[#Jab] Brickleberry #1, de Waco O’Guin, Roger Black e Timothy Hopkins

Brickleberry é um insano, obscuro e extremamente ofensivo sitcom animado transmitido pelo canal Comedy Central que conta as desventuras dos guardas florestais do fictício parque nacional de Brickleberry nos Estados Unidos. O desenho teve três temporadas, de 2012 a 2015, e após o derradeiro trigésimo sexto episódio, não foi renovado para uma quarta temporada.

Com isso, os criadores da franquia, Waco O’Guin e Roger Black, incentivados por uma forte base de fãs, uniram esforços entre a produtora Bento Box e a editora Dynamite para a publicação de uma continuação em quadrinhos em quatro partes para Brickleberry, chamada Armoogeddon.

Brickleberry-2

Aqui acompanhamos uma história que se passa em um futuro distante no qual o inepto guarda florestal Steve Williams (aqui apelidado de Steve do Futuro) é um dos poucos sobreviventes humanos na Terra após a invasão de vacas alienígenas ocorrida ao final da terceira temporada do desenho. O roteiro de O’Guinn e Black tem uma divertida página de recapitulação que não poderia ser feita por outro personagem que não fosse o caipira BoDean – com sua costumeira forma de contar toda a história e se ater a detalhes desnecessários o personagem é o cartão de visita da primeira edição. O que tem os aqui é uma nova temporada de Brickleberry em forma de quadrinhos.

Brickleberry-1

A estrutura narrativa, diálogos, tom e o ritmo de Armoogeddon é idêntico ao visto nas três temporadas de Brickleberry. A única diferença para os fãs do programa é que aqui estarão lendo o conteúdo ao invés de assisti-lo na TV. Tudo que há de mais ofensivo, violento e sarcástico na criação de O’Guin e Black está de volta. Para os novos leitores o material pode sim parecer ofensivo em várias ocasiões devido ao conteúdo recheado de piadas ácidas que passam a milhas de distância de qualquer coisa que se assemelhe ao politicamente correto.

A arte de Tim Hopkins reflete a proposta de transição entre mídias vista no roteiro dos dois criadores de Brickleberry. Graficamente o quadrinhos é 100% o que vemos na animação. Não há indulgências artísticas e a fotografia estática neste trabalho pode não parecer atrativa para leitores mais interessados em um trabalho ilustrativo mais inovador. Brickleberry é um desenho transposto para o formato de arte sequencial. Isto fica nítido através da arte de Hopkins.

Brickleberry-3

Para quem será apresentado a Brickleberry através de Armoogeddon, este é um quadrinho indigesto. Caso a pessoa não esteja acostumada com o ritmo, tom e a formato do seriado, é bem possível que esta publicação não tenha impacto positivo. A franquia, uma dos mais ofensivas e descompromissadas produzidas para a TV estadunidense nos últimos 10 anos, está de volta em toda a sua glória. Pelo mesmo motivo, fãs do seriado irão se deliciar com o retorno deste elenco e de tudo que faz Brickleberry um dos produtos mais tortos da cultura pop nesta década.

Comente

Clique para comentar

quatro × quatro =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com