[Terra 10] Convergência: dicas de leitura da saga

A Panini está lançando atualmente nas bancas brasileiras a saga Convergência. Esse evento aconteceu durante os meses de abril e maio nos Estados Unidos e serviu como “tapa buraco” enquanto a DC mudava sua sede de Nova York para Burbank. Aproveitando que muitos leitores nos procuraram, vamos indicar algumas boas histórias que se passam na saga.

alerta-spoiler

Todos sabem que o Terra Zero acompanhou o evento por relatos do nosso enviado multiversal Johnny Dan Carter, que foi uma testemunha ocular do evento. Assim, tivemos o privilegio de explorar todos os acontecimentos durante a Convergência.

A partir do mapa de publicações da Panini, os colaboradores do site deram opiniões e indicaram títulos para leitura.

CONV-300x458

Delfin

Para mim é simples: CV 0, 1 e 2CV: Besouro Azul e Gladiador Dourado, mas mais por causa da história do Gladiador, fundamental para o mecanismo da saga (e que se inicia, na verdade, em um tie-in de Fim dos Futuros). A Panini foi esperta em colocar, juntos, o Azul e o Dourado (ainda que o Azul seja o clássico, da Charlton). CV: Superman, por causa do Lois e da Clark já clássicos, pós-Crise, é uma revista na qual você deveria prestar atenção. Não é surpresa alguma que as melhores e mais relevantes histórias sejam do Dan Jurgens.

MAS o modo de publicação prejudica o impacto de qualquer revista acessória, porque, quando acontece um evento-chave envolvendo as realidades retratadas na revista-tronco, tudo acontece ao mesmo tempo. As revistas publicadas no segundo mês ficam prejudicadas no timing. Bom seria, se o leitor quiser mesmo ler tudo, que as revistas fossem compradas e lidas todas juntas, em termos de tie-ins, entre CV 1 e CV 2.
Mas a grande verdade é que você pode pular a maioria das histórias, não vão fazer falta alguma e boa parte delas é sinceramente ruim.
Diego Bachini

Para começar, destaco a qualidade do material dessas edições da Panini. Além disso, o preço está ótimo.

Minha recomendação fica para Shazam e Homem-Borracha & Os combatentes da Liberdade. Universos pré-Crise, são quatro edições no total, dentro da mesma revista com 100 páginas, em papel lwc e por R$ 11,90. A história do Capitão Marvel, na minha opinião, por si só é o motivo para se comprar a HQ. Apesar de uma derrapada em uma página dupla da segunda edição, a história consegue trazer toda a maravilha e glória da Era de Ouro do personagem. Outras sugestões: Superman, pela excelente história do Jurgens, e A Sombra do Batman com Asa Noturna e Oráculo, com o final que Gail Simone esperou anos para poder escrever, como ela mesma disse.
Dico Didiraja
CV: Flash e Força de Aceleração; CV: Shazam!; CV: Sociedade da Justiça; CV: Legião dos Super-Heróis; CV: Besouro Azul e Gladiador; CV: Superboy
Igor Tavares
Minha recomendação é Gavião Negro / Asa Noturna e Oráculo. Além de termos uma boa história dos Gaviões escrita por um autor como Jeff Parker, que sabe pegar aquela veia saudosista de maneira certeira, ainda podemos ler um dos melhores tie-ins de Convergence nesta Asa Noturna e Oráculo escrita por Gail Simone, uma escritora que tem um entendimento cristalino de como estes dois personagens funcionam juntos.
Lib Peregrino
Minha recomendação vai para Convergence: Superman, de Dan Jurgens. Em pleno N52, fomos presenteados com o Superman que marcou uma geração. Uma história intima, comovente e que amoleceu os corações de todo fã do Superman. Me fez sentir muita, muita falta da antiga continuidade, do relacionamento dele com a Lois e, dá pra dizer, da cueca por cima da calça.
 
Felipe Morcelli

De primeira minhas opções seriam essas:

  • Flash e a Força de Aceleração: Vários conceitos clássicos do Flash de volta em histórias muito legais. Mas mais importante que tudo isso: Wally West, o original!
  • Arlequina: Descompromissado e divertido. Com Capitão Cenoura e a Arlequina original
  • Sociedade da Justiça da América: mata a fome dos fãs saudosistas
  • Besouro Azul e Gladiador Dourado: minha segunda favorita, porque mostra o quanto o Gladiador está ligado nos eventos cósmicos – e traz o Ted Kord de volta
  • Superman: De longe minha favorita. Provavelmente a história mais bonita que o Dan Jurgens escreveu em anos. É maravilhosa.
Marcelo Grisa

Primeiro, antes de tudo: guardem dinheiro pra edição de Superman. Escrita por Dan JURGEEEENS e desenhada pelo Lee Weeks, é o que motiva Lois & Clark, a série que dá sequência à saga na Terra principal d’Os Novos 52. É realmente emocionante, e eu deixei escapar umas lágrimas no final, sem problema.

Depois disso, tem o Superboy. O Havaiano, dos anos 90. E escrito por um dos expoentes da época, Fabian Nicieza. Aqueeele que alguns comparam a um faxineiro na Marvel… Fui por causa do personagem, pra depois poder xingar, e mordi a língua. Como a história pega o personagem logo depois de sua introdução, pela altura de Zero Hora, o embate funciona de forma espetacular.

Por fim, A Sombra de Batman. Leia se estiver com saudades do Azrael. Eu estava, mas essa é a palavra de um fã do Guy Gardner para um leitor. Vai saber se eu estou certo nisso…

Brunão
Força de Aceleração, porque Wally West.
Questão do Rucka, porque é a última boa história da Questão que você vai ler, provavelmente. E a arte é do Cully Hamner.
Superman, porque parece “clássico”, de fato.
Pablo Sarmento
Existem muitas vertentes para os leitores de todas as eras da DC Comics, mesmo que a saga principal tem qualidade questionável, os tie-ins tem boas histórias. Eu indico fortemente Gladiador Dourado, principalmente por ter ligação com a saga e ser uma ótima história de aventura. Algo que me surpreendeu foi Lanterna Verde/Parallax, é muito bom ver Kyle Rayner trabalhando com Hal Jordan, mechas de energia verde, explosões esmeraldas e insanidade.
Na linha do Super, as histórias do Aço, Superman do Dan Jurgerns e Superboy são satisfatórias. Aliás, a de Clark e Lois é um título muito bonito, lembrando os anos áureos dos personagens. Se for fã do azulão, não perca esse título.
Para finalizar, Jeff Parker e Doc Shaner fazem uma parceria única com Shazam, Questão de Rucka e Hammer é ótimo. Para os fãs de Titãs é indispensável a história do Marv Wolfman com Nicola Scott com a equipe, uma das HQs mais bem desenhadas de todo o evento.
Caso queira conhecer mais da saga, não ligue para spoilers e queira ouvir as opiniões sobre algumas histórias, pode escutar os ComicPod One-Shot #21 e o ComicPod #129,5, nos quais discutimos impactos da saga no Universo DC.

4 Comentários

Clique para comentar

três + 20 =

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com