Liga da Justiça: Geoff Johns comenta retrabalho no filme

Na última quinta-feira (08), Geoff Johns, um dos principais escritores da DC e atual presidente do grupo DC Entertainment, revelou que Joe Manganiello foi escolhido para interpretar o Exterminador nos cinemas. Johns não confirmou se o vilão aparecerá no filme da Liga da Justiça ou se apenas no vindouro longa do Batman, dirigido por Ben Affleck.

De qualquer forma, o presidente da DCE aproveitou a ocasião para falar da Liga e explicar a mudança de tonalidade que os futuros longas da DC terão. Ele falou ao The Wall Street Journal ao lado de Jon Berg, outro produtor recentemente contratado pela Warner para cuidar dos futuros filmes da DC.

CoEjVGGVUAIDNSA

O objetivo dos produtores é fazer um esforço para deixar os filmes da DC mais inspiradores. Essa mudança começará com Liga da Justiça. Nas palavras de Johns:

No passado, erroneamente, acredito que o estúdio pensou que os filmes da DC eram unicamente dark e que isso os fazia diferentes do resto. Eles não poderiam estar mais errados. Na verdade, o que temos nas mãos é uma visão esperançosa e otimista da vida. Até o Batman tem um pouco disso nele. Ele não seria tão dedicado se não esperasse fazer um amanhã melhor. (…) Além disso, as ações do Batman em BvS terão consequências no filme da Liga.

Johns e Berg revelaram que trabalharam ao lado do roteirista Chris Terrio para acertar o tom do filme, o que gerou reescrita de roteiro em alguns pontos. “Nós aceleramos a história para chegarmos à esperança e otimismo um pouco mais rápido que o planejado”, disseram. Eles finalizaram a entrevista revelando que os planos para a continuação desse primeiro filme já estão sendo delineados e tudo que acontecerá no DC Extended Universe até 2019 será levado em conta.

O longa da Liga da Justiça estreia em novembro de 2017.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com