[Batman 75 Anos] Os 25 anos do álbum “Batman” do Prince!

Há 25 anos era lançada uma das mais lembradas versões do Batman em outra mídia. Não, não estou falando do filme de Tim Burton, lançado no dia 23 de Junho de 1989 nos Estados Unidos, e sim do álbum Batman, lançado por Prince. Polêmico, perfeccionista, talentoso e workaholic, este é Prince Rogers Nelson, ou simplesmente Prince, também reconhecido por um símbolo impronunciável: uma junção dos símbolos masculino e feminino, que usou até 2000 (atitude tomada por causa da briga judicial com sua gravadora Warner Bros. a respeito dos direitos sobre suas músicas).

prince-batdance

Lançado em 20 de Junho de 1989 numa manobra da Warner Bros.para aproveitar o contrato de Prince no intuito de divulgar suas marcas e promover um revival da carreira do cantor, o álbum trilha sonora oficial do filme de Burton foi odécimo primeiroálbum de Prince e os resultados vieram logo de cara. Muito por ajuda da popularidade do filme, o álbum ficou na primeira posição da Billboard por seis semanas consecutivas, atigindo o status demulti-platina, após vender cerca de três milhõesde cópias nos EstadosUnidos. Além disso, o principal single do álbum, Batdance, também chegou a primeira posição, sendo o quarto single número um de Prince e o primeiro desde de Kiss, lançada em 1986.

Gravado rapidamente em seis semanas, entre Fevereiro e Março de 1989, o álbum utilizou gravações de trabalhos anteriores e, como de praxe, muitos samples. Entretanto, apesar do sucesso, o álbum esteve envolto de polêmicas em relação a direitos autorais. Prince teve de concordar em assinar os direitos de publicação das canções usadas no filme para a Warner Bros, portanto, por esta razão o cantor não pôde usar nenhum dos singles do álbum em compilações de sucesso, apenas alguns b-sides. Em listas que mostram os títulos de todos os álbuns do cantor, a canção Scandalous! é vista no lugar do álbum Batman. Apesar disso, Prince constantemente apresentou algumas faixas do disco em seus concertos ao longo dos anos e na edição especial em DVD do filme lançada em 2005, os vídeos de Prince foram colocados como materiais bônus. Lançado entre “Lovesexy” e “Graffiti Bridge“, a trilha sonora é reconhecida como o último álbum de Prince dos anos 1980 e por ter levado o nome do Cavaleiro das Trevas a Billboard.

Na Na Na Na…Batdance!

Lançado em 9 de Junho de 1989 como o principal single do álbum, Batdance, ajudado pela popularidade do filme, chego a primeira posição das paradas americanas, aumentando ainda mais o sucesso da trilha sonora.

A caótica Batdance foi uma substituição de última hora de uma faixa intitulada Dance with the Devil, que contia vozes de Jack Nicholson como Coringa e foi tirada do álbum por Prince achá-la muito “dark”.

A faixa, recheada de samples, diferentes estilos e batidas, é um amálgama de muitas ideias musicais que estavam flutuando no cérebro de Prince na época. Elementos de, pelo menos, sete canções, algumas delas inéditas, foram incorporados à Batdance: 200 Balloons, We Got the Power, House in Order, Rave Unto the Joy Fantastic, The Future e Electric Chair, além do tema de “Batman ‘66” de Neal Hefti. Algumas delas eram meros fragmentos e outros segmentos que apareceram apenas em remixes da faixa. A canção também incluia diálogos do filme.

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=teGJHiA7jwg[/youtube]

O videoclipe da canção, dirigido por Albert Magnoli e coreografado por Barry Ensaboe e Paula Abdul, contou com dançarinos fantasiados como múltiplos Batman, Coringas e Vicki Vales, enquanto Prince aparecia tanto como si mesmo e como um personagem fantasiado conhecido como Gemini, com uma pintura facial dividindo seu rosto em dois: um lado representando o Coringa (o mal), e o outro, Batman (bom). Até mesmo uma referência de “O Cavaleiro das Trevas” de Frank Miller é vista no vídeo, que foi nomeado a vários prêmios no mesmo ano e em 1990.

Tracklisting:

The Future
Electric Chair
The Arms of Orion (com Sheena Easton)
Partyman
Vicki Waiting
Trust
Lemon Crush
Scandalous!
Batdance

Bill Finger e Bob Kane criaram o Batman em 1939, herói que é o mais popular da DC Comics há décadas. Bruce Wayne virou órfão ainda criança com assassinato de seus pais pelo ladrão Joe Chill, o que mudou sua vida pra sempre. Tendo tornado-se o elemento mais sinistro e calculista do Universo DC, seu capuz já foi vestido por Jean-Paul Valley (Azrael) e Dick Grayson, mas voltou ao seu dono original. O herói marcou pra sempre o universo de quadrinhos e literário com obras clássicas como Ano Um, Cavaleiro das Trevas, Asilo Arkham e A Piada Mortal. Ainda hoje seus títulos estão entre os mais lucrativos da DC Comics, bem como sua franquia animada e cinematográfica.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com