[Resenha] Fábulas apresenta – Cinderela: Da cidade das Fábulas, Com Amor

Como seria um mundo onde Cinderela seria uma espiã? A princesa de contos de fadas investigaria sobre sapatinhos de cristais e como a fada madrinha poderia influenciar na sua vida? O roteirista Chris Roberson e o desenhista Shawn McManus criaram um spin-off da série Fábulas chamado Cinderela: Da Cidade das Fábulas, Com Amor, contando histórias dessa personagem em uma roupagem bastante diferente do seu habitual.

O  sucesso de Fábulas é inegável dentro do selo Vertigo. A HQ, com uma proposta ousada de misturar contos de fadas com contemporaneidade, foi uma experiência que deu certo. A história de Bill Willingham e  Mark Buckingham conseguiu dar tantos frutos nos anos 2000 quanto Sandman durante os anos 1990. A Panini Comics está lançando a série em encadernados periódicos e algumas spin-offs, como João das Fábulas, As Mais Belas e, agora, Cinderela.

CIFL Cv2 CS3.indd

Fábulas é uma HQ sobre personagem de contos de fadas que vão morar em uma cidade contemporânea perto de Nova York. Dentro da cidade existem todos os tipos de personagens conhecidos do mundo mágico, vilões, príncipes, princesas e animais falantes. O spin-off de Cinderela conta a história dessa personagem que se tornou tão independente e poderosa, com o passar do tempo, morando na terra.

Cinderela é uma empresária, divorciada, que vive viajando o mundo atrás das maiores tendências em sapatos para sua loja, porém tudo isso não passa de um grande disfarce para que ela embarque na vida de aventuras de espiã. No arco de histórias, reunido pela Panini, ela vai investigar um caso estranho, pois artefatos mágicos estão sendo desviados, vendidos à mortais e isso pode trazer um grande problemas para Cidade das Fábulas, e neste ínterim a personagem embarca em uma aventura com muita conspiração envolvida.

A protagonista da história é bastante independente. Roberson explora Cinderela como uma mulher moderna, dona de opinião, com atitude e que não perde tempo desejando algo. Se ela quer algo, vai fazer porque ela se sente poderosa e determinada a conseguir. Essa forma de caracterizar a personagem, consegue ser um dos pontos altos de toda a HQ, por, em momento algum, mostrar a personagem dependente de algum homem ou fora do controle da situação. O personagem secundário, Aladin, se mostra bastante interessante por incluir um ponto de vista diferente sobre as fábulas do ocidente e explicando como o povo o oriente médio interpreta seus contos de fadas.

Cinderella_Fables_Willingham_Puss_h2

O roteiros de Roberson, no entanto, acabam sendo enfadonhos em alguns momentos da história, graças às diversas voltas que ele dá em torno da resolução da história. Por vezes, é difícil entender para que lado ele está levado o leitor, já que algumas edições da minissérie parecem não ir  a lugar nenhum. O roteirista poderia facilmente ter finalizado tudo em menos capítulos, ou talvez ter criado uma subtrama mais atraente que um vendedor de sapatos que cai no erro clichê de vender itens mágicos para mortais.

A arte de McManus é bastante simplista, porém bonita. O desenhista tem bons enquadramentos e consegue dar bastante dinâmica nos quadros de ação com Cinderela e Aladin. Dentro do proposto para a minissérie, ele entrega um trabalho que não compromete e que consegue compensar os diálogos cansativos de Roberson.

3450847-ghols-cinderella-from_fabletown_with_love#2-vs_cinderella&aladdin

Vale ressaltar que a Panini teve problemas com revisão nesta edição de Fábulas Apresenta. Durante a leitura, você vai encontrar diversos erros bobos de ortografia, que passaram pela revisão e edição da HQ. Fica o puxão de orelha e o pedido de maior cuidado com esses encadernados, já que não se sabe quando haverá reimpressão. Afinal, aparentemente, a Panini havia sanado há algum tempo a questão de revisão de textos, que era tão frequente há alguns anos.

Pois Cinderela, enfim, é uma HQ simples, um spin-off com uma protagonista muito interessante por seu temperamento e comportamento, com uma pitada de noites das árabias, mas que acaba dando voltas na história sem sair do lugar.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com