[Editorial] Decisões corajosas

Exatamente uma hora antes desta nota editorial entrar no ar, foi publicada pelo Terra Zero uma entrevista com o editor da HQMArtur Tavares. O mote da entrevista foi o conjunto de mudanças editoriais em relação ao principal universo ficcional publicado pela casa, o selo estadunidense Valiant.

O editor, perante a situação delicada da continuidade das publicações mensais da editora (a saber, X-O Manowar e Universo Valiant), defendeu ideias proativas face a problemas comuns enfrentados por editoras pequenas e médias que convivem no mercado brasileiro de publicações distribuídas para bancas de revistas. Pelo menos uma das ideias é extremamente corajosa e pode, em seu pioneirismo, levar o mercado a repensar seu esquema de publicações, a exemplo do que aconteceu, há décadas, no mercado dos Estados Unidos, quando passou por crise semelhante de distribuição.

A mudança do modelo de negócios e a adaptação da editora a novos tempos é, sem dúvida, uma das marcas da HQM. Há pouco tempo, a editora justificou-se em relação à elevação de preços de suas publicações de banca diretamente com os seus leitores, em carta aberta nas redes sociais, uma atitude elogiada por muitos, inclusive pelo Terra Zero. Cito algo emblemático que foi dito nesse podcast (ComicPod 123,5), de 6 de junho de 2014:

O universo Valiant, em relação ao trinômio Qualidade das histórias, Qualidade da arte e Qualidade do universo, é o melhor universo de heróis publicado no Brasil hoje.

UNITY_KindleWorlds_Promo

O que nos leva ao segundo assunto desta nota. Tavares, em certo ponto de sua entrevista, aponta para a imprensa como corresponsável pela situação vivida pelas publicações nacionais da Valiant:

A imprensa tem muita culpa nisso. Não só vocês do Terra Zero, mas todos os grandes veículos voltados aos quadrinhos sempre renegaram as histórias da Valiant no Brasil. Não há resenhas, não há notícias, não há interesse algum.

Nós, do Terra Zero, não podemos responder por toda a imprensa especializada do Brasil, é claro. Mas podemos responder por nós.

Como é público, o site inaugurou, no dia 1º de março deste ano, uma nova fase de sua vida, assumindo compromissos novos e renovados com nossos leitores. Entre esses compromissos, assumidos em editorial, está o de falar de todas as editoras que publiquem material interessante e relevante de quadrinhos, no Brasil e no mundo. Este editorial incluiu, nominalmente, a HQM, que publica materiais cada vez mais interessantes de editoras como Valiant, Image e Dark Horse, por exemplo. E damos provas disso, como as recentes notas sobre os aguardados relançamentos, no país, de títulos como Bone e Concreto, quadrinhos multipremiados e de qualidade inquestionável. Além disso, no dia de nossa reestreia, ouvimos Carlos Costa, também editor da HQM, na questão que envolvia os possíveis problemas de distribuição de quadrinhos em face a um possível prolongamento da greve de caminhoneiros que ocorria em todo o Brasil no início deste mês.

Parece difícil impor, a nós, a pecha de que não exista, de nossa parte, interesse algum no universo Valiant. Algo que, apenas nesta nova fase do site, pode ser comprovado no destaque dado por nós ao contrato assinado pela editora americana para a produção de um universo televisivo e cinemático baseado em seus personagens, E também em nosso primeiro Emulador de Críticas do ano.

É necessário lembrar que, antes desta nova fase ser inaugurada, o Terra Zero (e sua encarnação anterior, o Multiverso DC) era um veículo focado quase totalmente nos quadrinhos da DC Comics, sendo, por isso mesmo, referência informativa sobre a casa publicadora no Brasil. Mas isso demonstra falta de interesse de nossa parte, em relação a outras editoras e, especialmente, em relação à Valiant?

HAR_01_cvr

Em 14 de março de 2013 (portanto, dois meses antes do anúncio da publicação do universo Valiant pela HQM), no ComicPod 108,5, uma das indicações de nossa equipe foi, justamente, Harbinger, um dos títulos-chave da editora estadunidense. À época, além de um histórico sobre a editora, foi dito (por mim mesmo), textualmente, o seguinte:

Não sei quando vocês vão ler isso, não tem nenhuma editora interessada oficialmente em publicar a Valiant no Brasil, mas, cara, é um material que vale tanto a pena que eu correria atrás.

O fato é que, dois meses depois, soubemos que a HQM (tendo ou não ouvido esse podcast) correu atrás e anunciou a publicação nacional de X-O Manowar, revista que, em seu mix, também abrigava em sua estreia a HQ indicada no podcast, Harbinger. Esta revista, inclusive, ao ser lançada, foi novamente recomendada e elogiada, já em sua versão brasileira, publicada pela HQM, no ComicPod 112,5, demonstrando não apenas o interesse do site, mas também nosso empenho em falar sobre o material, noticiando e comentando criticamente a edição e já anunciando o lançamento de Universo Valiant. À época, Pablo Sarmento disse o seguinte:

O pior é que a HQM não está trabalhando com assinaturas. Se tivesse trabalhando, certamente estaria no meu cartão de crédito, comendo mensalmente. (risos) Os caras estão jogando alto e, espero que… Leitores, ouvintes do site, vão lá e comprem a revista, que está valendo a pena. E isso a HQM não tá pagando para mim.

x-o-manowar

A Valiant ainda foi assunto internacionalmente, no ComicPod 127,5, quando recomendamos aos leitores que gostam de ler as edições originais de quadrinhos o Humble Bundle da editora.

Mas a grande verdade é que, em 17 de julho de 2012, Matheus Kiskissian resenhou as primeiras edições lançadas nos EUA da nova Valiant, justamente X-O Manowar e Harbinger, atribuindo notas altíssimas as duas publicações. Nosso resenhista emitiu, à época, o seguinte veredito:

Se você se interessa por quadrinhos, deveria correr atrás de conferir a nova Valiant. O bom planejamento editorial e a busca pela qualidade já se mostram como características marcantes desta nova velha editora. Com certeza os enredos interessantes e bem trabalhados irão chamar a sua atenção e te deixar com aquele gostinho de “quero mais” para as próximas edições.

Pelo que vimos até agora, a Valiant já tem tudo para competir de igual com as principais editoras e reconquistar seu lugar de prestígio no mercado de quadrinhos.

Por tudo isso, é de se estranhar as acusações feitas pelo editor da HQM diretamente ao Terra Zero, que só podemos atribuir ao desconhecimento do trabalho feito por nossa equipe ao longo dos anos, que certamente foi acentuado a partir deste mês. Ainda mais porque grande parte de nossa equipe é declaradamente entusiasta do universo Valiant e acreditamos no potencial comercial e qualitativos destes personagens, conceitos e narrativas.

O Terra Zero, além disso, é um veículo de comunicação democrático e ético. Acreditamos que a pluralidade de opiniões, inclusive e principalmente as contrárias às nossas, fazem parte do convívio respeitoso que é necessário sempre, notadamente nos dias atuais, em que a estética do confronto assola as relações humanas, tanto física como digitalmente. Por este motivo, não poderíamos deixar de publicar, na íntegra, toda a entrevista feita com o editor da HQM, ainda que não concordássemos com alguns pontos.

Historicamente, sabemos que esta não é uma atitude comum nos veículos de comunicação, no passado ou atualmente. É difícil receber críticas. Mais difícil ainda é torná-las públicas, dentro do próprio veículo de comunicação criticado. Novamente, esta é uma aposta na confiança de que o debate saudável e as relações éticas entre quaisquer interlocutores é possível.

Alguns podem dizer que esta é uma atitude corajosa ou valorosa de nossa parte, quando, na verdade, deveria ser uma atitude comum a toda a imprensa, que, em geral, não sabe ser criticada, seja qual for o nicho de atuação em que ela esteja. Talvez nossa decisão mais corajosa tenha sido dar este passo, que é apenas mais um passo em direção ao que acreditamos ser um jornalismo mais responsável, superando confrontos hostis e disputas ególatras em nome da informação e do debate franco, porém saudável.

Esperamos que, com o tempo, novos valentes sigam conosco nesta mesma trilha.

 

 

36 Comentários

Clique para comentar

cinco × 1 =

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com