Resenha definitiva: Batman e Robin de Morrison – Capítulo 4

Já pela capa vemos que Grant Morrison e o artista deste arco, o filipino Philip Tan, não querem esconder nada: o mote é a violência e o nascimento de novos personagens que originam-se dos antigos ou de influências muito populares. Se o Professor Porko era um Coringa ainda mais distorcido e paródico, Jason Todd/Capuz Vermelho e Sasha são aberrações diretas do conceito da dupla dinâmica que Batman e Robin formam.

É óbvio que o escritor escocês nunca nega seu jeitinho de nos causar preocupação com conspirações e detalhes mínimos que terão consequências fortes no melhor estilo “efeito borboleta”. Se no âmbito do vigilantismo o autor dá enfoque na onda de crimes e novidades nesta nova Gotham City, ele também não se esquece da vida social dos protagonistas, que são bem diferentes da forma como Bruce Wayne a leva. Dick Grayson e Damian Wayne socializam-se em eventos e estão sempre prontos para obterem informações – ou simplesmente serem arrogantes – em suas identidades civis. É desta forma que eles conhecem o detetive Oberon Sexton, cujo mistério será mais detalhado em nossa análise das páginas mais importantes da edição mais abaixo.

Muitos vão contestar a presença do Capuz Vermelho aqui. É natural que isto aconteça já que Jason Todd definitivamente não é bem-vindo pelos leitores seja de que forma for. Verdade seja dita, ninguém o escreveu bem desde que o rapaz voltou como um anti-herói em 2005 nas mãos de Judd Winick e colocá-lo nas mãos de Morrison agora parece um desespero editorial: “se um cara como Grant não conseguir escrevê-lo, ninguém mais consegue“. E para consegui fazê-lo, o escritor parte para o lado contrário do óbvio e opta por parodiá-lo ao invés de tentar torná-lo sério. Ele vira um Batman sem freios mas bobo. Sua crença é tão cega quanto simplória e, principalmente, não justificável. Sasha, tomada pela loucura do que lhe aconteceu – talvez até mais pelo trauma e pelo desejo de negativa retribuição – acaba optando por estar ao lado de Jason nesta empreitada e forma uma paródia violenta dos heróis da revista. É isto que faz estes anti-heróis/vilões funcionarem.

Agora vamos às páginas!

ANÁLISES E REFERÊNCIAS

1-Mesmo que o pessoal não goste tanto da arte de Philip Tan não tem como negar que é uma excelente forma de abrir uma história de Batman and Robin por Grant Morrison. Cores fortes de Pete Pantazis e o lado sinistro de Gotham City de volta. Lembrando, claro, que o Pirilampo nos lembra de outro inimigo clássico do Batman, o Vagalume.

6-Assim como o autor gosta de usar a internet para propagar suas ideias e fazer com que os fãs procurem pelas referências de histórias e as discutam em fóruns, ele espelha isso em seus personagens. Escarlate está usando o Twitter para espalhar a crença “deixe a punição se equivaler ao crime” – uma bela analogia à Equação Anti-Vida, utilizada pelo próprio escritor.

7-Esta ação toda é fruto direto a) da proposta de Morrison para esta nova revista b) prova de aprofundamento do personagem pois é assim que o Capuz Vermelho quer enfrentar o crime: explodindo tudo como se fosse Bruce Willis!

8-Temas religiosos estão voltando na história. A “mão vermelha” das cartas que o Batman pega pode ser interpretada como a fúria do Deus cristão e citação ao Paraíso Perdido de B&R #4 marcam a volta destes temas. Muitas vezes Bruce Wayne foi interpretado como um Jesus Cristo na passagem de Morrison então é natural que isto aconteça.

10-Em Batman – Descanse em Paz o Doutor Hurt toma como missão pessoal escandalizar o nome da família Wayne, lembram-se? Senão, clique na tag “Batman – Descanse em Paz” ao fim do post e procure nosso material sobre a saga, que é gigante :D. Este tema continua recorrente em forma de analogia – com o Capuz manchando a imagem do Batman – e de forma direta, com Thomas Elliot na revista Gotham City Sirens tomando o lugar de Wayne.

11-A história de Oberon Sexton é paralela a do policial Michael Lane, um dos Três Fantasmas de Batman – outro arco de Morrison no Batman que se relaciona diretamente com o que vemos agora. As ligações que Morrison faz com traumas motivacionais, experimentos do Dr. Hurt e a Força de Policia de Gotham são muito curiosas e vale a pesquisa dos leitores, como sempre. Agora, um pouquinho de cultura vinda direto de David Uzumeri:

Oberon é o rei das fadas em Sonhos de Uma Noite de Verão, enquanto “sexton” é um oficial responsável pelas covas de u cemitério. É muito apropriado, pois Sexton também é conhecido como Coveiro (Gravedigger).

12-Esta tecnologia toda parece coisa de Jack Kirby e do Quarto Mundo.

15-Damian aqui é o terceiro encapuzado da edição. Uma coisa interessante é como as cores vermelho e preto vão se intensificando no decorrer da narrativa. Escarlate, os olhos de Oberon Sexton, as próprias roupas de Batman e Robin…

17-Figura encapuzada número 4. O capuz de Santo parece-se muito com a dos Inquisidores espanhóis. Ou da Klan. A chegada do Flamingo marca, mais uma vez, a aparição de vilões que têm um quê um pouco infantil mas são violentamente adultos.

18-Aqui é dito que o novo modelo de crime é viral. Coincidentemente a maior campanha viral dos últimos tempos no mundo do entretenimento foi a do segundo filme do Batman, Cavaleiro das Trevas, que teve um molde marketeiro gigantesco e que durou um ano inteiro até a estreia do filme. De volta à revista, El Penitente está usando táticas virais para sua empresa do crime.

No Século XXI o crime será a nova ordem mundial” – A profecia de Santo vira realidade em Batman #666.

Bob Kane criou o Batman em 1939, herói que é o mais popular da DC Comics há décadas. Bruce Wayne virou órfão ainda criança com assassinato de seus pais pelo ladrão Joe Chill, o que mudou sua vida pra sempre. Tendo tornado-se o elemento mais sinistro e calculista do Universo DC, seu capuz hoje está em posse de seu primeiro e principal pupilo, Dick Grayson. O herói marcou pra sempre o universo de quadrinhos e literário com obras clássicas como Ano Um, Cavaleiro das Trevas, Asilo Arkham e A Piada Mortal. Ainda hoje seus títulos estão entre os mais lucrativos da DC Comics, bem como sua franquia animada e cinematográfica.

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com