ComicPod #150 – 30 anos de Watchmen

What’s up, Comiqueiros! Sejam bem-vindos a mais um ComicPod! Neste episódio, ‘Pab’ Sarmento, Marcelo Grisa, Brunão e o corujistico Delfin em um podcast festivo comentam os 30 anos de Watchmen, de Alan Moore e Dave Gibbons. Elucidando algumas curiosidades e analisando o impacto deste clássico nos quadrinhos modernos.

comicpod-150

Assine nosso Feed em: https://itunes.apple.com/br/podcast/terra-zero-portal-sobre-quadrinhos/id983115208

Link comentádos

ComicPod #10 – E Ai! Watchmen?
ComicPod #88,5 – Comentários e Before Watchmen!
[HQView] Antes de Watchmen : Minutemen
ComicPod One-Shot #27 – Watchmen, a Indústria de HQs e animações da DC

Ficha técnica:

  • Apresentação: Pablo Sarmento
  • Pauta: Pablo Sarmento
  • Edição de áudio e Trilha: Luis Paulo Silva
  • Vitrine e capa: Diego Bachini

Duvidas, sugestões, correções envie para contato@terra0.com.br

Terra Zero e ComicPod nas Redes Sociais:

twitter cpfbt0cpytt0cptwitter t0fbfdatmblrt0

Ouça o podcast no nosso player ou baixe o arquivo MP3 através do link acima. iTunes Para assinar o ComicPod no seu iTunes basta acessar este link!

 

  • lps89br

    The Sound of Silence – Simon & Garfunkel
    Take On Me – A-ha
    Desolation Row – My Chemical Romance
    Hallelujah – Leonard Cohen
    Unforgettable – Nat King Cole
    I’m Your Boogie Man – K.C. And the Sunshine Band
    The Rising Sun – CF0$

    Taí a trilha do podcast, nessa ordem <3

  • Oliver Queen

    Um podcast sobre a melhor obra em quadrinhos do MAIOR autor de quadrinhos das últimas 3 décadas pelo menos.

  • Oliver Queen

    Pera, tão censurando os palavrões agora?
    Acho que entendo os motivos, mas ficou meio estranho. Ou eu achei q entendi, mas na verdade não. Ou teria não entendido, enquanto q na verdade entendi ;-)

  • Isaura Luiza Paramysio

    Adorei o programa.
    Sobre o filme, me desculpa Brunão, nem o final do filme nem o do gibi funciona à sério.
    Aquele final do Moore não tem lógica e é ruim, larguem a mão de preciosismo com aquele fim, eu quando vi aquilo no gibi eu olhei para aquilo, What’s!!!!
    Eu no lugar da Rússia iria falar, que se dane se um alien atacou os EUA, ou isto é propraganda capitalista, ou vou invandir aquela chirrrrrrrr e depois me preocupo com os aliens. Recomendo lerem “um sinal dos espaço” do Eisner, que deixa lá, nem aliens, um inimigo comum, é capaz de unir a humanidade.
    E pelas teorias das conspiração com os casos de ovnis durante a guerra fria, nem isto ajudou os EUA e a Russia à apertarem as mãos.

    • Moroni Machado

      Ouviu falar que teve um discurso do Kennedy que dizia que só uma invasão extra terrestre poderia trazer a paz mundial

    • Aquaman, O Lego Emo

      O do filme acho que faz menos ainda. Bem, o Manhattan era reconhecidamente uma arma americana. Além de atacar em nome do país, também desenvolvia tecnologia. Daí um ataque identificado como dele rola…e os russos bem de boaça param, pensam, respiram, ligam o telefone vermelho e vão investigar calmamente se foi um ataque do governo ou a revelia…

  • Kamen Driver

    Excelente ComicPod, parabéns a toda a equipe!!
    Quanto ao gibi, acho q é exatamente aquela coisa: É excelente, é o expoente de um estilo, mas tá muito longe de ser a pedra fundamental da nona arte, existem diversas maneiras diferentes de se criar histórias adultas e relevantes sem ser apelativo.
    Quanto ao ComicPod, só uma coisa, tirem os “pii” dos palavrões, não precisa censurar. Não são palavrões que vão tornar o programa ruim/apelativo, ou fazer vocês perderem ouvintes.

    • Silvio César

      Meu Deus, o que uns bons anos não fazem com a percepção das pessoas. Pergunta pra DC se eles param de relançar Watchmen só não é essa tal “pedra angular”. Ou a Warner, que gastou uma grana para produzir um filme baseado em uma obra que, na sua opinião, é algo AQUÉM de outros quadrinhos. O pessoal do Terra Zero tem uma birra histórica com o Alan Moore. Mas não vamos deixar opniões pessoais deturparem a importância dessa obra. Só porque é dos anos 80 não quer dizer que tenha algo a dizer hoje em dia. E Watchmen tem muita coisa a dizer sim. Tanto narrativamente, quanto graficamente etc. Por favor, melhore.

      • Kamen Driver

        Não desmereço nem diminuo o valor de Watchmen como obra, orra, o gibi é fodapacaráleo. No entanto concordo com quase tudo sobre a opinião do Morrison de Watchmen, tem uma história bacana, mas as técnicas narrativas usadas são até melhores doq a história em si. Não acho que deva ser O parametro de comparação para toda e qualquer história produzida antes ou depois. Existem estilos diferentes, maneiras diferentes de se contar histórias interessantes. Watchmen é um gibi muito, muito bom, mas tá muito longe de ser O melhor de todos.

        • Kamen Driver

          E nem mesmo a narrativa é isenta de falhas em Watchmen. Um exemplo disso é de como a narrativa envelheceu mal se comparado ao Cavaleiro das Trevas que é da mesma época mas tem muito mais intensidade narrativa e fluidez doq Watchmen. Foi intencional usar usar na época um desenhista clássico como o Gibbons pra uma “sátira” aos heróis idealizados? Obvio que foi sim, mas isso hoje na minha opinião só agrava negativamente ainda mais a situação de um gibi que postula a posição de “O MELHOR”. (Me segurando pra não chamar Watchmen de “datado” hahaha)

  • Moroni Machado

    Eu sei que o Brunao não vai responder, mas o deus no evangelho do coiote é a warner e não o Morrison

    • Oliver Queen

      E não o Moore, como falado.

    • O Gato Socialista

      como você sabe disso?
      você tem provas ou é apenas convicção sua?

      • Moroni Machado

        Censurarão minha resposta, então só vai lá e estuda. Coloquei até entrevista com Morrison.

  • Buckyback Mountain

    Pena que a colorização dessa época era zoada

    Mas a revista é demais de foda

    Snyder fez uma adaptação que merece ser vista

  • O Gato Socialista

    o final do filme de snyder é muito melhor do que o original de moore.
    e moore errou nos finais, não apenas em watchmen, mas na saga gótico americano, é ruim demais, e só por respeito a ele que eu esqueço aquele final, para não sujar histórias lindas como as da mulher-lobo e outras.

    • Silvio César

      Meu Deus! Queimem esse blasfemador, por favor.

  • 0-Drix

    Só um detalhe. O filme “The Day After” ao qual o Delfin se refere logo no início do podcast, é de 1983 e realizado por um TV pública norte-americana. Era baseado em dados científicos para mostrar o clima pós-apocalíptico da vida sobre a Terra após um conflito nuclear – que destruiria o meio ambiente tal como o conhecemos.

  • Aquaman, O Lego Emo

    Bacana o podcast, pessoal. Só incomodou o lance de cortar os palavrões…

  • Diego Góes

    Galera, o link de download ta zoado. Podem corrigir?
    Valeu!

  • Gee Arruda

    E o podcast comentado ae sobre Grant Morrison e as comparaçoes e tal, sera que rola? *0*

  • Paulo Fernando

    Já escuto os podcasts do terra zero há um tempo e não tinha motivação suficiente para opinar, mas esse programa sobre Watchman quebrou tudo. PARABÉNS!
    Uma pauta digna de documentário do history Chanel.
    Os anos 80 Magnificamente contextualizado, com todas as implicações da obra para a indústria dos quadrinhos com suas interpretações rasas.
    Esse podcast deveria ser apresentado aos alunos do ensino médio das nossas escolas mais uma vez PARABÉNS!

  • Ciro Monteiro

    Tem algumas coisas que a DC (e Marvel) devia “copiar” de Watchmen:
    história fechada;
    Boa Narrativa;
    Liberdade criativa.

    O problema do “mercado” em relação a Watchmen é pq eles ainda acham que watchmen é uma estória sobre super-heróis. Nem sequer é uma estória de herói. É sobre seres-humanos. E só.

  • Hanna_Barbarian

    Sensacional! Obrigado pela pesquisa, vou ler a entrevista na íntegra.

  • Amalio Damas

    Amigos, só ouvi esse podcast agora, bem atrasadão mesmo e achei muito bom, vou colocar nas minhas playlists de agora em diante. Os episódios de Planetary também foram excelentes. Sobre o filme Watchmen, duas cenas me incomodaram muito…a primeira é na entrevista com o Dr. Manhatan quando a Janey Slater aparece e tira a peruca, ou seja, vocês espectadores são burros e não tem imaginação e a segunda é quando o Rorschach atinge o pedófilo com o cutelo na cabeça várias vezes ao invés de deixá-lo queimando com a serra na mão como no gibi, enfim, isso já me irritou muito, fora o final que é bem Snyder, igual os morcegos levantando o jovem Bruce Wayne no começo de Batman V Superman. Leiam a HQ.