Direto do Front: O ciclo reinicia

Meu nome é Johnny Dan Carter e falo direto do front da convergência. Depois de meu surpreendente encontro com Gladiadores Dourados e buracos no tempo, fui levado à minha Metrópolis ao lado do Michael Carter mais velho. Ele me disse que estou em um loop temporal e que preciso reiniciar o ciclo de continuidade de todas as histórias que pude observar até agora, para dar a elas um senso de finalidade. Ainda não consegui desvendar qual é nossa ligação, mas, antes que eu pudesse ver o que ele e o Besouro Azul estão planejando na minha Terra, fui forçado a atravessar um vórtex temporal que está me fazendo viajar por todas as realidades que vi desde que a convergência começou. Falo, então, direto do front, sobre como estas histórias estão se resolvendo.

De alguma forma, as coisas convergem para finais felizes e encerramentos. Não sei se estas realidades estão se preparando para dizer adeus para sempre, mas os finais que vi me levam a crer que este é o fim de muitos mundos que vi. É triste, na verdade, mas, ao mesmo tempo, reconfortante: continuando a existir ou não, estes mundos e seus protagonistas viram a alegria no fim. Posso começar falando dos Eléktrons. Depois de ver Ryan Choi voltar à vida, Ray Palmer e ele preparam a vingança certa contra o Exterminador. No meu mundo, o vilão matou Ryan. Lembro-me vem de quando o pobre rapaz foi assassinado. A imprensa toda cobriu. Foi chocante, ainda mais por ser um herói tão jovem. O Exterminador se foi e os heróis triunfam sobre seus inimigos.9f2d1eb86b269c2dc69e91e68d517e6f

O mesmo acontece com as Batgirls.

Não entendi bem por que aquele Homem-Gato e o Gorila Grodd estavam nesta realidade, já que eles foram despachados muito rapidamente. O que realmente importou foi que Stephanie Brown e Tim Drake (agora sei suas identidades e seus históricos – de alguma forma minha cabeça tem trazido memórias e conhecimento à tona, informações que nem sabia que tinha) se resolveram e novamente estão juntos, como um casal.

batgirlcon1

Fico genuinamente feliz com isso, assim como fico na Terra de Asa Noturna e Oráculo. Ambos estavam num embate ferrenho contra os Gaviões de outro século, enfrentando a força destes guerreiros e sua tecnologia avançada. Com a surpreendente ajuda da Canário Negro e de um esforço descomunal do casal, os malignos Gaviões são derrotados. Realmente não esperava que a Canário estivesse aqui. Pelo que me lembro, ela, a misteriosa Oráculo – que agora sei ser Barbara Gordon, a filha do comissário – e a Caçadora do meu mundo formavam um trio de grandes heroínas no passado. As Caçadoras que vi enquanto navego por realidades não se encaixavam no perfil daquela. Acredito que ela se foi…. De qualquer forma, o plano de Barbara é genial: não tendo como hackear os absorbacons, ela invade os sistemas dos drones de Telos e faz com que eles ataquem, sem dó, as criações dos Gaviões. Logo, a paz é restabelecida e os Gaviões se dão por vencidos. Barbara e Dick finalmente têm o momento que merecem juntos e ambos se preparam para uma vida inteira juntos, enfim, como casados.

GalleryComics_1920x1080_20150506_NTWORCONV_Cv2_552857297d69e3.45529449

Uma coisa interessante sobre estas batalhas é que os heróis não estão seguindo exatamente o que Telos pediu. Na verdade, estão se mostrando grande caráter e não assassinam friamente seus antagonistas. Em muitos casos, aliás, inimigos estão se tornando aliados contra algo maior. Não foi o caso da Família Flash que vislumbrei semanas atrás, porém. Wally West hesita em enfrentar a Mulher-Maravilha que o está enfrentando – ela se parece com uma espécie de imperatriz que governa com mãos de ferro, bem diferente das Mulheres-Maravilha que vi até hoje. Ele pensa na Diana que conheceu, pensa nos seus filhos e na sua esposa. Mas, com a ajuda de Casco-Veloz e de toda sua família, Wally consegue derrubar todas as amazonas comandadas pela nova Diana.

speedfconv_2_2-3Um vórtex temporal me mostra rapidamente com estão os Titãs do meu mundo e fico muito feliz ao compreender que Arsenal não estava brigando com seus amigos. Na verdade, tudo era um plano para enganar os Extremistas e recuperar sua filha Lian. E mais uma família fica feliz. Rapidamente meu corpo é virado em 180º, como se estivesse vendo o outro lado de um círculo que, na verdade, é outra realidade: Batman, Robin e o Capuz Vermelho enfrentam outro grupo de Extremistas. A luta é feia, mas serve para que mais uma família se reúna no final. Sejam filhos de sangue ou adotivos, os filhos do Homem-Morcego são claramente seu maior orgulho – ainda que, verdade seja dita, esta uma família no mínimo peculiar. Seja como for, as coisas começam a se acelerar. Vejo os acontecimentos das outras realidades cada vez mais rápido. É como se algo maior quisesse que eu testemunhasse o encerramento de cada um destes mundos para me preparar para algo maior no final. Espero que seja a salvação do chamado Multiverso. Deimos (ou Brainiac) não pode vencer.

Convergence-Batman-Robin-2-2

Na Terra em que a Arlequina – a que considero verdadeira – está prestes a lutar com o ingênuo Capitão Cenoura – e eu ainda não consegui me acostumar com o fato de existir uma Terra com animais falantes que são super-heróis – eles também resolvem suas diferenças, apesar de entrarem em batalhas que extrapolam qualquer lei da física possível e imaginável. Que diabos! É como se tivesse assistido a um desenho animado! Por outro lado, saio de um ambiente mais leve para enfrentar a dureza de Gotham City, a Gotham que conheço. A Questão (que descobri ser a ex-policial Renee Montoya, uma das melhores que o D.P.G.C. já teve), tem a chance de se despedir de seu pai após todos os problemas que tiveram em vida. É um momento muito bonito, mas também triste. Gotham não pode ter uma luz de felicidade que não seja coberta por tristeza. Claro que ela e Harvey Dent têm um embate com a bizarra contraparte do vilão vinda de outra Terra, mas isso não importa. A solução é simples, como em quase todas as outras realidades que vi. O que importa é que Renee fez as pazes com um dos homens que mais amou antes que ele fosse. Uma nova resolução acontece frente aos meus olhos e me sinto aquecido em meio a tanta frieza e tragédia que presenciei nas últimas semanas.

GalleryComics_1920x1080_20150506_QSTNCONV_Cv2_55285837bc8182.04637174

A batalha mais mortal ficou por conta de Mera e Aquaman. Outrora um casal, estes dois atlantes de realidades diferentes têm dificuldades em se aceitar. Aquaman está certo de que ela é o amor de sua vida, mas ela não vê desta forma. Aquele não é o SEU Aquaman. Enquanto a Liga feminina composta por Supergirl, Zatanna, Jade e Jesse Quick enfrentam o Mestre do Oceano, o verdadeiro confronto acontece entre quatro paredes. Mera é a única que pode incapacitá-lo…. E ela consegue! Este imperador chauvinista é derrotado por uma equipe de mulheres. Este misógino doente caiu e a “Liga Feminina” triunfou!

Na última realidade que visito tenho a chance de testemunhar o momento mais bonito e emocionante desta convergência até agora. Lois Lane e Superman – como os conheci em minha Terra – estão prestes a ter seu primeiro filho. O Homem de Aço tira todos que o atacam da jogada – um grupo de super-heróis conhecido, mas diferente ao mesmo tempo – ao ouvir o chamado de sua esposa e parte para a bat-caverna desta realidade onde o Batman é o Dr. Thomas Wayne (não o mesmo que se sacrificou, oriundo da chamada Terra-2). Pouco antes disso, o Lanterna Verde deste mundo, Abin Sur, compreende a verdadeira natureza do Homem de Aço e entende o que está acontecendo entre suas realidades, além de fazê-lo compreender a situação destes heróis. Algo como “Ponto de Ignição” foi citado, mas não consigo entender seu significado. De qualquer forma, ao saber que o Superman, um ser que ele não conhece, vive em um mundo em seu filho Bruce sobreviveu, e vendo que Lois Lane precisa de alguém que a ajude a dar luz ao seu filho, o dr. Thomas baixa a guarda e ajuda o casal. O momento é lindo. O casal mais fantástico do mundo acaba de ter filho! Seja bem-vindo ao universo, Jonathan Samuel Kent.

CSuperman2

Casais se formaram. Pessoas resolveram suas diferenças. Famílias se reuniram. Todos os heróis desta convergência, seja de que realidade forem, encerram ciclos de turbulência em suas vidas e se preparam para o melhor – ou, pelo menos, para um final com alguma felicidade. Minha satisfação com tudo isso, no entanto, não dura muito. Caio de novo no centro do planeta, nesta lua de sangue, bem dentro do castelo do Guerreiro, em Skartaris.

O que me excita, mesmo testemunhando a ascensão do mal, é ver como os heróis desta ainda misteriosa Terra-2 formam uma resistência consistente contra Deimos. Pra mim, está claro, enfim, que esta convergência, da qual falo direto do front, trará uma espécie de renascimento para estes jovens heróis. Dick Grayson resolveu assumir o legado do Batman e certamente se tornará o próximo Homem-Morcego daquele mundo – se este grupo sobreviver à luta contra Deimos, é claro. Torço pra isso, amigo leitor. Este homem de magia do mal não pode ganhar uma batalha assim. Pergunto-me, no entanto, onde está Brainiac. Será que Deimos realmente conseguiu dar cabo da entidade e absorver todo seu poder? Ou aquele monstro assustador voltará para reclamar o que é seu?

DC-Comics-Convergence-5-Spoilers-Preview-8

Aliás, mesmo com forma humana, Deimos é o verdadeiro monstro. Muito mais perigoso que Telos ou Brainiac. Ele toma o controle de todas as realidades e afirma que vai salvá-las. Não acredito nisso. Há algo de errado aqui e caberá aos heróis da Terra 2 – e talvez de todas as outras Terras, unidas – derrubarem este homem. O Guerreiro, que já foi um piloto conhecido como Travis Morgan e que ofereceu uma pequena esperança, se foi. O conflito é complexo. Enquanto Deimos ascende no plano central, as outras realidades têm finais felizes. Não haverá um balanço para isso? Como serão estes mundos depois disso?

convergence-5-interior

Ou pior: que mundo sobreviverá a tudo isso e quais serão dissipados no cosmos?

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com