[Terra 10] O melhor do ComicPod

Whaaazzup galera! Sejam bem-vindos a mais uma edição do ComicPod! Ou melhor, quase. Como tivemos uma semana a mais no mês, nosso cronograma de gravação e edição acabou tendo um espaço vazio. Por isso, aproveitamos a oportunidade para debater quais são os melhores episódios do ComicPodAcompanhem conosco os programas mais marcantes e divertidos do podcast de quadrinhos do Terra Zero. E não se preocupem, semana que vem voltamos à programação normal, com um tema que, se já tivesse sido lançado, estaria nessa lista.

All-Star Superman (ComicPod #97)

Vlad: “A obra-prima do patrocinador oficial do site ganhou um podcast a altura, e fez muita gente chorar no final.”

Matheus: “Esse episódio, junto com o ComicPod #112 Origens: Superman, são os dois que resumem, em todos os pontos, as nossas preferências narrativas e de construção de personagem.”

Grisa: É um conjunto muito bom do que faz um bom ComicPod. Não digo que é o melhor individual, mas traz um equilíbrio muito interessante.”

Arqueiro Verde/Lanterna Verde (ComicPod #135)

ComicPod-135

Dico: “O nível do episódio foi altíssimo. Se compara facilmente ao especial de DCAU.”

Matheus: O podcast que melhor exemplifica a mudança “editorial” do ComicPod, indo para rumos mais opinativos, ao invés de narrar a HQ. Outra aula de história.”

Luís: “Acho que esse podcast mostra o que eu acredito que seja o ComicPod: discussões que fujam do óbvio, uma rica fonte de informação (não apenas sobre quadrinhos, mas sobre todo o contexto histórico que a cercava), sem esquecer de ser divertido.”

Miracleman/Marvelman (ComicPod #90)

Vlad: Li o personagem pela primeira vez pra gravar esse podcast e fiquei completamente extasiado de tão boa que é a história.”

Felipe: Pra mim, o melhor trabalho do Alan Moore. Foi Miracleman que realmente mudou os super-heróis. Watchmen… deixa pra lá. Foi o primeiro programa que sugeri para 2012, pouco antes de o site mudar de nome para Terra Zero, e é um dos que mais tenho orgulho.”

Diego: “Destrinchou tudo a mega importância da história e deu um panorama do até então complicado caso dos direitos da HQ.”

Crise Final (ComicPod #74)

Pablo:Acho que esse material em áudio deveria vir junto com a edição absoluta que a Panini lançou. O Brunão e o Morcelli dão um show de conhecimento sobre a escrita do Morrison. Mesmo que a série seja uma grande história de guerra, ela tem tantas camadas que após esse programa quis ler novamente a Crise, só pra ver se tudo que falam está lá.”

Lib:Tenho que admitir: A primeira vez que eu li, eu NÃO.ENTENDI.A.CRISE.FINAL. Li conforme era publicada pela Panini e, pelos deuses, não tinha sentido nenhum. Esse episódio desfez toda a confusão em 5 minutos, quando o Vlad disse exatamente em que ordem as histórias precisavam ser lidas, quais deviam ser lidas e, principalmente, quais deveriam ser ignoradas. Só então eu pude respirar e dizer: ‘Caralho, foi uma saga do caralho!'”

Luís: “Sem dúvida, um dos mais didáticos que já fizemos. A explicação do Brunão sobre a relação da trindade com cabala hebraica foi uma das mais curiosas (e impressionantes) que já vi. Não que ele não tenha se superado, pois prever Convergence quase um ano de antecedência foi de fato algo acima do normal. Mas esse podcast esclarece muitas coisas que geram dúvidas na leitura, principalmente por organizar na cabeça do leitor o que deve ser lido e o que não.”

Batman de Grant Morrison (ComicPod #48, ComicPod #49, ComicPod #83, ComicPod #86, ComicPod #122)

ComicPod-122

Vlad: “Exploramos toda a fase do careca no Batman, pegando muitas referências que passariam despercebidas se fizéssemos um podcast superficial.”

Pablo: “Os primeiros ComicPod que eu escutei foram os de Batman RIP! Lembro de procurar na internet novos podcasts de HQs, que não fossem tão simples com “compre isso porque é bom” ou “não compre porque o desenho é feio”. De fato esse programa abriu meus horizontes quanto nona arte. Mesmo que você não tenha lido Batman RIP vai entender toda a história, por conta do Luís estar no mais alto grau de loucura por conta do Batman de Zur-En-Arrh.”

Luís: “tenho um carinho especial pelos programas por ter entrado no site por conta de Zur-En-Arrh. Porém, a qualidade técnica e o conteúdo dos programas são essenciais para quem gosta do personagem ou ainda, para quem gosta de reclamar que o que Morrison escreve não tem sentido. Ou ainda, para quem acha que o Batman morreu duas vezes entre R.I.P. e Crise Final…”

Multiversity #2 (One-Shot #19)

One Shot banner 19

Brunão: “Não trate como Flash quem te trata como Mercúrio” é o maior pedaço de sabedoria que o site gerou ou vai gerar.”

Pablo: “Simplesmente o House of Heroes do Terra Zero. Conseguimos juntos todos os participantes da análise de Multiversity em um podcast, viajamos além da quinta parede e voltamos a tempo de tomar café escocês.”

Luís: “Além da viagem que foi gravar cada um dos episódios de Multiversity e do alto nível de conteúdo que os episódios contém, a abertura que conta a história do Multiverso DC ficou melhor do que eu poderia imaginar.”

Planetary (ComicPod #88ComicPod #98Comicpod # 107)

ComicPod-106

Brunão: “Deu trabalho, tive que convencer meio mundo, mas é o podcast cujo feedback mais chegou até mim. Muita gente disse ter corrido atrás do material por causa dele, e eu acho isso legal pacas.”

Matheus: “Uma aula de história de quadrinhos. Acho que o #98 é o ponto ideal, entre conteúdo e tamanho de podcast. Essa é a edição mais enxuta, mas ainda tem muita coisa interessante sendo discutida.”

Diego: “Me fez ler e comprar a série. Um material primoroso.

Vlad: “A obra-prima de Warren Ellis na minha opinião, que conseguimos explorar nos seus mínimos detalhes.”

11 de Setembro nas HQs e na Cultura Pop (ComicPod #80)

Matheus: “O primeiro ComicPod com temática histórica que fizemos, acho muito legal o nível da discussão. É também um dos nossos episódios mais acessíveis para quem não tem background sobre quadrinhos.”

Felipe: “Especial em todos os sentidos. Educativo, informativo e repleto de memórias trágicas e nostálgicas do dia que mudaram o começo do século XXI.”

Lib: “Foi o primeiro ComicPod que eu ouvi. Não apenas se tornou marcante pelo tema, como também me fez cair de cabeça nos podcasts do site.”

Delfin: “É um episódio quase perfeito. É de longe o assunto mais pedregoso de todos que já pegamos e temos um desprendimento, um equilíbrio entre a seriedade do tema e a espontaneidade.”

O Quarto Mundo de Jack Kirby (ComicPod #114)

ComicPod-114

Felipe: “Analisamos a fundo a obra máxima do rei dos quadrinhos. Nuff said.

Vlad: “A obra máxima do Rei fez muita gente do site conhecer essas HQs pela primeira vez, inclusive eu.”

Diego: Lembro de terminar de ouvir querendo um filme de cada uma das revistas do Kirby. Edição foda, trilha foda.”

Luís: “Um dos podcasts que gravei com maior sentimento de dever cumprido (e um dos que tenho maior carinho). Tudo, desde a pauta até a trilha, foi pensada para mostrar a grandiosidade dessa obra de Jack Kirby.”

Hexalogia DCAU (ComicPod #65ComicPod #66ComicPod #67ComicPod #68ComicPod #69ComicPod #70)

Joá: “A série de vários ComicPods falando sobre o DCAU serão meus prediletos pra sempre.”

Dico: “Esse foi um especial de alta qualidade em todos os aspectos. Conteúdo, preparação e execução. Passamos algumas semanas revendo os principais episódios de todas as séries para poder falar sobre elas e conseguimos comentar todos os pontos importantes sobre as obras e o que se passava ao redor delas. O falecimento de Dwayne McDuffie durante a publicação dos episódios só tornou tudo mais especial.”

Vlad: Nossa série mais abrangente, que originalmente era pra serem só dois episódios, mas que acabaram virando seis.”

Diego: “Cada episódio faz você ter uma vontade desesperada de assistir tudo.”

Luís: “Uma verdadeira ode ao Universo DC. Falamos de todos os aspectos do universo animado de Bruce Timm e companhia, com uma pesquisa profunda e muita empolgação.

Menções Honrosas

Durante as escolhas de nossa equipe, muitos episódios acabaram sendo lembrados pelos participantes, mas acabaram não figurando na lista cima. Porém, você pode ver o que ficou de fora na lista abaixo:

Extreme Justice x Young Blood (ComicPod #120): CLARO que é um dos meus favoritos. Afinal, como não amar o embate dos dois patronos sentimentais da nossa jornada sonora?” (Delfin)

Trilogia Homem Animal (ComicPod #39ComicPod #61ComicPod #78): “Foram somente o meu ponto de partida para todos os podcasts. Precisava começar a pesquisar para o trabalho de conclusão da universidade. Se vocês ouvem as minhas besteiras hoje, agradeçam a esses três áudios que são uma aula de contextualização, humor leve e colocações pertinentes.” (Grisa)

Constatine do Delano (ComicPod #133): Falei de um dos personagens que eu mais gosto de ler, da HQ que minha namorada me presenteou e acendeu novamente minha chama de maniaco por quadrinhos e claro, que foi compartilhado pelo próprio Delano em seu Facebook, motivo pelo qual me quase chorar de emoção.” (Pablo)

ULTRACAST (One-Shot #17): “Caramba! Que coisa foda… A narração de abertura foi de arrepiar, e a revista tinha uma vibe tão aguardada que era de dar frios na espinha, e o episódio manteve o nível. Foi um One-Shot para ficar sempre na memória.” (Phelipe Peregrino)

Perfil: Robin (ComicPod #32): “Foi um dos programas mais insanos que já gravamos. Ainda éramos amadores, mas não tínhamos medo de fazer graça enquanto falávamos de quadrinhos” (Felipe).

Perfil: Demolidor (ComicPod #54): “O melhor perfil de personagem já feito no ComicPod (tá certo que não foram muitos, mas esse ficou bom mesmo).” (Vlad)

Scan Ou Papel? Eis a Questão! (ComicPod #29): Esse é um episódio que ficará pra sempre no meu coração. Desde o começo do comicpod era um tema que eu queria MUITO comentar. Consegui montar uma pauta densa e tive a sorte de achar alguem que era ativo na internet e mesmo assim não tinha hábitos de consumir mídias digitais.” (Dico)

Flash de Mark Waid (ComicPod #131): “Os podcasts sobre o Flash sempre saem bacanas, esse teve o maior feedback entre eles #morrinacrise.” (Lib)

Homem-Aranha: Saga do Clone (ComicPod #99): “Um dos mais divertidos. Deveria se chamar ‘como transformar um tema de merda num dos melhores programas’.” (Diego)

Besouro Azul II – Ted Kord (ComicPod #129): “Foi extremamente divertido de gravar e me fez conhecer mais de um personagem que eu já gostava, mas tinha um conhecimento limitado sobre.” (Luís)

E você ouvinte? Qual destes figura na sua lista? Esquecemos de algum? Qual o melhor ComicPod para você? Comente e espalhe para aquele seu amigo ou amiga que também curte quadrinhos!

Até a próxima!

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com