As Empoderadas é lançado hoje no Social Comics!

O selo Pagu Comics, capitaneado pela editora Cândido e com apoio da plataforma de  quadrinhos  Social Comics está lançando sua primeira HQ nesta sexta-feira (08). O título do quadrinho é As Empoderadas e ele tem arte, cores, letras de Germana Viana e capa de Erika Awano.

Ana Recalde, quadrinista e editora-chefe da Pagu, explicou que sua proposta é criar um universo compartilhado com vários tipos de histórias que trabalhem as várias facetas das mulheres brasileiras.

Germana é conhecida pela webcomic Lizzie Bordello e as Piratas do Espaço, mas, para As Empoderadas, ela está mudando um pouco o estilo de suas histórias. Ela mantém a veia cômica na sua narrativa, mas adiciona muita ação inspirada pelos quadrinhos de super-

heróis.

Arte: Germana Viana
Arte: Germana Viana

Neste ano ano o Redação ComicPod entrevistou Ana Recalde, responsavel pelo selo, e as roteiristas Millena Azevedo, Cris Peter e a própria Germana explicando como funcionaria a o universo compartilhado e dando linhas gerais da histórias. O programa pode ser ouvido aqui.

O Terra Zero conversou rapidamente com Germana Viana sobre o lançamento e como está suas expectativas sobre a Pagu Comics.

Terra Zero: Pagu estreia o selo com seu título As Empoderadas. Como você está se sentindo por dar o pontapé inicial em um projeto desse porte?
Germana Viana: Você sabe que só me toquei disso depois que você perguntou!!! Que medo! Mas aquele medo feliz! De montanha-russa! :D

TZ: Você apresenta mulheres de realidades muito diferentes em sua história. Como foi a construção das personagens?
GV: Sempre que crio algum personagem, seja em histórias de humor, aventura, sci-fi, ou o que seja, pesquiso muito. Acho importante fazer isso para evitar que virem auto-retratos e falhem na hora de apresentar aquela tridimensionalidade que faz com que as outras pessoas consigam se enxergar e a simpatizar com eles. Ou seja, mesmo em algo que possa ser mais divertido ou engraçado, preciso ter a responsabilidade de perceber que certas questões são universais, mas outras podem ser bem específicas e para escrever alguém diferente de mim, como por exemplo uma mulher negra que é mãe ou uma descendente de chineses, sem roubar o espaço de fala de outras mulheres que se encaixem nessas características, preciso fazer uma boa pesquisa, observar as pessoas em volta e ser responsável com os diálogos que saem da boca dos meus personagens.

TZ: Como você introduziu sua veia cômica na história? De onde vieram suas inspirações?
GV: O tipo de humor que vai aparecer em As Empoderadas é bem diferente do que apresento em Lizzie Bordello e as Piratas do Espaço. É bem menos surreal e alucinado, ele está ali de maneira mais acidental. Deixando o clima mais pra “super” que para comédia, mas ainda assim, tem momentos bem divertidos. A inspiração, bom, já lia gibi de supers antes mesmo de saber ler. :D

TZ: O Social Comics está incentivando o projeto Pagu Comics. Como está sendo o suporte da plataforma na questão de leitura digital? Houve essa preocupação?
GV: Sim, claro. Mas por se tratarem de histórias de super heróis, narrativa é bem diferente, por exemplo, da que eu uso na maioria das histórias de Lizzie Bordello, que são feitas para funcionar com páginas que são postadas uma a cada semana. No caso das Empoderadas, a narrativa precisa funcionar como funcionaria qualquer história de super herói, nas quais o leitor vai ler 22 páginas de uma vez só e ficar com vontade de saber o que vai rolar na próxima edição.

TZ: No Redação ComicPod conversamos sobre o universo proposto por Ana Recalde, você, Millena Azevedo, Cris Peter. Como tem sido a reunião entre vocês para estruturar esse universo compartilhado?
GV: Um barato! Estamos cada vez mais estreitando laços e virando todas amigas umas das outras, temos até um grupo onde reunimos informações, dicas. Puro amor <3 Eu e Milena, por exemplo, meio que conversamos todos os dias via twitter, trocamos ideia sobre que tipo de fontes usaremos para padronizar as publicações, combinamos easter egs nas publicações uma da outra. E faremos o mesmo com Cris, pois a história dela vem logo depois da de Milena, no cronograma de publicações, e como comentamos contigo no ComicPod, as histórias se passam em cidades brasileiras e mais pra frente, vão se entrelaçar. Vai ficar um troço interessante, acho mesmo que os leitores vão gostar! :D

TZ: Germana, deixe um recado para o leitor do Terra Zero para ir até o Social Comics e ler As Empoderadas.

GV: Venha comigo participar desta jornada porque se você gosta de histórias de super-heróis é muito provavel que você curta esta! Aqui vai um resuminho cuidadoso para não te dar spoilers: LI, FABÍOLA e DANIELA são três mulheres que de um dia para outro descobrem ter super poderes! Tudo indica que isso se deva a uma tempestade solar que atingiu diversas torres de transmissão ao redor do mundo, inclusive uma que estava muito perto delas, em plena Avenida Paulista… Mas – pam pam paaaaam – elas não foram as únicas afetadas. :D

A primeira história de As Empoderadas estreia nesta sexta, 08/07, e é o primeiro título do selo Pagu Comics, que é comandando pela Ana Carolina Recalde e pela Editora Cândido, a ser lançado no Social Comics. Tem roteiro, arte e cores minhas e a capa do número 1 é da diva Erica Awano, artista responsável, entre tantas obras, por Holy Avenger.

E se prepare, pois além da minha HQ, o selo Pagu Comics trará lançamentos de histórias com super-heroínas, desenvolvidas por um grupo muito bacana de autoras! Terá Milena Azevedo, Chairim Arrais, Sueli Mendes, Cris Peter, Aline Lemos, Laura Athayde, Ursula Dorada. Praticamente todo mês teremos novidades!

Então, caso ainda não seja assinante do Social Comics, corra lá e assine, que o preço é camarada e você vai poder acompanhar os nossos e mais uma porrada de outros gibis bem legais.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com