Joshua Hale Fialkov abre o jogo sobre John Stewart

Muito se falou em 2013 sobre a saída do escritor Joshua Hale Fialkov da DC em março daquele ano. Parte da equipe criativa dos Lanternas Verdes naquele momento, o autor teria saído por ser obrigado pelo editorial a matar o personagem John Stewart nas revistas. Como a editora nunca confirmou isso, leitores mais céticos encararam isso como boatos sem fundamento. Neste final de semana o autor confirmou que os boatos eram verdadeiros.

glcor_cv22_02

Segundo Fialkov, em entrevista com o Bleeding Cool, o editorial não achava que suas histórias eram atrativas o suficiente, o que fez com que sugerissem uma morte para John Stewart para chamar mais leitores. O autor discordou. Eventualmente, com a saída de Fialkov da DC, os planos foram mudados.

O autor destacou o desagrado que dele e de muitos outros criadores na DC, afirmando que o ambiente de trabalho por lá era tóxico e capaz de prejudicar a saúde. Além disso, ele estava incapacitado, mesmo sem um contrato de exclusividade, de fazer qualquer trabalho fora de lá devido às constantes demandas por mudanças em cima da hora.

Hoje o autor trabalha em projetos autorais e com a Marvel.

O Lanterna Verde é um dos personagens mais antigos e tradicionais da DC Comics. Criado em 1940 sob o nome de Alan Scott, o herói tinha poderes oriundos da magia. Na revolução dos quadrinhos nos anos 1950, conhecida como o início da Era de Prata, surgiu Hal Jordan, tido hoje como o maior Lanterna Verde de todos após sua volta ao posto na minissérie Renascimento, de Geoff Johns e Ethan Van Sciver. No planeta Terra ainda há o petulante Guy Gardner, o jovem Kyle Rayner e o experiente e cerebral John Stewart.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com