[Especial V20] O Enigma de Peter Milligan e Duncan Fegredo

No início do ano, quando estávamos escolhendo sobre qual assunto cada um escreveria, eu decidi pegar uma das minisséries esquecidas da época da fundação do selo Vertigo: Enigma de Peter Milligan. Enigma foi uma das séries que iniciaram as publicações da Vertigo em 1993, e a primeira a ser uma história independente, não ligada ao Universo DC tradicional a sair pelo selo.

A história segue a vida de Michael Smith, um cara completamente normal, com uma rotina rigorosa e que de repente vê o seu herói de infância, o Enigma, tomar vida. A arte de Fegredo é bastante pesada no início, o que pode assustar alguns, mas o traço vai ficando cada vez mais limpo e fluído conforme a história vai tomando forma e os personagens se desenvolvendo.

Os vilões, como o Comedor de Cérebro (Brain Eater) e A Verdade populam a narrativa com conceitos bastante interessantes, já que não são vilões propriamente ditos, mas sim criaturas em busca de respostas e conhecimento e que acabam destruindo as coisas ao seu redor em virtude de suas jornadas. Os conceitos de herói e vilão são colocados a prova o tempo todo na narrativa de Milligan, principalmente no meio da série, onde somos constantemente questionados sobre o que define um herói ou um vilão. Sexualidade e a busca por uma identidade são conceitos que parecem presentes em todos os trabalhos do autor, mas em Enigma ele mistura as duas e eleva ao quadrado.

ENIGMA-IMAGEM01

E todo esse simbolismo de desconstrução dos conceitos clássicos de super-heróis é o que torna a história tão significativa quando colocada em sua época de lançamento. Enigma foi um dos primeiros gibis da Vertigo, e é clara aqui a tentativa de Milligan de escrever algo mais maduro e com questionamentos aos quadrinhos que estávamos acostumados, mas ao mesmo tempo não tão diferente, de modo a introduzir lentamente o leitor a essa nova iniciativa.

Enigma é uma leitura extremamente recomendada para quem gosta dos trabalhos de Grant Morrison e Alan Moore, que desconstroem os conceitos de super-heróis e quebram a quarta parede.. Infelizmente, como eu falei no início, ela é das séries esquecidas da Vertigo, e nunca saiu aqui no Brasil, mas você pode encontrar ela facilmente na Amazon, e por outros meios.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com