Arte promocional de "Vilania Eterna" desenhada por Eddy Barrows.

Dan DiDio queria destruir o Asa Noturna desde 2004

Não é segredo para os fãs da DC Entertainment que o co-publisher Dan DiDio quis matar o Asa Noturna (Dick Grayson) em diversas ocasiões. Elas foram tantas que os fãs podem até perder a conta. Desde que entrou para a editora em 2002, DiDio comandou algumas das mudanças mais profundas na história do personagem, que variaram de cumplicidade no assassinato do vilão Arrasa-Quarteirão (em Nightwing Vol.2 #93), passaram pela entrada dele para a máfia sob a alcunha de Renegado e até mesmo por um período como Batman.

Asa Noturna em arte de Tony S. Daniel.
Asa Noturna em arte de Tony S. Daniel.

Atualmente, o personagem estrela sua própria revista, Grayson, em que é um agente secreto da Espiral, enterrando de vez sua identidade super-heroica de Asa Noturna. Vale lembrar que, quando a DC Entertainment reiniciou todo o seu universo cronológico com os Novos 52, em 2011, o Asa Noturna teve uma nova revista mensal, Nightwing Vol.3, que durou pouco mais de 30 edições.

Há poucos dias, foi revelado pelo próprio Dan DiDio que uma transformação (e possível morte) do Asa Noturna vinha sendo planejada dede 2004, pouco dentro depois de ele ingressar na editora. O co-publisher da DC revelou um argumento abandonado para uma Crisis II (Crise 2), ou Crisis in Infinite Futures (Crise em Infinitos Futuros). Esta seria a primeira tentativa dele de organizar as múltiplas linhas do tempo do Universo DC. Gog seria um grande vilão e o Asa Noturna seria “quebrado”.

Foto divulgada por Dan DiDio contendo argumento da "Crisis II".
Foto divulgada por Dan DiDio contendo argumento da “Crisis II”.

A ideia original era transformá-lo num vilão do Batman, talvez o maior que o Homem-Morcego já teve. O evento também traria repercussões trágicas para medalhões da editora, como o divórcio de Clark Kent e Lois Lane. De certa forma, todas estas ideias foram aproveitadas por Dan DiDio através dos anos:

– A Crise Infinita de 2005 mexeu com todas as linhas temporais da DC e, seguida da maxi-série 52, restabeleceu o Multiverso com 52 Terras;

– O Asa Noturna ainda foi cúmplice do assassinato do Arrasa-Quarteirão, o que o deixou num caminho sombrio por um período de tempo como Renegado. Ele não era exatamente um vilão, mas demorou um pouco para voltar às suas raízes super-heroicas;

Gog foi usado na revista da  Sociedade da Justiça escrita por Geoff Johns e Alex Ross com premissas semelhantes;

– O casamento de Lois e Clark foi desfeito após o advento dos Novos 52;

– Os múltiplos futuros da DC e sua total eliminação fizeram parte dos recentes eventos de Fim dos Tempos e Convergence.

DiDio não revelou, no entanto, se algumas das ideias que teve no passado ainda fazem parte de seu planejamento para o futuro da DC. Seja como for, Dick Grayson, por enquanto, não é mais o Asa Noturna – esta identidade foi realmente destruída.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com