[Exclusivo] 21ª Fest Comix: entrevista com Rod Reis

Há uma relação que sempre foi muito boa entre Rod Reis e o Terra Zero, desde a concepção do site. Por isso, não foi difícil conseguir uma entrevista com o artista, conhecido por passar anos colorindo muitas das mais importantes publicações da DC Entertainment. Reis está, agora, em uma nova fase, a de desenhista. Depois de desenvolver seu próprio estilo de traço e pintura, ele embarcou em uma fase independente, ao lado dos colegas Kyle Higgins e Alex Siegel. O trio foi sucesso de crítica quando lançou o quadrinho C.O.W.L. e, agora, vai repetir a dose em um novo projeto.

Arte promocional de Hadrian's Wall, por Rod Reis.
Arte promocional de Hadrian’s Wall, por Rod Reis.

Além de revelar como anda a relação do colorista com a DC Entertainment, esta entrevista com Rod Reis também foca, principalmente, seus trabalhos independentes. Confiram!

Terra Zero: Você migrou, de colorista da DC, para artista independente em uma das mais elogiadas séries que a Image publicou ano passado. Como está sendo esta experiência? Há alguns anos, você nos contou que sempre quis ser desenhista, mas ficava frustrado com seu trabalho no início da carreira.
Rod Reis: Está sendo bem gratificante! Eu comecei querendo ser desenhista, como todo mundo e, como todo mundo, meu trabalho precisava melhorar bastante. Mas, como colorista, eu tive a oportunidade de entrar no mercado de quadrinhos e foi muito importante pra mim, pois abriu muitas portas. Descobri que o que eu queria mesmo era estar nesse mercado, de uma forma ou de outra. Hoje estou muito mais experiente e estou muito mais confiante no meu trabalho, mesmo sabendo que tenho que melhorar muito ainda.

Bill Sienkiewicz é uma das suas influências mais claras em termos artísticos. Quem mais, de dentro e de fora dos quadrinhos, influencia seu estilo atual?
Eu gosto do Phil Noto, Rafael Albuquerque, Sean Murphy e, para o novo projeto, estou vendo vários trabalhos dos artistas europeus.

Arte de C.O.W.L., por Rod Reis.
Arte de C.O.W.L., por Rod Reis.

Fazendo um retrospecto, como surgiu C.O.W.L.? Quando Kyle Higgins decidiu que iria lançá-la como quadrinhos e em que momento você passou de colorista da revista Nightwing Vol.3 (escrita por ele) a artista deste projeto?
C.O.W.L. era um projeto antigo de Kyle e a nossa parceria surgiu quando ficamos amigos no tempo do Asa Noturna. Ele gostou do meu trabalho e me convenceu a desenhar páginas de quadrinhos. Gradualmente, essa ideia foi crescendo. E a Image Comics se interessou pela revista.

C.O.W.L. terá uma continuação? Há planos para revisitar este universo? E mais: houve conversas para a HQ sair no Brasil?
O futuro da C.O.W.L. é incerto ainda, existem mais estórias para serem contadas nesse mundo, mas no momento estamos focados em Hadrian’s Wall. Existem conversas para sair esse material aqui no Brasil, mas nada certo ainda. Eu gostaria muito que fosse publicado aqui!

Arte de C.O.W.L., por Rod Reis.
Arte de C.O.W.L., por Rod Reis.

Hadrian’s Wall é seu novo quadrinho, repetindo a parceria com Higgins e Alec Siegel. Conte-nos a história do surgimento desta HQ e quais serão os temas que ela abordará.
Depois de C.O.W.L., nós queríamos continuar a parceria com algo diferente e eu sempre falei que gostaria de fazer algo sci-fi. Quando eles me contaram sobre o que seria a história, fiquei empolgado. Haverá um assassinato dentro de uma nave nos confins do universo e o personagem principal é o investigador que vai tentar descobrir a identidade do assassino. A história tem muitas reflexões sobre términos de relacionamentos, guerra fria, a Terra colonizando outros planetas e muita viagem futurística.

Seu estilo artístico será semelhante ao utilizado em C.O.W.L. ou há outras influências em jogo? Os filmes Blade Runner (1982) e Alien (1979) foram citados como inspirações para a HQ na ImageExpo deste ano.
Basicamente o estilo vai ser o mesmo, mas um pouco mais contido, sem muita experimentação. Vai ter bastante de Blade Runner e Alien, mas vou tentar dar um ar mais europeu para a arte.

Arte comissionada do Asa Noturna, por Rod Reis.
Arte comissionada do Asa Noturna, por Rod Reis.

Quando Hadrian’s Wall será lançada nos Estados Unidos? Quantas edições ela terá?
O lançamento está previsto para novembro lá fora e será uma minissérie em oito números.

Você ainda tem algum projeto em vigor com a DC como colorista ou está dedicando seu trabalho exclusivamente aos quadrinhos independentes?
Eu ainda colorizo algumas capas da DC, especialmente para material promocional de filmes e séries de TV.

Comente

Clique para comentar

treze − 3 =

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com