V de Vingança vira fenômeno de vendas no Brasil

Como já era de esperar, a seminal obra de Alan Moore e David Lloyd se transformou num fenômeno no Brasil. Graças aos recentes protestos que se espalham por todo o país nas últimas semanas, a máscara de Guy Fawkes se tornou extremamente popular, o que, como o próprio Moore já ironizou durante os riots na Inglaterra em 2011/2012, acaba sendo benéfico para a Warner Bros., um gigantesca corporação.

V-for-Vendetta-v-for-vendetta-482718_1024_768

Em nota publicada no G1 na manhã desta quinta-feira, 27 de junho, fica claro que há um grande interesse por parte dos brasileiros de entender melhor a origem desta máscara. Criada por Moore e Lloyd com base no rosto de Guy Fawkes, revolucionário britânico que queria explodir o parlamento para derrubar os protestantes e impor o catolicismo na Inglaterra, a máscara aos poucos foi adotada pela população mundial como forma de mostrar uma revolução contra um sistema opressor, seja ele qual for.

Curiosamente, muitas pessoas adotaram este símbolo mais motivadas pelo filme do que pela história em quadrinhos, mas isso não impediu que ela tivesse suas vendas aumentadas também. Segundo Jorge Rodrigues, dono da Comix (principal loja de quadrinhos de São Paulo), as vendas aumentaram de dez unidades por semana pra quase cem. Por outro lado, o filme tem sido cada vez mais visto no Netflix e consumido em lojas virtuais que comercializam DVDs e Blu-Rays.

Chega a ser engraçado como protestos contra o sistema opressor fazem girar a própria engrenagem principal deste sistema: o capitalismo. De qualquer forma, é bom ver o povo indo às ruas, assim como é bom ver o quadrinho se tornando mais conhecido. O próprio Lloyd soube do que estava acontecendo no Brasil e fez um desenho especial para motivar a galera:

v-for-brasil

 

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Secured By miniOrange