Galeria Hipotética evidencia a cultura pop

Será inaugurado no próximo sábado (28), a partir das 19 horas, no bairro Floresta, em Porto Alegre (RS), a Galeria Hipotética. Localizado na rua Visconde do Rio Branco, 431, o espaço busca se consagrar como um endereço de obras, cursos e produtos do mundo da ilustração e das histórias em quadrinhos.

Idealizada pelo editor da Panini, Fabiano Denardin; e pela jornalista Iriz Medeiros; a Galeria Hipotética é a aposta em um mercado que cresce cada vez mais, que é a chamada “cultura nerd”. Entre as atividades que devem acontecer no espaço estão exposições, cursos e vendas de livros e produtos segmentados.

thumb

 

O Terra Zero procurou Fabiano Dernadin e o idealizador do projeto respondeu algumas perguntas acerca da ideia da criação da galeria, sobre como funcionária e como esse movimento pode impactar no mercado brasileiro.

Terra Zero –  A ideia da galeria em Porto Alegre é basante inovadora. De onde partiu a vontade dessa empreitada?

Fabiano Dernadin – A ideia é minha e da Iriz, minha esposa. Surgiu de algumas viagens e visitas que fizemos a galerias e museus e que despertou essa vontade de tentar fazer algo parecido em Porto Alegre, uma cidade rica em desenhistas, ilustradores, fotógrafos e demais artistas.

Como vai ser a funcionalidade do espaço. Quais atividades tu pretendes trazer para atrair o publico e os aficionados da Cultura Pop?

A galeria tem duas salas de exposição e um espaço múltiplo que pode ser configurado para palestras, cursos, oficinas, lançamentos e outros eventos. Também temos lançamentos de editoras independentes, como a Balão Editorial, a Mino Editora e a Narval Comix, além de livros da Mythos Editora e outras casas de publicação.

finalizando, como um incentivador dos quadrinhos brasileiros, como editor, com sua loja de HQs digitais Mais Gibis e, agora, com esse empreendimento. O que tu achas que a Galeria Hipotética vai influenciar no nosso mercado?

Acho que é cedo pra se falar em influência, mas a gente espera tentar se estabelecer e ajudar a fomentar um mercado para artes e outros produtos relacionados com cultura pop.

Na estréia do espaço já será possível conhecer duas exposições da galeria. ‘A Cidade Esquecida‘, da designer Ariane Rauber, irá contar, através de fotografias e ilustrações, histórias reais de moradores de Porto Alegre, só que em um universo fantástico. Em paralelo acontece a mostra ‘A Arte Que Não Deveria Ser‘, do ilustrador Walter Pax. Fã do universo de H.P. Lovecraft, Pax escolheu as descrições mais marcantes de O Chamado de Cthulhu, Nas Montanhas da Loucura e outras obras lovecraftianas e deu forma às sobrenaturais criaturas da mitologia do autor norte-americano.

1 Comentário

Clique para comentar

dois × dois =

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com