[Coluna do Morcego] Afinal, o Batman pode vencer o Superman?

No último sábado de julho, tivemos uma prévia de “Batman v Superman: Dawn of Justice“. Ainda que a cena tenha sido ínfima e curta, deixou os fãs (e toda a internet) ensandecidos com a possibilidade de ver os dois heróis se enfrentando.

Dark-Knight-Returns

Porém, uma pergunta que incomoda muitos fãs (e causa grande alvoroço) é: quem venceria esse embate? O Homem-Morcego ou o Homem de Aço? Assunto recorrente em fóruns e grupos de discussão, a fórmula não se esgotou mesmo depois de tantos esses anos, sendo o principal mote do jogo “Injustiça: Deuses Entre Nós” e do vindouro filme de Zack Snyder (pelo menos, a priori).

Sem escapar do relativismo que essa pergunta carrega, vale fazer um retrospecto das vezes que ele já foi explorado. A revista “The World’s Finest Comics Vol.1” tinha como escopo mostrar histórias com a dupla interagindo, em algumas delas focando no Homem de Aço ter virado um ditador ou no Batman ter enlouquecido, com o outro herói tendo que caçá-lo.

World's_Finest_Comics_180

Para diferentes versões dos personagens, temos diferentes respostas. Se você pegar o Batman de Adam West e colocar para enfrentar o Superman de Christopher Reeve, o kryptoniano vence facilmente o embate. Se estivermos olhando para versões mais recentes do Homem-Morcego, como o escrito por Grant Morrison, a resposta já fica mais difícil de ser dada. Porém, o objetivo aqui é tentar avaliar todos os cenários possíveis de combate e verificar quem venceria um confronto.

Superman_teams_up_with_Batman

De modo geral, pode-se afirmar que o poder do Superman não tem limites. Assim como os recursos financeiros do Batman. Enquanto o Homem de Aço é um “painel solar gigante” de energia com uma eficiência impossível de explicar com a física conhecida, o Morcego tem recursos três ou quatro gerações a frente de qualquer exército no mundo, e um intelecto sem igual que poderia, a grosso modo, conseguir construir o que quisesse. Porém, acreditar que isso seja uma vantagem do Batman é negligenciar a capacidade intelectual kryptoniana.

Um ser humano normal para conseguir realizar qualquer atividade necessita de energia, provinda da queima de açúcares pelo seu organismo. Supostamente, o organismo kryptoniano deveria seguir um processo semelhante, levando em conta a capacidade das células kryptonianas de absorver energia solar e converte-la em energia para o corpo. A diferença é que, no caso do Superman e seus compatriotas, essa eficiência energética seria estupidamente maior.

GA-Superman3

Partindo do fato que Clark Kent possa se mover a uma velocidade muito acima de qualquer veículo construído pelo homem (note que aqui estamos considerando um nível de poder mais limitado do herói), é razoável pensar que assim como seus músculos, todas as suas demais funções orgânicas gerem um resultado muito além da capacidade humana. Logo, suas capacidades cerebrais, que comandam os músculos, deveriam ser muito mais rápidas do que seu físico para controla-lo, dando assim a ele um raciocínio extremamente rápido e privilegiado, se comparado a nós. Algo semelhante ao visto em “Superman: Entre a Foice e o Martelo“, de Mark Millar.

Portanto, se quisermos considerar um jogo nivelado, o intelecto superior não é um fator que o Batman poderia se valer nesse jogo. Mesmo que Bruce Wayne seja um mestre da estratégia e em diversas artes marciais, o Homem de Aço, com pouco tempo de observação num confronto face a face, poderia prever os movimentos do Morcego, incapacitando-o. Sendo assim, se Bruce quisesse ter alguma chance, essa teria que ser a luta mais rápida de sua vida.

Por outro lado, ainda que Wayne não possa se valer de capacidade intelectual, ele pode ter acesso a informação privilegiada que Kent jamais teria conhecimento. Além disso, o processo de pensamento envolve muito mais do que meramente adquirir informação. Como mostra Isaac Asimov no conto “Para que Esqueçamos” do livro “Sonhos de Robô”, ter uma memória melhor, não faz de você necessariamente mais inteligente. A capacidade intelectual deriva da velocidade que seu cérebro tem de conectar duas ou mais fontes e processá-las bioquimicamente num resultado. Caso você tenha um rápido pensamento mas não tenha o que conectar, é como se tivesse uma Ferrari sem o combustível. Eis que surge uma vantagem para Bruce.

sonhosrobo

No entanto, as coisas ainda ficariam extremamente difíceis para Wayne. Como dito antes, os kryptonianos possuem uma capacidade de produção de energia praticamente infinita. Por mais bem preparado que o Batman seja fisicamente, uma hora ele cansaria. O Superman não. Então, além de ter muito mais o segundo passo para considerarmos uma chance de Wayne vencer é conseguir quebrar essa fábrica de energia infinita. Claro que para isso, Bruce Wayne deveria saber minimamente algo sobre a fisiologia kryptoniana.

Isso significa que ou ele teve acesso a material genético kryptoniano (fazendo exames de autopsia e afins) ou fez testes com o Superman sem ele saber (como emissão de material particulado no ar e monitoramento contínuo). Claro que ao invés de fazer isso tudo, ele pode mais uma vez, ter tido acesso a pesquisa de terceiros. Num mundo em que Bruce Wayne e Clark Kent existam, é razoável pensar que também exista um Lex Luthor. Luthor seria uma peça fundamental nesse confronto, já que dele poderia provir todo tipo de experimento antiético e irresponsável para tentar derrotar o Homem de Aço, enquanto que ao Batman só seria necessário assistir em silêncio e fazer as conexões certas.

tumblr_mp6sxmEBye1sug50so1_500

Com essas informações, viriam meses (ou anos) de engenharia focada em minimizar o poder do Superman. Muitos escritores usaram sua criatividade para mostrar em como o Batman poderia se equiparar ao herói, sendo a Kryptonita o instrumento narrativo mais usado para reduzir seu poder. Sendo sintética ou o minério original, o efeito da kryptonita, dada as suas reações, seria semelhante a uma intoxicação por monóxido de carbono em um ser humano. Efeitos como dor de cabeça, vertigens, perda temporária de capacidade motora já se mostraram em diversas situações e especula-se que, se exposta continuamente, a kryptonita levaria a morte. Por outro lado, ao retirar a pedra de seu alcance, ele se recupera rapidamente e sem nenhum sequela dos efeitos danosos que a radiação afeta no seu corpo.

fight0194-b

A melhor solução para manter o Superman sob controle seria o uso de nanorobôs estruturados com Krytponita ou dispersar ao seu redor uma bomba com material particulado da rocha, de formas que o composto ficasse retido em sua corrente sanguínea. Mesmo que a perda de poder não fosse imediata, aos poucos a kryptonita iria falir suas reservas energéticas e impedir que o corpo absorvesse mais energia do sol, matando o herói dentro de alguns minutos por intoxicação. Mesmo assim, há chance disso não funcionar devido a velocidade de reação do kryptoniano, fazendo o Morcego gastar material à toa.

batman-supers

Uma outra saída criativa (já usada inclusive) conta com o Batman atraindo o Superman para a um determinado local, cercado de painéis emissores de luz solar vermelha. Ao que parece, a substituição dessa radiação torna os kryptonianos meros mortais, ou melhor, iguais aos seres humanos. Desconsiderando a energia necessária para ligar tantos painéis ao mesmo tempo e aos danos físicos ao próprio Batman (afinal, ainda que esteja em frequência diferente, estamos tratando de radiação ultravioleta em doses concentradas num ser humano normal), é possível que essa solução desse alguma vantagem ao Batman, mas não garantiria sua vitória.

Batman_Red_Son_02

Salvo os casos em que os roteiristas estão ajudando o Morcego, a energia já acumulada no corpo do herói não sumiria do nada (ou pelo menos, não deveria). Além disso, para ter um efeito mais rápido, o Batman teria que praticamente cercar uma quadra com painéis solares desse tipo ou usar um canhão que emitisse tamanha radiação, que poderia ser facilmente neutralizada pelo Super antes que esta fizesse o primeiro disparo. Logo, a exposição a radiação do sol vermelho não seria uma solução viável para derrotar o kryptoniano na velocidade que o Homem Morcego necessita.

As únicas duas soluções possíveis, pelo menos a meu ver, envolvem engenhosidades mais simples. A primeira envolveria emitir um som numa frequência tão alta que seria imperceptível aos seres humanos e ao mesmo tempo prejudicial ao kryptoniano. Mesmo com “ouvidos de aço”, o som faria os ossos do seu ouvido médio responderem tão rápido que estourariam com o tempo. O impacto poderia deixar o Superman sem equilíbrio, dando ao Batman a chance de usar algum dos artifícios anteriores.

A outra forma de derrotar o Homem de Aço foi apresentada por Tom Taylor no ano dois de “Injustiça: Deuses Entre Nós”, em que o Lanterna Verde Ch’p impede as sinapses cerebrais do herói com seu anel. Se o Batman tivesse acesso a esse tipo de tecnologia e conseguisse ter força de vontade suficiente para empunhar o anel da tropa, seria a maior chance de todas as apresentadas dele vencer o Superman num combate corpo a corpo.

Injustice - Year Two (2014-) 010-009

Obviamente, vale lembrar uma coisa. O Batman é apenas humano. Um humano com habilidades notáveis e recursos consideráveis. Mas apenas humano. Como pode ser observado, o Superman só seria derrotado se uma série de eventos convergissem. Seria preciso, por exemplo, que Wayne vigiasse Clark Kent vinte e quatro horas por dia sem que ele percebesse, isso durante algum tempo para que fossem reunidos dados suficientes para uma resposta conclusiva sobre seus hábitos e rotina. Precisaria ainda arranjasse um jeito de estudar a fisiologia kryptoniana para engenhar algo que pudesse reduzir seu nível de poder, conseguir a tecnologia necessária para isso (o que poderia levar anos), mais uma vez sem que o herói descobrisse, além de encurralá-lo numa situação muito bem planejada. Isso para ter uma chance de vencer o herói.

Convenhamos, Wayne é um dos sujeitos mais inteligentes do Universo DC conhecido. Em hipótese alguma ele escolheria por conta própria um combate corpo a corpo com o kryptoniano. O grande erro dos analistas, e que não quero cometer aqui é, da mesma forma que negligenciam a capacidade intelectual do Superman, muitas vezes enxergam o morcego como um valentão com meia dúzia de gadgets. Pelo menos para mim, a maior arma que o Batman tem é ainda o seu cérebro e imagino que uma luta entre os dois teria um desfecho semelhante a de Kal-El com Lex Luthor em “Superman: Entre a Foice e o Martelo”. Dizer as palavras certas, as vezes pode ter mais impacto do que trocar socos um contra o outro. Mas se você insiste num embate físico, bem, pelo menos para mim a conclusão é que, se levado a sério, seria como um grande martelo azul e vermelho batendo numa melancia.

Bill Finger e Bob Kane criaram o Batman em 1939, herói que é o mais popular da DC Comics há décadas. Bruce Wayne virou órfão ainda criança com assassinato de seus pais pelo ladrão Joe Chill, o que mudou sua vida pra sempre. Tendo tornado-se o elemento mais sinistro e calculista do Universo DC, seu capuz já foi vestido por Jean-Paul Valley (Azrael) e Dick Grayson, mas voltou ao seu dono original. O herói marcou pra sempre o universo de quadrinhos e literário com obras clássicas como Ano Um, Cavaleiro das Trevas, Asilo Arkham e A Piada Mortal. Ainda hoje seus títulos estão entre os mais lucrativos da DC Comics, bem como sua franquia animada e cinematográfica.

Superman foi o primeiro super-herói dos quadrinhos e hoje é considerado um símbolo da cultura americana. O herói foi criado em 1938 pelos judeus Joe Shuster e Jerry Siegel, mas tem uma origem messiânica e cristã: Kal-El, o último filho do moribundo planeta Krypton, foi enviado à Terra por seu pai Jor-El para ser o único sobrevivente de seu povo. Na Terra ele foi criado por um maravilhoso casal de fazendeiros, Jonathan e Martha Kent, recebendo o nome de Clark Kent. Hoje um repórter renomado no Planeta Diário, ele também age como Superman graças aos incríveis poderes que possui sob a radiação do sol amarelo. Inspirador, o Superman é o maior símbolo heroico da DC Comics, dentro e fora do universo fictício.

42 Comentários

Clique para comentar

dezoito − 2 =

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com