[Conexão Krypton] Superman e a Morte do Sr. Mxyzptlk

Por Phelipe “Lib” Peregrino

Em tempos de que, ao que tudo indica, teremos uma repaginada da famigerada fase do “Superman Elétrico“, nada melhor do que lembrar das histórias que marcaram essa fase, não? Quero dizer, melhor mesmo seria esquecermos que isso aconteceu, mas admita: você já achou o visual do Superman Elétrico bom!

a-morte-do-sr.mxyzptlk-001

Superman: Man of Steel. Vol.1 #75 (Janeiro de 1998) tem na capa uma paródia da emblemática capa de Superman Vol.2 #75. A equipe que assina a história é composta por Louise Jones Simonson, Jon Bogdanove e Dennis Janke e, se a capa não foi dica o suficiente pra você, essa edição trará a derradeira morte do Mxyzt… Mxzyp… Myxzp… Ah, vocês sabem de quem estamos falando. A história começa em um velório que está chamando muita atenção pela quantidade de pessoas que foram prestar suas últimas homenagens ao falecido. Atenção o suficiente para atrair a curiosidade dos repórteres do Planeta Diário, Clark Kent e Lois Lane. Os dois avançam pela fila de visitantes – se perguntando se é algum tipo de figurão – foi aonde eles descobrem o duende da quinta dimensão, Mr. Mxyzptlk.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=5-lTH-tYV2Y[/youtube]

Pronto, agora você já sabe pronunciar o nome dele.

Clark e Lois começam a criticar o tom jocoso e o humor negro de Mxyzptlk durante o funeral, e ele deixa claro o desdém que tem pela morte (ele dá tão pouco crédito ao conceito, que passa metade do velório com um grande balde de pipoca nas mãos). O que é lógico, afinal, como um duende onipotente da quinta dimensão, Mxyzptlk não consegue entender o conceito de morte. É algo que, simplesmente, não faz parte de sua realidade. Então, quando chega à conclusão de que a morte atrai a atenção dos outros Mxyzptlk toma a “decisão” de morrer.

a-morte-do-sr.mxyzptlk-002

Obviamente, o Superman não dá muita atenção ao pequeno duende e parte para resolver ameaças mais imediatas, deixando Lois – que disse ter um plano – para lidar com Mxyzptlk. Logo ela põe seu plano em ação: convencer Mxyzptlk de que o único jeito de ele morrer seria abrindo mão de seus poderes. Mxyzptlk, claro, tem uma ideia melhor: Ele resolve criar seu próprio Apocalypse – ou melhor, o PadaPindaPadaApocalypse.

a-morte-do-sr.mxyzptlk-003

O problema é que a tal criatura simplesmente ignora Mxyzptlk e parte logo para lutar com o Superman, apesar de todos os esforços do duende de chamar a atenção do monstro. O motivo, para Lois, é que Mxyzptlk não é um suicída, e seria incapaz de criar algo que realmente fosse feri-lo. Entretanto, Mxyzptlk acredita que o motivo é que a criatura sabe que ele, como duende da quinta dimensão, é muito mais poderoso e, finalmente, renuncia aos seus poderes!

Sem poderes, ele volta à tentar fazer com que o PadaPindaPadaApocalypse o mate, mas ainda sem sucesso. Irritado, ele tenta voltar ao seu, até agora, inseparável balde de pipoca mas descobre que não tem mais. Sem poderes para criar mais pipocas, pela primeira vez, ele entende o conceito da perda e do sentimento de ausência no peito e desiste da ideia de morrer. Só que, agora, ele não tinha mais poderes para, também, fazer o monstro sumir! Para piorar, o professor Hamilton aparece e diz que a réplica do monstro estava muito fiel à original, e que aquilo só poderia acabar como antes: com a morte do Superman.

Para impedir que o Superman fique com a glória – segundo ele – Mxyzptlk resolve, novamente atrair a atenção da criatura, afinal, se ele morresse, sua criatura também deixaria de existir. O problema é que a criatura continua focando sua ira apenas no Superman. Apesar de todos os esforços, nada parecia adiantar… Até que…

a-morte-do-sr.mxyzptlk-004

O peido é tão “violento” que finalmente atrai a atenção do PadaPindaPadaApocalypse que, com um golpe, ceifa a vida do pobre duende.

Mxyzptlk caí no vazio do esquecimento, até…

a-morte-do-sr.mxyzptlk-005

Cair na mesa de Mike Carlin, editor por trás do arco “A Morte do Superman”!

Em Metrópolis todos choram o sacrifício heroico de Mxyzptlk que, pelo visto, tinha conseguido a atenção que buscava com sua morte. Só que isso não dura, pois o duende prefere voltar à vida do que passar a eternidade no que ele encontrou do além túmulo.

A história, no fim das contas, é um conto divertido e sem pretensão, que lida com os conceitos que os leitores brincavam referente à tudo que acontecia com o Superman no período – desde o uniforme novo, passando pela morte apelativa. A história serve como um bom ponto de partida para quem quer se acostumar com o “Superman Elétrico” pois este não é o protagonista da trama. Nós o vemos ser jogado de um lado para o outro em meio às piadas de Mxyzptlk, e isso nos faz abstrair o suficiente para perceber que, no fundo, isso não é lá muito importante…

a-morte-do-sr.mxyzptlk-006

No fim das contas, honestamente, seja lá o que essa “mudança” vai trazer ao personagem, o que interessa mesmo é que ela seja fiel ao conceito do personagem.

E que ela não seja tão traumatizante quanto o Superman Elétrico foi.

Não é pedir muito, é?

Superman foi o primeiro super-herói dos quadrinhos e hoje é considerado um símbolo da cultura americana. O herói foi criado em 1938 pelos judeus Joe Shuster e Jerry Siegel, mas tem uma origem messiânica e cristã: Kal-El, o último filho do moribundo planeta Krypton, foi enviado à Terra por seu pai Jor-El para ser o único sobrevivente de seu povo. Na Terra ele foi criado por um maravilhoso casal de fazendeiros, Jonathan e Martha Kent, recebendo o nome de Clark Kent. Hoje um repórter renomado no Planeta Diário, ele também age como Superman graças aos incríveis poderes que possui sob a radiação do sol amarelo. Inspirador, o Superman é o maior símbolo heroico da DC Comics, dentro e fora do universo fictício.

5 Comentários

Clique para comentar

10 + sete =

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com