DC demite editora da Vertigo

A DC Comics anunciou durante a semana passada a demissão da Shelly Bond, o que pegou a indústria norte-americana de quadrinhos de surpresa. Bond era, oficialmente, a vice-presidente e editora executiva do selo Vertigo. Na prática, ela era a grande manda-chuva do selo; era Shelly quem supervisionava todos os títulos da linha, aprovava ou desaprovava novos projetos, entre outras atribuições.

Bond assumiu o cargo após a saída de Karen Berger, considerada uma das grandes editoras da história da DC e a principal responsável pelo surgimento da Vertigo. Berger deixou o cargo em 2013. À época, muito se especulou a respeito do eminente encerramento da linha de títulos adultos, mas Bond conseguiu não apenas manter o selo ativo, como voltar a construir um catálogo considerável.

Foi sob a batuta de Bond que Constantine, iZombie e Lucifer encontraram seus caminhos para as telas de TV. Além disso, Escalpo teve o piloto encomendado e Preacher estreia em breve. É verdade que muitas dessas propriedades estavam sendo produzidas para outras mídias há tempos, mas foi com Bond no comando que a maioria foi ao ar. Dessas, pelo menos duas já são sucesso. Além disso, Y: O Último Homem e DMZ são outros títulos da Vertigo atualmente sendo produzidos como séries de TV.

preacher-tv-series-amc-jesse-custer-poster

Isso significa que os naturais rumores a respeito do fim do selo que circulam desde a demissão de Bond – e que espelham o que aconteceu quando Berger deixou o cargo – podem ser exagerados. A Vertigo continua sendo considerada pela DC Entertainment e pela Warner Bros. como um silo de propriedades intelectuais a serem exploradas. Quem assume os trabalhos da editora na Vertigo é o veterano Jamie S. Rich, ex-editor da Dark Horse. Ele, assim como vários outros profissionais, disse que Bond é uma gigante do meio, mas garantiu que o selo continua.

Segundo a nota oficial da DC, foi citado que a demissão é fruto de uma reestruturação da linha, mas é fato – segundo as planilhas disponibilizadas pela Diamond – que os títulos da Vertigo não estão vendendo o que se espera, mesmo com os incentivos dados aos lojistas (como a possibilidade de devolução de cópias não vendidas). Simultaneamente, Jamie cresceu muito e muito rápido dentro da linha, a DC criou outro selo adulto – encabeçado por Gerard Way – e a performance nas indicações do Eisner deste ano não foi favorável, com apenas um título indicado. A Vertigo não é conhecida como fabricante de grandes sucessos de vendas. Mesmo Sandman, talvez a propriedade mais conhecida da história da linha, nunca foi um fenômeno em termos de números. O que a Vertigo sempre conseguiu foi sucesso de crítica e reconhecimento especializado. Por isso, não emplacar indicações ao Eisner é um golpe duro.

eisner-award-banner

Ainda assim, a demissão de Bond veio como uma surpresa. Primeiro porque ela é uma editora respeitada por criadores de todos os gêneros e de toda a indústria. O segundo motivo é que Shelly sempre foi considerada uma funcionária modelo: foi uma das primeiras editoras a mudar de Nova York para Burbank quando a DC remanejou seus escritórios para a Costa Leste dos EUA, tendo feito sua mudança quase um ano antes da maioria dos outros funcionários.

Andy Diggle, Cameron Stewart e Ryan Kelly foram apenas alguns dos vários profissionais que manifestaram apoio público à Bond, dizendo que eles irão aonde quer que a ex-editora se instalar. Bond, via Twitter, agradeceu o apoio massivo que recebeu, disse que a Vertigo continua em boas mãos – agora com Richie, Ellie Pyle e Molly Mahan –, e deus graças às pessoas que a ajudaram no começo da carreira.

Profissional até o fim, Shelly continua a postar em seu twitter fotos dos títulos que editora e mantém a promoção dos artistas com os quais trabalha. Ela permanece funcionária da DC até o final do mês, ajudando na transição. Como era de se esperar de uma profissional exemplar, mesmo cumprindo aviso, ela continua fazendo o seu trabalho com maestria.

15 Comentários

Clique para comentar

quinze − 13 =

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com