[Emulador de Críticas] O Chilique do Não Li e Não Gostei

E aí, pessoal! O tempo passa, mas parece que algumas coisas não vão mudar. Vivemos no século 21 e ainda parece que não aprendemos a ter paciência. Pior: estamos nos tornando intolerantes com as possibilidades dentro da cultura pop. Presenciamos atualmente uma cultura chamada Não Li e Não Gostei nos quadrinhos. Não é a primeira vez que isso acontece, mas, neste momento, tal prática está se tornando cada vez mais inconsequente, já que muitos fãs passam dos limites.

Nessa semana tivemos dois acontecimentos que fez muitos fãs dos quadrinhos torcerem os narizes. O primeiro foi o universo ficcional de Watchmen sendo “incorporado” dentro do multiverso da DC Entertainment. O segundo foi o Capitão América falando “Hail Hydra”, inferindo que ele era um agente duplo que combateu essa organização por anos apenas por estar participando de um plano maior, e também mostrando que o maior defensor do modo de vida estadunidense é, na verdade, um traidor.

Algumas pessoas acreditaram que ambas as histórias poderiam ser boas. E, se é bom, por que não ler? Entretanto, outro grupo entrou em uma espiral de ódio, começando a xingar autores e editoras por conta das histórias, antes mesmo que elas fossem disponibilizadas para o público.

"Nós estamos sendo observados", diz o possível Wally West.
“Nós estamos sendo vigiados”, diz  Wally West.

Tanto a parte boa quanto a parte ruim desses acontecimentos são aceitáveis. A internet, democrática, aceita todas as opiniões. As pessoas ganharam voz para se pronunciar, bem como aguçaram seus ouvidos para as respostas que viessem. Mas há uma parcela considerável de pessoas que parece ter como diretriz se pronunciar sobre algo, ou mesmo criticar esse algo, sem ao menos ter tido acesso ao seu objeto de crítica. Discursos muitas vezes vazios que, às vezes, apenas estão buscando um púlpito. No caso dos exemplos desta semana, o motivo é o das editoras estarem quebrando regras seminais dos quadrinhos, ainda que essas experiências devessem ter a chance de receber uma avaliação melhor embasada.

Este ponto chega ao extremo quando você se depara, no Twitter, Facebook ou na rede social de sua preferência, com ataques pessoais aos criadores de tais histórias e conceitos. A vítima da vez foi Nick Spencer, que acabou deixando as redes sociais por conta do grande números de críticas ao seu trabalho na nova revista do Capitão América. Houve, inclusive, ameças de morte ao escritor. Mas também montagens de baixo apelo crítico, como se pode ver a seguir.

CjVSl_eXEAAjDY0

Spencer não foi o primeiro autor a passar por casos assim. Dan Slott teve muitos problemas em redes sociais quando criou sua história em Homem-Aranha Superior. Recentemente, Scott Snyder e Greg Pak também foram alvos de fãs reclamando das mudanças em Batman e Superman durante a iniciativa DC You. Todos eles sendo atacados devido ao pré-julgamento de seus trabalhos. Quando chegam casos como esses até mim, imagino que estamos vivendo na inquisição. A pessoa suspeita que criadores possam fazer histórias ruins e querem levar os artistas para a fogueira, acusando-os de traidores!

tumblr_mvxigfjIfv1se3bimo1_500

Sabe a dica que dou para fãs desse nível?

Amigo, você não é dono do personagem ou das histórias. Desce do pedestal.

Quer fazer um protesto contra a editora, já que não acha boa a história? Pare de comprar e espere ela se ligar de que está errado (aconteceu com os Novos 52, pelo visto). Reclame do trabalho, mas nunca, nunca mesmo, ataque pessoalmente um artista. O que ele está fazendo é o próprio ganha-pão. Há uma equipe por trás dele, que dá suporte para ele possa trabalhar. Se nada disso der certo para você, espere o autor sair da revista ou, então, levar o personagem ao status quo do qual você gosta.

O grande problema do Não Li e Não Gostei é que você pode perder arcos interessantes como o do Homem-Aranha Superior, que foi um que queimou minha língua. Até mesmo DC Universe: Rebirth foi uma história interessante, pois honrou muito bem a criação de Alan Moore para a DC. Além do Superman de camiseta e calça jeans (como estabelecido nos N52 por Grant Morrison), que foi um das melhores fases do azulão, mesmo com muita gente torcendo o nariz apenas por ele não estar de capa.

batman-superman-21

Muitas pessoas sabem que sou fã confesso do Moore – neste momento vou ser xingado pelo meu editor*. Watchmen está certamente entre as melhores HQs que já li, mesmo sabendo que o barbudo tem muitos trabalhos melhores, como Promethea e Do Inferno. Comercialmente, para a editora, é interessante capitalizar em cima desse trabalho: são bons personagens, marcaram época (em que se pesem as pendengas legais que este assunto envolve). Mas tratar essa HQ como um tipo de bíblia dos quadrinhos é errado. Mesmo porque não leríamos ainda hoje títulos como Superman, Capitão América, Batman ou Homem-Aranha se apenas seus criadores escrevessem as histórias. Os quadrinhos são assim: se alimentam de várias mentes, se retroalimentam, criam tem a possibilidade de novas criações. E faz parte dessa narrativa coletiva tirar personagens da zona de conforto por algum tempo. Porque os tempos mudam e os quadrinhos são uma mídia dinâmica.

Não custa lembrar que você sempre pode ir até sua biblioteca e reler Watchmen, de Alan Moore e Dave Gibbons, várias e várias vezes. Essa HQ não vai se desfazer porque a DC começou a trabalhar com os personagens em seu universo. E creio que vale a mesma coisa para Miracleman/Marvelman, do mesmo Moore, quando a Marvel quiser adicionar o personagem na sua cronologia.

A mensagem deste texto é: Abra o seu coração! Aprenda a ter menos preconceito, respeite para ser respeitado. O ódio corroí e só vai lhe causar azia – ou coisa pior. Leia a história e, se não gostar, resenhe e explique o motivo dela estar ou ser errada para você. Não fique gritando como um bebê chorão na internet. Pois o chilique no título desde Emulador é uma provocação. Pense nela também.

giphy

Até a próxima! A dica da semana é: #Paz!


*Nota do Editor: Não, Pab, não vai. Joguem os ovos em mim também, sou fã das obras do barbudo de Northampton.