com duas décadas de brilhante colaboração artística, onde ele pegava qualquer loucura que eu jogasse no seu colo e fazia daquilo um trabalho perfeito. Toda vez.

Ennis e Dillon se conheceram em 1989 em Dublin, na Irlanda, e, conversando sobre o que ambos queriam fazer nos quadrinhos, não demorou para que eles começassem a trabalhar juntos. A declaração completa de Ennis (em inglês) pode ser vista aqui.


Segundo Warren Ellis, via Twitter, o ilustrador Steve Dillon faleceu neste sábado. Dillon é mundialmente conhecido, principalmente, por seu trabalho na série Preacher. A causa da morte ainda não foi divulgada.

Dillon faleceu na cidade de Nova York e o anuncio oficial foi feito pelo seu irmão e cartonista Glyn Dillon no inicio da tarde.

O artista estava com 54 anos e trabalhou nas grande editoras do Estados Unidos e Inglaterra. Dono de um estilo arte único, fez sua carreira passando pela 2000 AD em histórias do Juiz Dredd, passando a trabalhar na DC, onde passou a trabalhar junto com Garth Ennis, seu maior companheiro em trabalhos em quadrinhos. Dillon e Ennis juntos trabalharam em uma das melhores fases de Hellbalzer  e conseguiram criar no selo Vertigo sua obra seminal Preacher. Essa que está sendo adaptada para série de TV pelo canal AMC.

Dillon atualmente estava em sua segunda passagem trabalhando no Justiceiro para a Marvel Comics com a escritora Becky Cloonan. Aliás, o trabalho de Dillon foi fundamental para o renascimento criativo do personagem, por meio de suas séries pelo selo Marvel Knights, no início dos anos 2000.

Escritores como o amigo Peter Milligan Ed Brubaker, Mark WaidJeff Lemire e outros artistas estão expressando seus sentimentos via Twitter.

  • Luis Henrique Ribeiro

    Coloca uma ilustra dele no Post Queridão…

  • Eduardo Faria Guimarães

    Sinceramente,nunca gostei da arte do Steve Dillon,mas é inegável que ele foi um dos maiores artistas de quadrinhos.

    Que descanse em paz.a industria de quadrinhos perdeu um grande nome.

    • Fernando Alves

      Estou na mesma vive que a sua.Mas realmente foi uma grande perda de qualquer jeito.Pelo menos no Preacher ele mandava super bem nas escrotices do quadrinho.

      • Eduardo Faria Guimarães

        Pensei que era o único que não gostava da arte dele,mesmo PREACHER sendo uma das maiores obras dele,o que eu mais odiava nessa hq era arte dele que achava muito feia.(claro que ele não era um Humberto Ramos da vida,mas mesmo assim não conseguia engolir a arte dele)

        Pior ainda era com Wolverine e Justiceiro.

        • Crítica do Hessel

          Também nunca gostei da arte do Dillon. Mas ele se encaixou como uma luva no roteiro do Ennis para Preacher e Justiceiro.
          Ele desenhava sem floreios, com uma narrativa limitada e isso valorizava mais o roteiro. Sem falar que o Ennis escrevia coisas tão loucas e absurdas, que se fosse desenhado por um carro que pirasse nos desenhos também ia ficar bem ruim.

  • CONTRA!

    Fala da morte do Dillon, mas usa um desenho do Glenn Faby pra ilustrar a matéria… Profissionalismo é isso aí, champs…

  • O Gato Socialista

    .há informações sobre a causa da morte?