O que o Deadpool come?

O Tumblr Fuck Yes Deadpool realizou uma extensa pesquisa nos quadrinhos nos quais o personagem Wade Wilson estrelou ou teve alguma aparição, encontrando, ainda em 2013, muitas evidências subtextuais que apontavam para uma identidade sexual diversa. Deadpool seria pansexual; o termo, às vezes referido como omnisexual, refere-se à pessoa bissexual que rejeita a divisão dos gêneros em masculino e feminino. As informações já haviam sido confirmadas por escritores do Mercenário Tagarela, como Gail Simone e o atual escritor do personagem, Gerry Duggan. Entretanto, a polêmica estourou na mídia especializada quando a pergunta foi refeita para o criador do personagem, Fabian Nicieza.

Fabian Nicieza. Reprodução.
Fabian Nicieza. Reprodução.

Entretanto, como Nicieza citou nas conversas com os fãs, talvez o Twitter não seja mesmo o melhor lugar para tratar de forma ampla assuntos de alta complexidade. Ele começou respondendo à pergunta de um fã, usando o link do Fuck Yes Deadpool, de uma forma que soou ofensiva para muitos:

Desculpe, mas qualquer um que escreva uma coluna tão longa para “provar” a sexualidade do Deadpool não entende a sexualidade do Deadpool.

O ponto máximo foi quando o criador acabou afirmando que Deadpool é do jeito que é por conta de seus problemas mentais, associando, de forma consciente ou não, a sua escolha sexual diversa com uma condição de doença mental ou cognitiva.

De forma estúpida ou não, a discussão com o criador pelo menos serviu para levantar uma problematização a mais na sexualidade de Wade. Se, como Fabian Nicieza alega, as células do cérebro do personagem estão em fluxo constante, fazendo ele gostar e odiar coisas diferentes com o tempo, seria o caso de categorizar Deadpool como um ser genderfluid. Ou seja: alguém que não tem uma orientação sexual estática, sendo hétero em um momento ou relação, homo em outra, bi numa terceira, etc – não necessariamente nessa ordem.

Toda a discussão sobre o gênero de Wade Wilson tem, além das causas mais óbvias (como já ter sido casado com uma alien), outras dicas dadas em suas revistas, desde as minisséries de 1993 e 1994 até as revistas regulares de 2015. Há, por exemplo, uma quantidade muito grande de piadas elogiando homens (muitas vezes em meio ás lutas) e outros chistes dele usando vestidos ou roupas estereotipadas.

Para o autor da pesquisa do Fuck Yes Deadpool, como ele mesmo coloca no Tumblr, isso ocorre para focar no subtexto, já que os anos 1990 foram uma época ainda não tão aberta às diferentes sexualidades no meio quadrinístico, tanto dentro quanto fora dos quadros. Para efeito de comparação, ele listou um exemplo anterior (Mística) e um exemplo posterior (Daken, o filho de Wolverine). Enquanto a mutante transmorfa de pele azul era encarada como apenas amiga de Sina até a confirmação de que ambas criaram Vampira (se alguém tinha dúvidas sobre a relação e o amor das duas, a confirmação veio na atual saga O Legado de Logan), Daken é muito mais aberto, deixando claras suas intenções e flertando abertamente com muitos aliados e oponentes.

O mesmo autor, no Tumblr, ainda tem um outro post, com o título “Manifesto Spideypool”. Para quem escreve, na verdade, o amor da vida de Wade Wilson é o Homem-Aranha. Se isso ficará para as fanfics ou um dia será usado nos quadrinhos, será o tempo quem dirá. De qualquer forma, que seja feliz o Degenerado Regenerado!

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com