[JAB] The Black Monday Murders, de Hickman e Coker

Jonathan Hickman está de volta.

Um dos autores de quadrinhos mais amados dos últimos anos, por seu elogiado trabalho frente ao Universo Marvel, volta à Image para estrear sua nova HQ autoral: The Black Monday Murders. Ao lado do desenhista Tomm Coker (Demolidor: Noir), Hickman mais uma vez brinca de contar uma “história secreta da humanidade”, como havia feito em Projeto Manhattan – mas, desta vez, a ciência da divisão que criou a bomba atômica é substituída pela magia e pelo ocultismo.

expopreview201604-review39

Na trama, aristocratas seculares manipulam o destino da humanidade através do controle da economia por cartéis bancários. Eles veneram Mammon – entidade pagã diretamente tirada da bíblia, que significa literalmente “dinheiro”.

black_monday_murders_1_hickman_coker_image_comics_03-628x980

A semelhança com Projeto Manhattan é evidente em The Black Monday Murders. Não apenas pelo projeto gráfico da revista, praticamente idêntico, mas também pela trama lenta e arrastada, com muitos diálogos e quase nenhuma cena de ação – e é muito ajudado pela arte “maleeviana” de Tomm Coker, que cria uma atmosfera sombria e quase natimorta. Hickman está muito mais interessado em nos fazer ser cúmplices de seus personagens e da maléfica organização, do que em movimentar a narrativa.

tumblr_o9c9wcLFQ51riu867o1_1280

Fãs da obra de Hickman, especialmente de PM, receberão TBMM com mais facilidade. Tudo está lá: personagens frios e extremamente racionais, tramas científicas absurdas e um desenvolvimento lento, desconexo e muitas vezes confuso. Uma estreia que pode fisgar leitores da Image e de quadrinhos adultos – mas dificilmente o grande público.