Encantos e Cartas de Xanadu – Parte 5: Camelot e o passado revelado

Ao aproximar-se mais época atual, o escritor Matt Wagner e a desenhista Amy Reeder-Hadley apostam numa história que mostra o desabrochamento da relação entre Nimue e sua irmã Morgana. Madame Xanadu – Broken House of Cards, terceiro volume da coleção que reúne toda a série mensal da maga, não é exatamente uma história de origens, mas sim uma ponte construída entre ações do passado e seus frutos no presente nas vidas das duas irmãs.

madame-xanadu-broken

Ficha Técnica (publicado em):
Madame Xanadu #16-23, House of Mystery Halloween Annual #1
Roteiro: Matt Wagner
Arte: Amy Reeder-Hadley, Joëlle Jones, David J. Hahn
Arte-Final: Richard Friend
Cores: Guy Major
DC Comics
200 Páginas
Lançamento Original: 2010
US$ 17,99

Leitores de diversas idades conseguirão situar-se muito mais facilmente na leitura deste volume, afinal, ele referencia um contexto mais moderno e muito familiar a quem viveu no Século XX. Wagner se utiliza de referências pequenas, mas objetivas, e dicas para explicar que esta nova aventura da Madame acontece em fins dos anos 1950 e início dos anos 1960. Coisas como “O final da segunda grande guerra” e “o início do rock n’ roll” são citadas entre um diálogo e outro.

Tendo-se ambientado facilmente, o leitor acompanhará a Madame na resolução de um estranho caso que assombra a vida de uma típica moradora de Nova York. Esposa infeliz de um homem dedicado demais ao trabalho, a mulher começa a sentir estranhezas em seu corpo, como mudanças de cabelo, unhas gigantes e libido altíssima.

Madame_Xanadu_16

Ao investigar pesadamente o caso Nimuë descobre a terrível verdade por trás do fato: sua irmã Morgana está de volta e pretende reconstruir seu reino de maldade no mundo novo!

O arco é bem simples de ser acompanhado, e ainda traz consigo uma participação mais que especial do detetive John Jones (sim, aquele mesmo que você está pensando que é) na resolução mistério por trás da reaparição de Morgana e de suas novas tramóias. A parte mais interessante, sem sombra de dúvidas, é quando Wagner e Joëlle Jones mostram o passado das duas personagens através de quadros com uma diagramação totalmente peculiar e rústica, lembrando muito a época em que as próprias irmãs teriam nascido. Foi uma excelente sacada visual para a narrativa!

QuarkTemplate 22pg..doc.qx

Aspecto Biográfico

No que diz respeito aos alicerces da personagem Nimue, este terceiro volume de Madame Xanadu é o mais rico até o momento. Wagner e Reeder exploram calmamente o passado da protagonista junto de sua irmã Morgana com seu aprendizado nas artes místicas (como homo magi) e observadora da evolução humana através das eras.

Os encontros entre as duas são constantes através do tempo, ainda que haja um grande intervalo entre a Queda de Camelot e a nova batalha no Século XX. Quanto mais elas avançam em espírito e aprendizado mais suas personalidades se acentuam, assim como as diferenças entre elas movimentam-se num crescendo sem fim. Logo, ainda que sejam faces diferentes de uma mesma moeda, Nimue e Morgana são irmãs de sangue e absolutamente diferentes entre si.

Madame_Xanadu_22

Só é importante frisar que ao dar tanto respaldo a protagonista e antagonista a dupla criativa não se aprofunda tanto na relação delas com a humanidade, colocando as duas em algumas eras diversas da evolução do homo sapiens apenas como pano de fundo – o que importa realmente neste arco todo é a relação das duas.

Aspecto Histórico

Como afirmado acima, diferente dos volumes anteriores a história é character-driven e não story-driven, ou seja o foco principal são as personagens e não os locais pelos quais elas passam, tampouco a ordem dos acontecimentos. Toda a narrativa é quebrada entre flashbacks e momentos presentes, o que dá muito respaldo para a batalha atual das irmãs, mas deixa pouco para o ambiente histórico, aspecto que era rico na série até então.

Desde o início os momentos históricos eram tão protagonistas quanto a própria personagem. Neste volume, todavia, o que é visto sobre a humanidade e seus avanços ficam apenas no background da trajetória das irmãs.

E daqui duas semanas…

Sendo assim, este artigo termina de um jeito um pouco agridoce, mas não deixe de conferir a última parte deste especial em duas semanas! No próximo artigo ficará claro como a Madame Xanadu é vista por quem lhe ajuda e os leitores testemunharão o encontro definitivo entre ela e o Vingador Fantasma!

Links Relacionados:

Comente

Clique para comentar

catorze − nove =

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com