Exclusivo: Uwe De Witt conversa com o Terra Zero

Nesta semana, o artista alemão Uwe De Witt se tornou muito conhecido entre os brasileiros ao ter suas montagens com capas de álbuns famosas e personagens de histórias em quadrinhos espalhadas em vários sites e grupos de HQs nas redes sociais. Procurado pelo Terra Zero, De Witt deu uma entrevista exclusiva explicando seu processo de criação, como entrou no mundo das artes e ainda comentou algumas das escolhas que fez para seus trabalhos mais conhecidos.

Terra Zero – Antes de mais nada, conte aos nossos leitores quem é Uwe De Witt. Como você se tornou um artista? Quais são as referências e o que você gosta nas histórias em quadrinhos?
Uwe de Witt – Meu nome é Uwe de Witt. Vivo na Alemanha com minha linda esposa Silke e nossos lindos filhos Eric e Eike. Estudei Design Gráfico em Hannover entre 1989 e 1994 e em seguida comecei uma carreira de ilustrador freelancer, focando meu trabalho em storyboards para comerciais de TV e filmes.

Sempre amei quadrinhos e no ano 2000 lancei minha própria história, chamada Blasted!. Ela é uma viagem de ficção científica e ação protagonizada por dois gângsters patetas que entram em contato com uma perigosa arma de DNA. Em termos de estilo, há muito influência de Simon Bisley e 2000AD.

Em 2002 lancei uma história em preto e branco chamado Idiot City. Andreas Dierssen, um amigo meu, escreveu o roteiro. O personagem principal dela é Klopper, um cara que conversa com seu sidekick invisível o tempo todo e vive se metendo em problemas com pessoas terríveis numa cidade adorável chamada Idiot City. Ambos os quadrinhos foram publicados por uma pequena editora chamada Extrem Erfolgreich Enterprises.

aq10087_0

Explique para nossos leitores como funciona seu processo criativo. Você olha para capas de álbuns e pensa em quais personagens caberiam ali, ou primeiro você tem o personagem e tenta encontrar uma capa apropriada para ele?
As primeiras paródias com capas que fiz aconteceram acidentalmente. Era só uma forma de criar um chamariz bacana para os leitores. Tudo começou com capas do Pink Floyd figurando super-heróis como O Coisa, Dr. Estranho e Doutor Destino. Isto deu tão certo que logo comecei a ter outras ideias. Há muitas capas icônicas que podem fazer conexões diretas com o universo super-heroico, meio que um universo paralelo. Com isso, meu olhar fica mais afiado pra essas coisas e as ideias vão surgindo durante o trabalho, no banho, quando acordo, quando ouço música etc.

COVERDocStrange

No ano passado, uma capa da Mulher-Aranha desenhada pelo famoso Milo Manara foi cancelada pela Marvel. Você levou isso consideração quando a desenhou inspirado pela foto sexy da Nicki Minaj?
Sim! Com certeza. Foi desenhada logo que a discussão começou e é meio que um comentário/afirmação sobre o assunto.

bcoverspiderwoman

Pra finalizar, você escolheu o Motoqueiro Fantasma de propósito para estar na capa do Abbey Road (Beatles)? Até hoje há quem acredite que Paul McCartney morreu naquele acidente de moto nos anos 1960…
Não. Consigo ver a conexão aí, mas não foi de propósito. Só pensei em fazer uma chacota legal com uma capa tão famosa. O Motoqueiro Fantasma funcionou perfeitamente ali!

bcoverghostrider

O Terra Zero agradece imensamente ao tempo que Uwe De Witt cedeu ao site. Mais sobre seu trabalho pode ser conferido nos links abaixo! E não deixe de falar o que achou do trabalho dele e da entrevista ali na área de comentários.

http://uwedewitt.deviantart.com
http://spacelordmf.blogspot.de
https://plus.google.com/photos/111498346596720206016/albums/5164533364944718465?banner=pwa
https://www.tumblr.com/blog/spacelordklopper

A entrevista original em inglês pode ser lida abaixo:

Terra Zero – First of all, tell our readers who is Uwe De Witt. How did you become a designer? What are your references and what do you like about comic books?
My name is Uwe de Witt, I live in Germany with my beautiful wife Silke and our handsome sons Erik and Eike. I studied Graphic Design in Hannover from 1989 to 1994 and after that I started my freelance-career as an illustrator main focussing on storyboards for tv commercials and movies.

I always loved comics and in 2000 I debuted with my own story called Blasted!. A weird SF-action-trip featuring two dumb gangsters get in touch with a dangerous DNA-weapon. Stylewise there’s a lot Simon Bisley/2000AD influence in it.

In 2002 I released the black and white story Idiot City. Andreas Dierssen, a friend of mine, wrote the script! Main character is KLOPPER. A guy who speaks with his invisible sidekick all the time and gets quickly in trouble with some angry people in a lovely town called Idiot City. Both comics were published by a small company called Extrem Erfolgreich Enterprises.

Explain to us how is your creation process. Do you look at album covers first and think about what character would fit in or you think about the character first and then you try to find an appropriate album cover?
The first cover parodies I did, happened accidentally. Just thinking about what I could create for my comic-blog as a nice gimmick for the viewers. It started off with a few Pink Floyd-covers in which comic-heroes like The Thing, Dr. Strange, Doctor Doom appear. This worked well and soon I had some other ideas. There are so much iconic covers and if you combine them with the superhero-universe there are a lot of connections, kind of a parallel-universe. Meanwhile my view is sharpened for that purpose and the ideas come up during my work, in the shower, when I wake up, while listening to music etc.

Last year the famous Milo Manara had a cover cancelled at Marvel because of how he portrait Spider-Woman. Did you think about that when you draw her inspired by the sexy photo of Nicki Minaj?
Yes! Absolutely. That was made after the discussion started and it’s kind of a comment/statement to that!

Last but not least, did you chosse Ghost Rider to put on the famous Abbey Road cover on purpose? I mean, there’s always someone questioning if Paul McCartney didn’t really died on that motorcycle accident during the 1960s…
No. I see the connection but that was not intended. Just thought of a cool persiflage of that famous cover.
Ghost Rider could do the job…

4 Comentários

Clique para comentar

dois + dezesseis =

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com