Bolsa de apostas: E o Lex Luthor do cinema?

Nessa nova rodada da Bolsa de Apostas, jogamos as fichas sobre a mesa em uma nova aposta, na qual especularemos sobre a função de Lex Luthor dentro do universo que irá se desenvolver a partir de Batman vs Superman.

lexluthor

A nova empreitada da Warner exige uma certa urgência em deslocar a imagem do gênio do crime, cientista louco e agente imobiliário galhofeiro com planos de dominação global deixada por suas encarnações anteriores no cinema, vividas por Gene Hackman e Kevin Spacey. Está claro que essa direção anacrônica não faz mais sentido para o personagem desde que John Byrne o repensou, no fim dos anos 80.

Essa nova perspectiva leva a pensar que a escolha de Jesse Eisenberg para o papel é baseada em dois de seus trabalhos anteriores, A rede social (David Fincher; EUA, 2010)  e Truque de Mestre (Louis Leterrier; EUA, 2013), pois ambos trazem características próximas ao que se espera do Lex Luthor que estamos vendo nos novos 52.

O jovem empresário ganancioso e gênio das redes sociais do filme de Fincher oferece paralelos instigantes com o Lex Luthor manipulador, sem limites, que odeia ser contrariado. Obcecado pela teoria da evolução das espécies de Darwin, Luthor revela sua grande ambição de ser o salvador do mundo, pois teme a extinção da humanidade diante as ameaças extraterrestres apresentadas no reboot proposto por Grant Morrison.

a-10

Se analisarmos a versão de Johns para Luthor em sua atual jornada em Liga da Justiça e os boatos referentes da participação do vilão em Batman v. Superman, encontramos semelhanças razoáveis para tecer um paralelo com o prestidigitador interpretado por Eisenberg em Truque de Mestre. Onde Eisenberg interpreta um mestre do ilusionismo responsável por reunir um grupo de mesmerizadores que executa o truque do título, ou melhor, o crime prefeito que engana o público no final tão inusitado da película.

Johns-Top

O Luthor  visto de Vilania Eterna em diante ganha um protagonismo inesperado e muito interessante. Após salvar o mundo com a ajuda de outros vilões contra o Sindicato do Crime, essa versão do personagem, mais madura que a versão do escocês careca, mas não menos chicaneira, percebe que a ameaça que exterminou a Terra-3 se tornava uma ameaça iminente para a Terra-0. Essa era sua chance de salvar o mundo novamente. Porém, dessa vez, mesmo que a contragosto, ele quer fazer parte do clube dos mocinhos. Para tanto, ele não só manipula toda a Liga da Justiça pra que aceitem sua filiação no grupo de justiceiros como também a draga para dentro de seu plano maior, ainda não revelado.

Os boatos sobre o papel de Lex Luthor em Batman V. Superman nos levam a crer que ele é o responsável pelo embate entre o Superman e Batman. Também vieram à tona rumores de que ele está mapeando todos os meta-humanos do planeta. Seria também essa sua função em uma possível participação do vilão no filme do Esquadrão Suicida?  Além disso, tudo indica que ele não só irá fazer experiências com o DNA e a tecnologia kryptoniana, mas irá criar armas que gerarão vastos contratos com os militares, que necessitam emergencialmente de alternativas para evitar novas invasões extraterrestres, como a vista em O Homem de Aço.

Uma aposta:

Baseado nesses fatos, vem à mente a pergunta: as intenções da versão cinematográficas seriam as mesmas que as apresentadas pela personagem nos Novos 52?

Apostamos que, em Batman vs Superman, Luthor não só será o catalisador do enfrentamento entre os heróis como, também, poderá ser o responsável pelo ressurgimento de Batman e também forçará os heróis a se reunirem. Portanto a aposta é de que Lex Luthor será o responsável pela criação da Liga da Justiça.

Indo um pouco além, não estaria ele de posse de sua armadura produzida a partir dos espólios da tecnologia kryptoniana do General Zod e, assim, apresentando-se como um pseudo-herói com objetivos dúbios, que se revelarão como seu estratagema final mais adiante, no seguimento do universo compartilhado da Warner/DC, exatamente como estamos vendo em Liga da Justiça?

3347454-lex+luthor+bizarro

Sim, essa é uma aposta tão ousada como a escolha de Jesse Eisenberg para o papel. Porém, os fatos apresentados deixam a teoria bastante pertinente.

E você, caro leitor, quais são as suas apostas?

  • Samuel Sobral

    Minha cabeça acabou de explodir.
    MAS É CLARO! Percebendo que do espaço poderiam provir mais ameaças como Zod & Cia. e sem querer confiar em variáveis tão volúveis quanto Superman, Lex mexe os pauzinhos pra criar uma super-equipe com o que a Terra tem de melhor a oferecer + um kryptoniano (talvez até tentando eliminá-lo da equação usando o Batman em BvS).
    Isso só me deixa mais louco ainda pra saber se ele realmente estará no filme do Esquadrão. E qual a função dele nesse âmbito.
    Joacélio, você é foda.

  • Samuel Sobral

    Falando em apostas, mais alguém acha que a DC revelou tudo que ia fazer nos filmes em suas animações para DVD pós-Flashpoint?

  • Livelong

    @Samuel Sobral

    Também acho. O que mais me faz crer nisso é o rumo do Esquadrão Suicida, que parece cada vez mais com a animação.

  • Joá

    @Samuel Sobral
    Dentro da teoria, se Luthor aparecer no filme do Esquadrão seria pra avaliar o grupo como outra arma contra ameças alienígenas. Os contratos dele com o governo daria acesso ao argos e outras agências secretas.
    @Livelong
    Ao meu ver o rumo do esquadrão e do Batman estão interligados. Todos os rumores apontam pra isso. Junte as pontas e vc vai ver que animação é só uma consequência dos mesmos fatores.